Tudo Sobre

Concurso TJ SP - Escrevente

Concurso TJ SP: órgão precisa contratar 11.785 servidores; maior necessidade é de escreventes

Sem novo concurso TJ SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) a necessidade é grande principalmente para escrevente, de ensino médio e inicial de R$ 6,3 mil



Fernando Cezar Alves | fernando@jcconcursos.com.br
Publicado em 16/11/2020, às 09h15 - Atualizado às 17h39

Concurso TJ SP: sede do TJ SP
Divulgação

Ainda sem previsão de realizar um almejado concurso TJ SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), o órgão vem acumulando uma grande defasagem de servidores. De acordo com o último levantamento funcional, divulgado recentemente, com base no mês de agosto de 2020, o órgão já conta com uma necessidade de contratar nada menos do que 11.785 servidores, incluindo pessoal para diversos cargos. Mas, sem dúvida, a grande necessidade de pessoal é para a carreira de escrevente técnico judiciário, que conta com uma defasagem pessoal de 5.507 profissionais. De um quadro total de 35.186 postos, o tribunal conta com apenas 29.679 preenchidos.

A carreira, que costuma ser um dos cargos mais almejados para ingresso no órgão, exige apenas ensino médio, com remuneração inicial de R$ 6.301,71 , incluindo salário básico de R$ 4.981,71, auxílio alimentação de R$ 990 (R$ 45 por dia, considerando 22 dias) e auxílio-saúde de R$ 330. Vale ressaltar que, além disso, os servidores podem contar com adicionais, caso o servidor conte com formação superior, pós-graduação, mestrado ou doutorado.

Atualmente, o TJ SP ainda conta com dois concursos em validade para o cargo de escrevente. Porém, as nomeações, bem como a possibilidade de realizar novo concurso, foram suspensas 31 de março deste ano, quando o presidente do órgão, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, divulgou um plano de contingência de gastos, em virtude da crise econômica prevista em decorrência do surto de Covid 19.

Dos concursos em validade para escrevente, os prazos iniciais encerrariam em dezembro de 2020 e março de 2021. Porém, com a decisão o prazo parou de contar, o que somente deve voltar a ocorrer após a crise ocasionada pela Covid-19. No entanto, embora o tribunal não possa realizar novas contratações, as necessidades continuam aumentando constantemente, em decorrência de aposentadorias, exonerações e falecimentos. A tendência é que, retomadas as contratações, seja necessário convocar muitos remanescentes e iniciar, o quanto antes, novas seleções.

Concurso TJ SP: veja outros cargos com necessidade de pessoal

Além de escrevente, novo concurso TJ SP é necessário para diversos outros cargos. De acordo com o levantamento de pessoal divulgado em agosto, além de escrevente, outro cargo conta com grande necessidade de servidores: oficial de justiça, carreira que exige formação de nível superior para ingresso. A carreira, ainda sem previsão de novo concurso, apresenta uma carência de 5.141 profissionais. De um total de 9.279 cargos, o quadro conta com apenas 4.138 preenchidos.    

No caso de ensino fundamental, o TJ SP conta com carência de 386 servidores para a carreira de agente de segurança judiciária.

Para ensino médio, além de escrevente técnico judiciário, o órgão conta com necessidades de pessoal para os cargos de agente de fiscalização judiciária (198),  auxiliar de saúde judiciário (14) e técnico de informática judiciário (2).

Por fim, para nível superior, além de oficial de justiça, as carreiras com necessidade são as seguintes: administrador judiciário (10), arquiteto judiciário (10), assistente social judiciário (322), contador judiciário (106), enfermeiro judiciário (10), engenheiro judiciário (11), médico judiciário (3) e psicólogo judiciário (57).

Concurso do TJ SP: o que cai na prova

Todas as seleções do órgão sempre costumam ter a Fundação Vunesp como a banca organizadora. As avaliações objetivas apresentam 100 questões de múltipla escolha, que abordam conteúdos de:

  • língua portuguesa;
  • direito penal, processual penal, processual civil, constitucional, administrativo;
  • normas da CGJ;
  • atualidades;
  • informática;
  • raciocínio lógico e
  • matemática. 

Como segunda etapa, os candidatos convocados realizam teste prático que envolve digitação e formação de texto no Microsoft Word 2010.

Concurso TJ SP: editais anteriores

O último concurso TJ SP para escrevente ocorreu em 2018, com 235 vagas, distribuídas entre as Circunscrições Judiciárias que compõem as 2ª, 3º, 5ª, 6ª, 7ª, 8º, 9ª e 10ª Regiões Administrativas Judiciárias, com sedes nas cidades de Araçatuba, Bauru, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba. O certame tem validade até março de 2020, com prorrogação até março de 2021.

Antes disso, em 2017 foram oferecidos 590 postos nas 1ª e 4ª Regiões Administrativas Judiciárias, que ficam respectivamente na Grande São Paulo e Campinas. O concurso tem validade até dezembro de 2020. 

    

concursosconcursos 2020concursos sp (são paulo)provas anteriores

Comentários

Mais Lidas