Quanto ganha um atleta olímpico? Confira as principais premiações pagas

Veja quanto Rebeca Andrade, Bruno Fratus, Kelvin Hoefler, Italo Ferreira, entre outros atletas receberão por suas medalhas nas Olimpíadas de Tóquio 2020

Douglas Terenciano | douglas@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/08/2021, às 11h46 - Atualizado às 11h51

quanto ganham atletas tóquio
FreePik

Enquanto Rebeca Andrade, Bruno Fratus, Kelvin Hoefler, Italo Ferreira, entre outros atletas do Brasil que ganharam uma medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, muitos brasileiros se questionam sobre o valor das conquistas. Afinal, quanto ganham os atletas que conseguem uma medalha no Japão?

Pelas conquistas, todos os atletas que conseguem uma medalha nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 também rebebem um bom dinheiro do COB (Comitê Olímpico Brasileiro). Os valores são diferentes entre esportes coletivos e individuais. Confira!

Para premiações individuais, como surf, ginástica e skate, o COB paga R$ 250 mil pela medalha de ouro, R$ 150 mil pela medalha de prata e R$ 100 mil para os atletas que conquistam o bronze.

Já para os esportes coletivos, COB oferece valores diferentes, que devem ser divididos entre os atletas em partes iguais. Para equipes com até seis atletas, a quantia é de R$ 500 mil pelo ouro, R$ 300 mil pela medalha de prata e R$ 200 mil para aqueles que conseguem a medalha de bronze.

Para esportes com mais de seis atletas, como futebol, handebol e vôlei, a premiação oferecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro é de R$ 750 mil pela medalha de ouro, R$ 450 mil para a prata e R$ 300 mil pela medalha de bronze.

Curiosamente, o Comitê Olímpico Brasileiro paga valores mais atrativos do que o Comitê dos Estados Unidos. Os norte-americanos receberão entre US$ 15 mil (cerca de R$ 76,2 mil) e US$ 35,5 mil (equivalente a R$ 190,6 mil) pelas medalhas nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, também variando entre esportes coletivos e individuais.

O dinheiro do Comitê Olímpico Brasileiro

Para aqueles que se perguntarem sobre o dinheiro do COB, vale recordar que em 2001, uma lei definiu que até 2% de tudo o que for arrecadado com as loterias federais devem ir para o COB e o Comitê Paralímpico Brasileiro. Esse repasse é feito pela Caixa Econômica Federal.

Além desse repasse, o COB tem outras fontes de receita em patrocínios e repasses do COI (Comitê Olímpico Internacional). É válido destacar que esse incentivo pago aos esportistas brasileiros é muito importante, já que poucos recebem patrocínios de empresas. Aproximadamente 80% dos atletas do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 recebem a Bolsa Atleta, concedida pela União.

Atualmente, o Brasil ocupa a 18ª posição no quadro de medalhas das Olimpíadas de Tóquio 2020, com duas medalhas de ouro, três de prata e cinco de bronze.

empregos

Comentários

Mais Lidas