MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Voa Brasil: governo federal anuncia data de início do novo programa social

Programa, que visa proporcionar passagens aéreas mais acessíveis, será oficialmente lançado pelo presidente Lula. Empresas aéreas também poderão receber um auxílio financeiro

Empresas aéreas também poderão receber um auxílio financeiro
Empresas aéreas também poderão receber um auxílio financeiro - Divulgação/JC Concursos
Pedro Miranda

Pedro Miranda

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/01/2024, às 19h37

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou nesta quarta-feira (24) que o aguardado programa Voa Brasil está previsto para iniciar suas operações em 5 de fevereiro. O programa, que visa proporcionar passagens aéreas mais acessíveis, será oficialmente lançado pelo presidente Lula, conforme afirmou o ministro após uma reunião no Palácio do Planalto.

Embora o Voa Brasil tenha sido anunciado pelo governo desde o ano passado, ainda não havia saído do papel. O ministro não forneceu detalhes adicionais sobre as características específicas do programa que entrarão em vigor a partir do dia 5 de fevereiro.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

No entanto, de acordo com informações prévias do governo, espera-se que o programa ofereça passagens aéreas a R$ 200 para setores específicos da sociedade, com um limite estabelecido para a quantidade de passagens disponíveis a esse valor.

Empresas aéreas também poderão receber um auxílio financeiro

Além do Voa Brasil, Silvio Costa Filho informou que discutiu com o presidente Lula um auxílio financeiro para as empresas aéreas. A proposta é a criação de um fundo com aproximadamente R$ 5 bilhões destinados ao setor.

O ministro destacou a importância da iniciativa, ressaltando a necessidade de apoio ao setor da aviação brasileira. Ele mencionou a falta de suporte durante o governo anterior e apontou questões como a não redução do preço do combustível, a falta de aumento de crédito e a pendência relacionada à judicialização.

Segundo Silvio Costa Filho, o fundo para o setor aéreo está sendo desenhado com a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O plano incluirá o refinanciamento de dívidas, investimentos em manutenção e aquisição de aeronaves.

O ministro expressou otimismo em relação aos próximos dias, afirmando que espera avanços significativos nas discussões nos próximos dez dias.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.