MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Sistema de Valores a Receber (SVR): veja os próximos lotes que serão liberados

Quem não encontrou valores a receber nessa primeira consulta pode ter nova chance de localizar dinheiro esquecido em breve; saiba quando fazer nova pesquisa no sistema do Banco Central

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 21/02/2022, às 15h43

Valores a receber: notas de cinquenta e cem reais espalhadas na mesa
Valores a receber: notas de cinquenta e cem reais espalhadas na mesa - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Mais de 20 milhões de pessoas físicas e jurídicas já encontraram valores a receber no site de consulta a dinheiro esquecido do Banco Central (BC): valoresareceber.bcb.gov.br. Ao todo, o sistema recebeu cerca de 100 milhões de pesquisas até o dia 18 de fevereiro. Portanto, 20% de quem consultou já descobriu ter direito a resgatar a grana deixada para trás em bancos ou instituições financeiras.

O BC estima que aproximadamente R$ 8 bilhões foram esquecidos e estão disponíveis para serem ressarcidos aos seus donos. Contudo, nessa primeira fase de consulta, o sistema valores a receber vai liberar a metade: cerca de R$ 4 bilhões para 28 milhões de brasileiros (26 milhões de pessoas físicas e 2 milhões de empresas).

Assim, quem acessou o site oficial, informou o CPF e a data de nascimento, mas se deparou com a mensagem "não há registros na base de valores a receber" não precisa perder as esperanças. Haverá um novo lote de repasse a partir do dia 2 de maio de 2022, conforme o próprio sistema informa. Confira:

valores a receber

Portanto, o Banco Central orienta que os cidadãos façam nova pesquisa em momento posterior porque há a chance do dinheiro esquecido ter ficado para o segundo lote de consulta e saque. Os felizardos que já encontraram valores a receber vão poder sacar o montante a partir do dia 7 de março. O valor médio a ser reembolsado por pessoa ou empresa é de R$ 142,85 nessa primeira leva.

LEIA TAMBÉM:
+Site falso tenta aplicar golpe em usuários de sistema de valores a receber. Saiba como se proteger
+Sistema de valores a receber: BC informará viúvos e órfãos sobre saque de valores esquecidos

Dinheiro esquecido no banco? Saiba como sacar!

A partir de 7 de março de 2022, após confirmar a existência de saldo residual a sacar no portal valoresareceber.bcb.gov.br, o sistema vai informar uma data na qual o cidadão deverá acessar novamente o mesmo site, conferir o valor disponível para saque e pedir a transferência para sua conta bancária atual. É possível transferir via PIX.

As datas serão agendadas de acordo com o ano de nascimento do benecifiário ou da criação da empresa, no caso de Pessoa Jurídica, seguindo o calendário estabelecido pelo Banco Central:

  • Antes de 1968: 7 a 11 de março de 2022;
  • Entre 1968 e 1983: 14 a 18 de março de 2022; e
  • Após 1983: 21 a 25 de março de 2022.

Caso não informe a chave PIX para transferência ao pedir o resgate dos valores a receber, a instituição financeira escolhida entrará em contato para efetuar a transferência. Contudo, ela não vai pedir dados pessoais nem mesmo senhas.

Valores a receber: repescagem

Quem não acessar novamente o site valoresareceber.bcb.gov.br no dia indicado pelo sistema, terá de entrar na fila da repescagem para receber o dinheiro esquecido no banco. Então, é importante ficar de olho na data agendada para receber a grana logo.

Caso o acesso ao site não seja possível no dia e horário definido, o interessado deverá entrar no siste de consulta a valores a receber no sábado da repescagem, conforme a data de nascimento ou criação da PJ:

  • Antes de 1968: repescagem em 12 de março de 2022;
  • Entre 1968 e 1983: repescagem em 19/3; e
  • Após 1983: repescagem em 26/3.
  • A repescagem vai funcionar durante todo o dia, das 4h às 24h.

Prazo final para sacar dinheiro esquecido no banco

Não existe um prazo limite para o saque dos valores a receber. Ao perder a chance da repescagem, o cidadão poderá consultar ou solicitar o resgate do saldo existente a partir de 28/03/2022, independentemente da data de nascimento ou da criação da empresa.

O Banco Central ressaltou que a pessoa ou empresa que perderem os prazos não precisam se preocupar. O dinheiro esquecido no banco não vai sumir ou deixar de ser pago, pois o direito a receber os recursos são definitivos e continuarão guardados pelas instituições financeiras até o correntista pedir o saque.

Origem dos valores a receber

O montante de R$ 8 bilhões deixado para trás é decorrente de contas-correntes ou poupança encerradas com saldo disponível; tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente, cuja devolução está prevista em termo de compromisso assinado entre o banco e o Banco Central; cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito; e recursos não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.