MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Concurso Nacional Unificado abre inscrição NESTA semana; Veja como pedir isenção

O Concurso Nacional Unificado (CNU) oferta mais de 6,6 mil vagas, com salário de até R$ 23 mil, e abre inscrição e prazo para pedir isenção da taxa nesta semana. Não perca a chance

Bloco de notas e caneta em cima de teclado de notebook
Bloco de notas e caneta em cima de teclado de notebook - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 15/01/2024, às 13h24

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Candidatos interessados em participar do Concurso Nacional Unificado (CNU) devem ficar atentos, pois as inscrições para o certame serão abertas nesta semana e, com isso, também o prazo para pedir isenção da taxa de inscrição. O concurso, que integra um modelo inovador de seleção de servidores públicos criado pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), oferece 6,6 mil vagas distribuídas em 21 órgãos federais.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 60 para vagas de cargos que exigem nível médio e R$ 90 para os de nível superior. No entanto, os concurseiros que atendam aos requisitos estipulados no edital de abertura têm a oportunidade de solicitar a isenção do pagamento dessa taxa.

Apesar da inscrição poder ser realizada entre 19 de janeiro e 9 de fevereiro, o período para solicitar a isenção é curto e vai somente de 19 e 26 de janeiro, exclusivamente por meio da página oficial do CNU. É essencial que os candidatos que se enquadram nos critérios para a isenção não deixem de realizar o pedido nesse intervalo de tempo, evitando assim perder essa oportunidade.

⚠️ Quem tem direito à isenção no Concurso Nacional Unificado?

Podem prestar o processo seletivo sem pagar nada os:

  • inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico);
  • doadores de medula óssea;
  • bolsistas ou ex-bolsistas do Programa Universidade para Todos (ProUni); e
  • que cursam ou cursaram faculdade financiados pelo Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies).

+Veja 7 vantagens de prestar o Concurso Nacional Unificado; Salário de até R$ 23 mil

Fomas de comprovar o requisito para isenção

Para solicitar a isenção, os candidatos devem seguir as orientações específicas para cada categoria. Por exemplo, os inscritos no CadÚnico precisam informar o Número de Identificação Social (NIS) e declarar-se membros de família de baixa renda (ganhos máximos de R$ 706 por pessoa)).

No caso dos doadores de medula óssea, a comprovação será feita via apresentação de documentos específicos, como imagens legíveis da carteira ou declaração de doador emitidos por entidade reconhecida pelo Ministério da Saúde, bem como atestado ou laudo emitido por médico inscrito no Conselho Regional de Medicina.

Bolsistas ou ex-bolsistas do Prouni e aqueles financiados pelo Fies deverão apenas indicar a opção de solicitação correspondente à modalidade.

A solicitação de isenção será analisada pela Fundação Cesgranrio, banca organizadora responsável pelo concurso público, que consultará os órgãos gestores do CadÚnico, do ProUni e do Fies para verificar a veracidade das informações prestadas pelos candidatos.

Resultado e penalidade

O resultado preliminar da análise dos pedidos de isenção da taxa será divulgado no dia 29 de janeiro, na página do Concurso Público Nacional Unificado. Aqueles que tiverem seus pedidos indeferidos poderão contestar até o dia 30 de janeiro.

É importante destacar que o não cumprimento dos requisitos estipulados ou a apresentação de informações falsas acarretará penalidades, incluindo o cancelamento da inscrição e exclusão do concurso.

O resultado final da análise dos pedidos de isenção será divulgado no dia 6 de fevereiro, e os candidatos cujas solicitações foram indeferidas (negadas) terão a opção de efetuar o pagamento da taxa até a data de vencimento.

💻 Saiba como se inscrever no concurso CNU

As inscrições para os demais candidatos, que não solicitarem a isenção ou que tiverem o pedido de gratuidade indeferido (negado), seguirão até 9 de fevereiro. Diferentemente do que ocorre nos certames comumente, as inscrições serão recebidas pela página oficial do certame no Portal Gov.br e não via site da banca organizadora.

Para efetuar a candidatura no portal de serviços do governo federal, é necessário ter conta Gov.br de nível bronze, prata ou ouro. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança), disponível após o envio do requerimento de inscrição ou negativa da isenção.

O Ministério da Gestão alerta que o pagamento da taxa de inscrição deve ser realizado apenas após o candidato tomar conhecimento de todos os requisitos e condições exigidos para o concurso, pois não haverá devolução do valor, exceto em casos de cancelamento do certame ou problemas logísticos durante a aplicação das provas.

Pode se inscrever para mais de um cargo

Há a possibilidades de atuação em diversas áreas, sendo 692 vagas imediatas para quem tem nível médio e 5.948 para candidatos com formação superior - divididas em oito blocos temáticos que agrupam diversas carreiras que guardam semelhança entre si.

O CNU permitirá a inscrição para mais de um cargo, desde que dentro do mesmo bloco temático, com taxa de inscrição única. E só será permitida uma inscrição por CPF, pois as provas serão aplicadas no mesmo dia e horário, mas será possível disputar todos os cargos do bloco escolhido, sendo necessário:

  • Etapa 1: escolher o bloco temático;
  • Etapa 2: escolher os cargos dentro do mesmo bloco temático;
  • Etapa 3: ordenar preferência entre os cargos;
  • Etapa 4: ordenar preferência entre as especialidades;

É possível expressar preferência entre todos os cargos e especialidades ou apenas em alguns deles. Conforme prevê o edital, se o concurseiro for aprovado dentro do número de vagas para a 1ª opção ele não vai ficar na lista das demais, ainda que também tenha obtido nota suficiente nos cargos dois e três, por exemplo.

Portanto, a escolha deve ser feita com consciência. Os editais especificam que “é de responsabilidade do candidato ter conhecimento que as opções de ranqueamento entre o cargo melhor e mais preferido será considerado para sua classificação, aprovação, convocação e lista de espera”.

💰 Salários vantajosos

Além da expressiva quantidade de vagas, mais de 30% dos cargos disponíveis pagam salários acima de R$ 10 mil, com muitos ofertando remuneração de quase R$ 23 mil.  Para auxiliar os concurseiros a escolher as melhores oportunidades, o JC Concursos elenca aqui a lista completa dos melhores salários do concurso CNU. Confira.

📅 Concurso CNU: cronograma oficial

  • Publicação do Edital: 10/1/2024
  • Inscrições: 19/01 a 09/02/2024
  • Divulgação dos dados finais de inscrições: 29/02/2024
  • Divulgação dos Cartões de Confirmação: 29/04/2024
  • Aplicação das Provas: 05/05/2024
  • Divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas
  • discursivas e redação: 03/06/2024
  • Divulgação Final dos Resultados: 30/07/2024
  • Início da Convocação para posse e Cursos de Formação: 05/08/2024    

++++ Acompanhe o andamento do processo seletivo na página do Concurso Nacional Unificado aqui no JC Concursos. 

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso Nacional Unificado 2024

Governo Federal
Vagas: 6640
Taxa de inscrição: De R$ 60,00 Até R$ 90,00
Cargos: Médico, Contador, Engenheiro
Áreas de Atuação: Administrativa, Saúde
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 3741,84 Até R$ 22921,71
Organizadora: Fundação Cesgranrio
Estados com Vagas: AC, AL, AP, AM, BA, CE, DF, ES, GO‍, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PR, PE, PI, RJ, RN, RS, RO, RR, SC, SP, SE, TO

+ Agenda do Concurso

19/01/2024 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
09/02/2024 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
05/05/2024 Prova Adicionar no Google Agenda
concursosconcursos publicosconcursos abertosconcursos federais

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.