Prefeitura

Concurso em Tupã SP abre inscrições para seis vagas

Todas as chances no concurso de Tupã SP 2019 são para agente de combate a endemias. Cargo cobra ensino médio e oferece remuneração inicial de R$ 1,2 mil

Samuel Peressin
Publicado em 20/05/2019, às 15h38

Vista aérea do município de Tupã, no interior paulista
Divulgação

Estão abertas as inscrições para o concurso de Tupã, no interior paulista, destinado a preencher seis vagas de agente de combate a endemias.

Com salário inicial de R$ 1.202,80 e jornada semanal de 40 horas, o cargo pode ser disputado por profissionais que possuem ensino médio.

Será possível se candidatar até 4 de junho, mediante a realização de cadastro pelo site http://www.dedalusconcursos.com.br/. O valor da taxa é de R$ 9,99.

A empresa Dédalus Concursos, responsável pela organização do processo seletivo, pode ser contatada por meio do telefone (11) 4318-5502.

Prova do concurso de Tupã

Agendada para 30 de junho, a avaliação objetiva terá 40 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, matemática, atualidades e conhecimentos gerais e específicos.

O processo seletivo será válido por dois anos, a contar da homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério da prefeitura, de acordo com o edital.

Como se preparar para o concurso de Tupã

Confira abaixo as disciplinas que serão cobradas na prova objetiva:

  • Língua portuguesa - Compreensão e interpretação de frases, palavras ou textos; encontros vocálicos e consonantais; ortografia; acentuação gráfica; sinais de pontuação: ponto, ponto de exclamação, ponto de interrogação, dois pontos, travessão, vírgula, etc.; cargo das classes de palavras; análise sintática; sinônimos e antônimos; Concordância verbal: identificação dos tempos e modos verbais, correspondência de formas verbais, conjugação verbal, flexão de verbos; Concordância Nominal; regência nominal e verbal, crase; colocação pronominal; classificação dos termos da oração; período composto por coordenação; período composto por subordinação; Figura de Linguagem; Morfologia; Uso da crase; Uso do por que; Objeto direto e Indireto.
  • Matemática - Estruturas lógicas, lógica da argumentação, Diagramas lógicos. Números inteiros: operações e propriedades. Números racionais, representação fracionária e decimal: operações e propriedades. Razão e proporção. Porcentagem. Regra de três simples. Equação de 1° grau. Sistema métrico: medidas de tempo, comprimento, superfície e capacidade. Relação entre grandezas: tabelas e gráficos. Raciocínio lógico. Resolução de situações problema. Estudo do triângulo retângulo; relações métricas no triângulo retângulo; semelhança de triângulos; relações trigonométricas (seno, cosseno e tangente); Teorema de Pitágoras; Ângulos; Geometria - Área, Volume e Perímetro; Sugestão Bibliográfica Livros e apostilas inerentes a área.
  • Conhecimentos gerais e atualidades - Conhecimentos de assuntos relevantes de diversas áreas, tais como: atualidades, Brasil, Exterior, política, economia, esporte, turismo, sociedade, cotidiano, saúde, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, segurança, artes e literatura e suas vinculações. História e geografia do Município, do Estado e do Brasil.
  • Conhecimentos específicos - Endemias e epidemias: dengue, leishmaniose, febre amarela, influenza, febre maculosa, leptospirose, esquistossomose, hanseníase, malária, tracoma e tuberculose. Zoonoses. Doenças Infecciosas e Parasitárias. Doença de Chagas. Programa Nacional de Controle da Dengue (Ministério da Saúde): amparo legal à execução das ações de campo (Imóveis fechados, abandonados ou com acesso não permitido pelo morador). Procedimentos de Segurança. Conhecimentos sobre doenças endêmicas e epidêmicas: conceitos, causas, transmissão, período de incubação, diagnóstico, tratamento e notificação de casos. Fundamentos, procedimentos e ações básicas, operacionais e educativas de combate às endemias. Manejo integrado, prevenção e controle de vetores, fundamentos básicos sobre controle de roedores, animais peçonhentos e outros animais transmissores de doenças. Uso de larvicidas e inseticidas no controle de endemias. Fundamentos sobre toxicologia e normas de segurança no combate às endemias. Vigilância em Saúde, Vigilância Ambiental e Sanitária. Vigilância Sanitária. Medidas gerais de promoção da saúde. Vigilância, prevenção e controle de doenças e agravos prevalentes. Doenças de notificação compulsória.

O que faz o agente de combate a endemias

De acordo com o edital do concurso de Tupã, estão entre as atribuições do cargo:

  • Desenvolver ações educativas e de mobilização da comunidade relativas à prevenção e ao controle de doenças e agravos à saúde;
  • Realizar ações de prevenção e controle de doenças e agravos à saúde, em interação com o agente comunitário de saúde e a equipe de atenção básica;
  • Identificar casos suspeitos de doenças e agravos à saúde e encaminhamento, quando indicado, para a unidade de saúde de referência, assim como comunicação do fato à autoridade sanitária responsável;
  • Divulgar informações para a comunidade sobre sinais, sintomas, riscos e agentes transmissores de doenças e sobre medidas de prevenção individuais e coletivas;
  • Realizar ações de campo para pesquisa entomológica, malacológica e coleta de reservatórios de doenças;
  • Cadastrar e atualizar base de imóveis para planejamento e definição de estratégias de prevenção e controle de doenças;
  • Executar ações de prevenção e controle de doenças, com a utilização de medidas de controle químico e biológico, manejo ambiental e outras ações de manejo integrado de vetores;
  • Executar ações de campo em projetos que visem a avaliar novas metodologias de intervenção para prevenção e controle de doenças;
  • Registrar as informações referentes às atividades executadas, de acordo com as normas do SUS;
  • Executar tarefas administrativas relativas ao seu trabalho;
  • Executar atividades correlatas;
  • Identificar e cadastrar de situações que interfiram no curso das doenças ou que tenham importância epidemiológica relacionada principalmente aos fatores ambientais;
  • Mobilizar a comunidade para desenvolver medidas simples de manejo ambiental e outras formas de intervenção no ambiente para o controle de vetores.

Sobre Prefeitura Tupã

O Brasil conta, hoje, com 5.570 prefeituras espalhadas por municípios dos 26 Estados do país, além do Distrito Federal. Os municípios são uma circunscrição territorial dotada de personalidade jurídica e com certa autonomia administrativa, sendo as menores unidades autônomas da Federação. Uma prefeitura é a sede do poder executivo do município (semelhante à câmara municipal, em Portugal). Esta é comandada por um prefeito (nas cidades brasileiras e por um presidente de câmara nos municípios portugueses) e dividida em secretarias de governo, como educação, saúde ou meio ambiente. O termo prefeitura também pode designar o prédio onde está instalada a sede do governo municipal, também chamado de paço municipal onde geralmente se localiza o gabinete do prefeito. A instituição da prefeitura de seu encarregado maior, o "prefeito", é algo relativamente novo na história do Brasil. O poder hoje exercido pela prefeitura foi anteriormente exercido pela câmara municipal, pelo conselho de intendência e pela intendência municipal. As prefeituras são órgãos independentes, que não precisam de autorização por parte das administrações federal ou estaduais para realizarem seus concursos públicos, seja para preenchimento na própria sede ou em secretarias vinculadas à ela.

Mais Lidas