Anvisa

Concurso Anvisa: validade prorrogada não deve suprir todas as áreas

O último concurso Anvisa, realizado em 2017, contou com 78 vagas além de cadastro reserva, para o cargo de técnico administrativo.

0,00(0.0%)0 voto(s)

Redação
Publicado em 03/07/2019, às 14h38 - Atualizado às 14h39

Concurso Anvisa: foto da fachada do órgão
Divulgação

O concurso Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está entre os mais desejados pelos candidatos. Em 06 de março de 2019, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) a prorrogação do último concurso público, por mais dois anos. Agora, o último certame fica válido até março de 2021. Porém, isso não impede que seja publicado um novo edital, para cargos que não foram solicitados no processo de seleção anterior.

O último concurso Anvisa, realizado em 2017, contou com 78 vagas além de cadastro reserva, para o cargo de técnico administrativo. Na ocasião, a Anvisa solicitou as seguintes vagas para atender a necessidade do órgão:

  • 457 vagas seriam destinadas a função de Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária;
  • 68 vagas para o cargo de Analista Administrativo;
  • 124 oportunidades para Técnicos Administrativos;
  • 8 para Técnicos em Regulação e Vigilância Sanitária.

Como informado acima, o último concurso Anvisa não foi suficiente para preencher a necessidade e, reforçou que, atualmente a Anvisa precisa de mais 90 servidores públicos, distribuídos para as seguintes funções: especialista em regulação e vigilância Sanitária (30 vagas); analista administrativo (9 vagas); especialista em regulação; técnico administrativo (49 vagas); técnico em regulação e vigilância sanitária (2 vagas).

O quadro de funcionários também está envelhecendo, com isso, a expectativa de aposentadorias aumenta. Mais de 400 servidores já teriam condições de se aposentar, outros 463 servidores tinham completado os requisitos para aposentadoria. Caso os números se confirmem, até 2020, esse número pode aumentar mais 30%, de acordo com a Anvisa.

Seminário da Anvisa, realizado pelos servidores
Concurso Anvisa: Seminário da Anvisa, realizado pelos servidores

Concurso Anvisa: Cargos vagos

O órgão informa que o quantitativo de cargos vagos, atualmente, é de 90 servidores, para as seguintes áreas:

  • Analista Administrativo – 9 vagas
  • Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária – 30 vagas
  • Técnico Administrativo – 49 vagas
  • Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária – 2 vagas

Segundo a Anvisa, cerca de 430 servidores também devem se aposentar em breve, e outros 463 servidores estão completando os requisitos para aposentadoria.

Dessa forma, até o ano de 2020, o déficit de servidores atuando no órgão pode alcançar 30%, segundo dados da Anvisa.

Concurso Anvisa: último edital

Organizado pela Cetro Concursos Públicos, para o quadro de servidores da Anvisa, o último concurso Anvisa ocorreu em 2013 e ofereceu 314 vagas para os cargos de Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária (157), Analista Administrativo (29), Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária (100) e Técnico Administrativo (28). Os salários, conforme o último edital, variam entre R$ 5 mil e R$ 10 mil.

Em 2016, foi a vez de realizar o concurso Anvisa para o cargo de Técnico Administrativo, e 78 vagas foram preenchidas após a decisão do MPOG. Neste caso, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/Cebraspe) foi a banca organizadora.

Prova anterior Anvisa

Para auxiliar nos estudos, o JC Concursos liberou as provas do último concurso Anvisa, além dos gabaritos para consulta das questões aplicadas. Avalie se a organizadora será a mesma para o novo concurso Anvisa.

Acompanhe mais detalhes sobre o concurso concurso Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o anexo do edital, cronograma completo do processo de seleção com informações do período de inscrição e prova, atribuições e conteúdo programático para os diversos cargos disponíveis assim que o certame avançar.

Sobre ANVISA

Criada pela Lei nº 9.782, de 26 de janeiro 1999, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é uma autarquia sob regime especial, que tem como área de atuação não um setor específico da economia, mas todos os setores relacionados a produtos e serviços que possam afetar a saúde da população brasileira. A autarquia é responsável pela aprovação dos produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária, para posterior comercialização, implementação e produção no país. Além disso, em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores controla os portos, aeroportos e fronteiras nos assuntos relacionados à vigilância sanitária. Sua atuação abrange também o monitoramento e a fiscalização dos ambientes, processos, insumos e tecnologias relacionados à saúde. A agência atua ainda na esfera econômica, ao monitorar os preços de medicamentos e ao participar da Câmara de Medicamentos (Camed).

Comentários

Mais Lidas