Tudo Sobre

Empregos Segurança Pública

PM e Polícia Civil de 3 Estados abrirão concursos

Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo oferecerão milhares de oportunidades para soldado, agente, escrivão, entre outros cargos.



Redação
Publicado em 29/06/2010, às 11h01

Recentemente, a Polícia Militar do Rio de Janeiro (PM/RJ) lançou o edital de um grande concurso, que oferece nada menos que 3.600 vagas de soldado. Além do Rio de Janeiro, outros três Estados também confirmaram novas seleções para a área de segurança pública. Os processos seletivos serão abertos em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Espírito Santo e disponibilizarão milhares de oportunidades de níveis médio e superior. Confira! 

Santa Catarina – No dia 21 de junho, o governador catarinense, Leonel Pavan, deu aval para que a Polícia Militar (PM/SC) e a Polícia Civil (PC/SC) promovam concursos para um total de 2.623 oportunidades. Serão abertas 2.023 vagas na PM e 600 na Polícia Civil e a previsão é que as chances sejam preenchidas entre os anos de 2011 e 2014.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública (SSP/SC), as ofertas da PM contemplarão as carreiras de praça PM (1.883 vagas) e oficial PM (140). Na PM, as oportunidades de praça serão para ingresso como soldado, enquanto os aprovados para oficial entrarão no órgão como oficial 2º tenente.

Em 2009, foi sancionada uma lei complementar que estabelece nível superior para as atividades. Para as vagas de soldado, será pedido graduação em qualquer curso e, para as chances de oficial, a exigência será a conclusão do curso de direito. Ainda será preciso ter, nas duas carreiras, idade entre 18 e 26 anos, altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres), carteira nacional de habilitação (CNH) – categoria B – e bons antecedentes.

As seleções da PM serão compostas por prova de escolaridade, investigação social, exames físico, psicológico, toxicológico e de saúde. Após todas as fases, os aprovados ainda frequentam curso de formação, onde recebem salário inicial de R$ 1.545,02.

As 600 ofertas destinadas à Polícia Civil também serão para profissionais de nível superior. Segundo a assessoria da pasta de Segurança Pública, as oportunidades serão para os cargos de agente, escrivão, psicólogo e delegado. O último concurso da instituição ocorreu em 2008, quando foram oferecidas 900 chances para escrivão, escrevente, investigador, delegado e comissário de polícia. Houve prova de escolaridade, investigação social e exames físico e psicológico. 

Rio Grande do Sul – No dia 24 de junho, a governadora Yeda Crusius autorizou a realização de novos processos seletivos na Brigada Militar do Rio Grande do Sul (BM/RS). Segundo nota veiculada no portal de notícias do governo gaúcho, os concursos preencherão 1.879 vagas imediatas de soldado, 40 de capitão e 41 de oficial de saúde (com ofertas para médico, veterinário, dentista e enfermeiro).

De acordo com a nota, a governadora também deu o aval para a criação de 1.800 vagas de soldado para cadastro reserva (CR). Todas estas medidas fazem parte do programa cidadão seguro, lançado pelo governo para atender à área de segurança pública no Estado.

A função de soldado exige nível médio completo e idade máxima de 25 anos. Já as carreiras de capitão e oficial de saúde pedem nível superior e idade máxima de 29 anos. Outros requisitos são possuir altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres), carteira de habilitação (mínimo categoria B) e bons antecedentes.

Além da Brigada Militar, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul (PC/RS) também abrirá concurso para as funções de escrivão e inspetor em breve. No início de maio, Yeda Crusius autorizou o preenchimento de 500 chances: 250 para escrivão e 250 para inspetor. Além das oportunidades efetivas, a seleção também formará cadastro reserva (CR) para os dois cargos. De acordo com a Academia de Polícia do Rio Grande do Sul (Acadepol), atualmente, estão tramitando os expedientes para formação da comissão que ficará responsável pelo processo seletivo. 

Em 2009, foram realizadas duas seleções, que  também ofertaram 500 vagas, divididas entre as carreiras de escrivão e inspetor. A remuneração oferecida correspondia a R$ 1.554,71 para ambas as funções e os candidatos precisaram comprovar graduação completa em qualquer curso superior e carteira nacional de habilitação (CNH) – categoria B. O concurso contou com prova objetiva, redação, teste físico, médico e psicólogo, investigação social e curso de formação.

Espírito Santo – Também foi confirmado que a Polícia Civil do Espírito Santo (PC/ES) lançará seleção para 167 oportunidades em breve. Segundo informações da assessoria de imprensa do órgão, haverá vagas de níveis médio para fotógrafo (15) e auxiliar de perícia médico legal (23). Nos dois casos, os salários serão de R$ 2.510,51.

Já as ofertas de nível superior serão distribuídas entre as atividades de escrivão (60), delegado (39), perito criminal (20), perito criminal especial (6), médico legista (2) e perito em telecomunicações (2). Para todos estes cargos, as remunerações corresponderão a R$ 3.537,53. A exceção será a atividade de delegado, cujo vencimento deverá equivaler a R$ 6.691,81.

Além destas chances já confirmadas, a Polícia Civil poderá abrir outro concurso para o cargo de perito papiloscópico. Isto porque, em maio, o governador Paulo Hartung sancionou a lei complementar nº 552/2010, que cria mais 40 cargos de perito no quadro de vagas da instituição.

A função exigirá dos futuros candidatos graduação completa em qualquer área. O salário inicial deverá corresponder a R$ 3.537,53.   

Talita Fusco/SP

Veja também:

Polícia Civil/SP: autorizado concurso com 220 vagas

DETRAN/ES: órgão abrirá 50 vagas de níveis médio e superior

+ Resumo Empregos Segurança Pública

Segurança Pública
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão

+ Agenda

29/06/2011 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas