MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

São Paulo anuncia fim da obrigatoriedade de máscaras no transporte público a partir de sexta

O fim da obrigatoriedade des máscaras no transporte público deve ser confirmada amanhã (03) após a publicação em Diário Oficial

São Paulo anuncia fim da obrigatoriedade de máscaras no transporte público a partir de sexta
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/03/2023, às 22h21

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Com base na decisão do Comitê Científico, o Governo de São Paulo optou por retirar a obrigatoriedade do uso de máscaras no transporte público em todo o estado. A partir da publicação no Diário Oficial do Estado, prevista para ocorrer nesta sexta-feira (3), a utilização do item passará a ser recomendada, especialmente para grupos de risco específicos.

A medida segue a mesma orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que também desobrigou o uso de máscaras em portos e aeroportos do país, anunciada recentemente.

+Confira os números sorteados da Lotofácil, Quina e Lotomania e os seus ganhadores

O uso de máscara ainda é obrigatório em serviços de saúde em todo o estado, sejam eles públicos, privados ou filantrópicos, o uso de máscaras permanece de extrema importância em transporte público por:

  • Pessoas com mais de 65 anos de idade;
  • Pessoas com alguma imunodeficiência;
  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com sintomas respiratórios.

Tanto o Comitê quanto a Secretaria de Estado da Saúde relatam que têm acompanhado diariamente a evolução da pandemia por meio de indicadores de casos e internações. Até o momento, não há sinais de aumento significativo decorrente das festas de carnaval que possam ameaçar o sistema de saúde público do Estado.

+Resgatado em vinícola no RS relata tratamento diferente dado a baianos: “eles apanhavam bastante”

Nós reconhecemos a importância das máscaras e a sua eficácia, principalmente na transmissão de doenças respiratórias. Entretanto, diante dos dados apresentados pelo Comitê, é seguro neste momento a retirada do equipamento sem prejudicar os serviços de saúde”, completou o secretário de Estado da Saúde, Eleuses Paiva.

Outro fator relevante a ser mencionado é a elevada taxa de vacinação em São Paulo. Até o dia 2 de março, mais de 129,5 milhões de doses foram administradas, e 90,7% da população acima de 6 meses de idade já concluiu o esquema vacinal.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.