Tudo Sobre

Empregos Ministérios

Órgãos somam mais de 2 mil chances

Os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), do Meio Ambiente (MMA), da Saúde (MS) e do Turismo (MTur) deverão abrir seleções em breve. Estão previstas 2.040 novas oportunidades.



Redação
Publicado em 15/07/2010, às 14h14

Os ministérios da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), do Meio Ambiente (MMA), da Saúde (MS) e do Turismo (MTur) deverão abrir seleções em breve. Estão previstas 2.040 novas oportunidades de níveis médio e superior para diversas carreiras. Além das vagas autorizadas, tramitam no Congresso Nacional vários projetos de lei que criam ofertas às pastas. Confira!

MAPA – O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) contará com novos servidores em breve. De acordo com o Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), o órgão realiza um levantamento da necessidade do cargo de fiscal federal agropecuário e poderá enviar, em breve, uma solicitação ao Planejamento para que se realize concurso.

Tramita também no Senado um projeto de lei que cria 360 vagas ao órgão. De acordo com o documento, haverá 270 oportunidades para técnico de laboratório (nível médio) e 90 para auxiliar de laboratório (nível fundamental). Os novos cargos deverão substituir trabalhadores terceirizados que estão em desacordo com a legislação. Serão extintos 319 postos de trabalho irregulares.

Segundo o projeto de lei, a criação dos cargos é necessária para ampliar a força de trabalho dos Laboratórios Nacionais Agropecuários. Atualmente, encontram-se em funcionamento seis laboratórios nacionais, em que trabalham 25 auxiliares de laboratórios e 103 técnicos de laboratório.

MMA – Tramitam no Congresso Nacional dois projetos de leis que visam à criação de cargos no Ministério do Meio Ambiente (MMA). O primeiro transforma cargos vagos da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho em mil vagas de analista ao órgão. As oportunidades serão aos cargos de analista ambiental (800) e analista administrativo (200). As chances serão distribuídas para o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e ao Instituto de Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

De acordo com a proposta, as vagas deverão suprir as demandas dos órgãos por pessoal especializado e proporcionar aos servidores mecanismos de incentivo ao exercício de suas funções na Amazônia Legal (compreende os Estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do Estado do Maranhão). Os analistas ambientais, que atuarem na Amazônia Legal, deverão receber uma indenização de R$ 590 mensais.

O segundo projeto de lei que foi aprovado recentemente pelo Congresso Nacional e visa ampliar o número de servidores no Executivo. Ao MMA estão previstas 80 vagas para substituir trabalhadores temporários. Não foi divulgado para quais cargos haverá oportunidades.

Ministério da Saúde – Em abril, o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), vinculado ao Ministério da Saúde, foi autorizado a realizar concurso. Estão previstas 404 vagas de nível superior. O edital deverá ser publicado até outubro.

Haverá 401 chances ao cargo de médico e três vagas para fonoaudiólogo. Não foram divulgadas as especialidades médicas que serão exigidas na seleção.

O Ministério da Saúde abriu concurso, em 2005, para quatro centros de saúde do Rio de Janeiro. Para o Into foram destinadas 670 vagas com diversas funções. Os vencimentos chegavam a R$ 1.353,67.

Ministério do Turismo - O Ministério do Turismo (MTur) está autorizado a realizar concurso desde maio. Haverá 112 vagas para o órgão e 84 oportunidades ao Embratur, vinculado ao ministério. Estão previstas chances de níveis médio e superior. Recentemente, a Fundação Universa foi definida como organizadora da seleção do ministério. De acordo com as autorizações dos concursos, os aprovados deverão substituir trabalhadores terceirizados que executam atividades irregulares.

Para o Ministério do Turismo, as vagas serão distribuídas da seguinte forma: 99 vagas de nível médio ao cargo de agente administrativo; já para nível superior, haverá chances para administrador (7), contador (4) e engenheiro (2).

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que realizará o seu primeiro concurso em breve, contará com 34 vagas de nível médio para agente administrativo e de nível superior as chances serão aos cargos de administrador (5), economista (5), técnico em comunicação social (5) e técnico especializado (35).

Samantha Cerquetani/SP

Veja também:

TCE/SP: Tribunal abrirá concurso em breve

Polícia Civil/ES: órgão promoverá seleção muito em breve

+ Resumo Empregos Ministérios

Ministérios
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

15/07/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas