Tudo Sobre

Concurso Ministério da Economia 2021 - Temporários

Concurso Ministério da Economia: edital com 100 vagas aguarda contrato com a banca

Novo concurso Ministério da Economia contará com oportunidades temporárias em diversas áreas. Nível superior e até R$ 6,1 mil



Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 12/01/2021, às 10h15 - Atualizado às 14h34

Concurso Ministério da Economia: sede do ministério
Concurso Ministério da Economia: sede do ministério - Google Maps

A publicação do edital de abertura de inscrições do novo  concurso Ministério da Economia, autorizado em 6 de outubro, depende apenas da assinatura do contrato com a banca, que deve ocorrer nos próximos dias. A escolhida  é o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib). Ao todo serão oferecidas 100 vagas, para preenchimento em caráter temporário, para cargos com exigência de nível superior, com remunerações iniciais de R$ 3.800 a R$ 6.130.  Novas informações devem ser confirmadas em breve.

Dois pontos ainda estão pendentes sobre os cargos. O primeiro é se as oportunidades exigirão formações específicas e em que áreas. O segundo diz respeito a uma possível oferta de vagas de ensino médio. Acontece que o documento publicado no diário oficial que estabelece a dispensa de licitação para escolha da banca indica que o concurso será destinado a cargos de níveis médio ou superior.

Do total de postos autorizados, 48 são para o cargo de analista de prestação de contas, 4 para coordenador de análise de prestação de contas, 8 para agente de apoio de prestação de contas e 40 para analista de instauração de tomada de contas. As remunerações iniciais devem ser de R$ 3.800 para os analistas e R$ 6.130 para agente e coordenador. 

Concurso Ministério da Economia: saiba como foi a última seleção

O último concurso Ministério da Economia para contratações temporárias ocorreu em 2020. Na verdade, foram dois processos seletivos realizados neste ano.  

O primeiro contou com uma oferta de 350 vagas, com oportunidades em cargos de nível superior, para atuação em projetos de transformação digital em serviços públicos.

Os cargos oferecidos foram os seguintes

AtividadePerfilQuantidade
Atividade Técnicas de Complexidade Gerencial, de Tecnologia da Informação e de Engenharia Sênior (inciso V, art. 8º do Decreto nº 4.748, de 16 de junho de 2003Especialista em Gestão de Projetos50
 Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação TI50
 Especialista em Ciência de Dados50
 Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados50
 Especialista em Análise de Processos de Negócios50
 Especialista em Experiência do Usuário (UX)50
 Especialista em Desenvolvimento de Software50
Total350  

 

Já um segundo edital contou com mais 39 vagas,  com oportunidades para profissionais graduados em direito (37) e arquivologia (2), com salário inicial de R$ 6.130. 

  

concursosconcursos 2021concursos federaisprovas anteriores

Comentários

Mais Lidas