MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Veja como combater a Dengue; Aumento de chuva no verão exige atenção redobrada

Em 2022, houve recorde no número de mortes por causa da doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Veja quais ações são indicadas para combater a Dengue

Mosquito da dengue pousa no braço de uma pessoa
Mosquito da dengue pousa no braço de uma pessoa - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/01/2023, às 18h05

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Além de temperaturas mais altas, o verão traz chuvas. Por isso, é um período que exige atenção redobrada para combater a Dengue, doença transmitida por meio do mosquito Aedes aegypti. Ele também transmite outras patologias conhecidas como arboviroses: zika, chikungunya e febre amarela.

Diversos órgãos públicos estão intensificando ações para prevenir a formação de criadouros da dengue, que colocam ovos até mesmo em uma tampinha de garrafa ou casca de ovo, basta ter água parada nelas. Porém, apenas com o auxílio dos cidadãos o número de casos da doença, que aumentou em mais de 160% no país em 2022, será reduzido.

No ano passado, houve recorde no número de óbitos decorrentes da dengue, de acordo com o Ministério da Saúde. Ao todo, 1.016 pessoas morreram e outras 109 mortes estão em investigação. A população é corresponsável no combate e no trabalho preventivo ao abolir da própria casa os possíveis criadouros de larvas. Esse cuidado é primordial para evitar a proliferação do mosquito, pois elimina o transmissor ainda na sua fase inicial.

Atitudes simples e contínuas, não apenas nessa estação do ano, contribuem no combate à dengue. Algumas são velhas conhecidas, mas outras passam despercebidas por muitos. É o caso, por exemplo, da necessidade de verificar e acabar com o acúmulo de água em falhas na arquitetura ou objetos decorativos das áreas externas das casas, entre elas:

  • desnível de lajes;
  • cacos de vidros nos muros;
  • esculturas ou decorações em jardins; e
  • entupimento em calhas d'água.

+Bolsa Família deixa adicional de R$ 150 por filho para março; Pagamento virá retroativo?

Outras atitudes preventivas

Todo recipiente ou local com potencial para acumular água parada deve ser eliminado. Nas plantas, por exemplo, o ideal é se livrar dos pratinhos dos vasos. Na impossibilidade de fazer isso, a orientação é furar os pratinhos e preenchê-los com areia. Também é fundamental:

  • tampinhas, latinhas e embalagens plásticas devem ser jogadas no lixo e as recicláveis guardadas fora da chuva;
  • latas, baldes, potes e outros frascos devem ser guardados com a boca para baixo;
  • caixas d’água devem ser mantidas fechadas com tampas íntegras sem rachaduras ou cobertas com tela tipo mosquiteiro;
  • piscinas devem ser tratadas com cloro ou cobertas;
  • pneus devem ser furados ou guardados em locais cobertos;
  • lonas, aquários, bacias e brinquedos devem ficar longe da chuva;
  • entulhos ou sobras de obras devem ser cobertos, destinados ao lixo ou “Operação Cata-Bagulho”;
  • cuidados especiais para as plantas que acumulam água, como bromélias e espadas de São Jorge.

+Saiba quem precisa declarar o Imposto de Renda 2023

Combater a dengue: saiba identificar a doença

Dengue e Covid-19 podem ter sintomas iniciais semelhantes, com febre, dor de cabeça e dor no corpo. As duas doenças possuem um período febril e uma fase crítica e ambas são infecções sistêmicas. Quadros respiratórios como tosse seca, falta de ar e alterações de olfato e paladar são mais encontrados na Covid.

Já os sintomas da dengue são febra alta, dores intensas de cabeça e no corpo, fraqueza e cansaço. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo (exantema). Os pacientes com dengue, geralmente, não apresentam quadros respiratórios, como tosse e coriza.

Existe uma versão mais grave da doença, conhecida como dengue hemorrágica. Entre os sinais de alerta de que o paciente pode estar evoluindo para uma forma grave estão vômitos persistentes, dor abdominal intensa e tontura, podendo ou não ter sangramentos. Procure a Unidade Básica de Saúde caso apresente qualquer dos sintomas.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.