CIEE lança livro sobre empreendedorismo

O livro Formando Empreendedores, de Luiz Gonzaga Bertelli, presidente executivo do Centro de Integração...

Redação
Publicado em 26/02/2007, às 12h47

O livro Formando Empreendedores, de Luiz Gonzaga Bertelli, presidente executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), é um guia para estudantes que demonstra aos leitores que empreendedorismo não é uma característica apenas de pessoas qua abrem seus próprios negócios, mas também uma qualidade essencial a qualquer pessoa que busque o ascensão profissional.

"Um exemplo é Ozires Silva, ex-presidente da Embraer e da Petrobrás, que não contente em ter realizado um sonho pessoal, que era ingressar na Força Aérea Brasileira, entendeu que o País deveria ter uma fábrica de aviões e mobilizou-se para estimular pessoas a aderir a esse ideal e auxíliá-lo", conta Bertelli. "Com isso fundou a Embraer que, em 1970, iniciou a produção brasileira de aviões."

Suas 90 páginas trazem depoimentos de diversos especialistas, que abordam a realidade do mercado; a relação entre o empreendedorismo dos cidadãos e o desenvolvimento do Brasil; a formação e o perfil do empreendedor; conselhos sobre como vencer os entraves que sempre aparecem em projetos; sistemas de proteção – como incubadoras de empresas -; a importância e o valor da marca, entre outras dicas.

Segundo o autor, a publicação pretende conscientizar os estudantes de que cada pessoa pode ser sujeito do próprio crescimento, por meio do empreendedorismo, seja montando sua própria empresa ou colaborando para o desenvolvimento das companhias em que atuam. "Por isso, distribuímos gratuitamente exemplares, bastando aos interessados solicitá-los pelo e-mail presidente@cieesp.org.br", finaliza.

Sobre o CIEE

Fundado há 42 anos, o Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE é uma organização não governamental (ONG), filantrópica e sem fins lucrativos. Nessas quatro décadas, já inseriu por meio do estágio mais seis milhões de jovens estudantes no mercado de trabalho, contando com a parceria de 140 mil empresas e órgãos públicos. Mantido pelo empresariado, sua atuação se pauta pela legislação específica para o estágio: a Lei 6.494/77 e seu decreto de regulamentação (87.497/82).

Comentários

Mais Lidas