Tudo Sobre

Concurso Profissões e Cursos

Comércio Exterior

Negócios são negócios



Redação
Publicado em 26/10/2007, às 15h13

Profissional atua em empresas e organismos nacionais e internacionais, analisando e gerenciando processos de exportação e importação. Para falar mais sobre essa carreira a seção “Profissões & Cursos” convidou Abdalla Added, coordenador do curso de Administração – Comércio Exterior da Universidade São Judas Tadeu e o consultor e professor de Comércio Exterior e Controles Cambiais da instituição, Marcos Anselmo Paulesini. Veja, a seguir, entrevista completa com esses dois profissionais

Por Rogerio Jovaneli/SP

JC&E – O que faz o profissional de Comércio Exterior?

Abdalla Added – Esse profissional desenvolve ativamente todo o tipo de atividade empresarial das práticas de Comércio Exterior. Ele atua em instituições governamentais, câmaras de comércio, embaixadas e consulados, empresas importadoras, exportadoras, instituições financeiras, portos, aeroportos, despachantes aduaneiros, armazéns, terminais retro-portuários, transportadoras marítimas, rodoviárias e aéreas, trading companies [empresas comerciais exportadoras], seguradoras e empresas de consultoria em Comércio Exterior.

JC&E – Há diferença entre o curso de Comércio Exterior e o de Administração com habilitação em Comércio Exterior?

Abdalla Added – O MEC reconhece o curso de Comércio Exterior como sendo uma habilitação da Administração e a partir de 2007 passou a ser denominado Curso de Administração, linha de formação específica em Comércio Exterior.

JC&E – Qual é o perfil necessário para quem quer se tornar um profissional de Comércio Exterior? Do que é preciso gostar para escolher essa área?

Abdalla Added –É imprescindível gostar de ler e escrever, para ter visão global da economia internacional, conhecer a sistemática de Comércio Exterior, ter uma boa informação de marketing internacional, facilidade de entendimento de estatísticas, fluência nas línguas inglesa e espanhola, boa capacidade operacional como usuário de computador e familiaridade com a legislação dos países com os quais o Brasil mantém negócios.

JC&E – Como é o curso?

Marcos Anselmo Paulesini –Trata-se de um curso perfeitamente adequado às novas necessidades da sociedade brasileira, com uma proposta pragmática da formação em nível superior em um período de quatro anos. Após a sua conclusão, o profissional estará apto a atuar como operador e agente de comércio exterior nos seus diversos segmentos; a conhecer a aplicação das regras do comércio exterior e as políticas cambiais e alfandegárias de diversos países e as formas de incentivos e benefícios, bem como os trâmites aduaneiros e portuários; a interagir com os diversos setores da empresa que participa direta ou indiretamente dos processos de importação e exportação; a aplicar os principais procedimentos de transportes, armazenamento e logística internacional destinada aos processos de exportação e importação.

JC&E – Quais as disciplinas do curso?

Marcos Anselmo Paulesini –Além de disciplinas básicas de Administração, o aluno terá matérias profissionalizantes, tais como Introdução ao Comércio Exterior, Sistemática do Comércio Exterior, Logística do Comércio Exterior, Legislação de Despachos Aduaneiros, Marketing Internacional, Sistema Cambial Brasileiro, Mercado de Capitais, Relações Internacionais, Direito Internacional e Tópicos avançados do Comércio Exterior. Há, ainda, estágio supervisionado obrigatório com carga horária de 360 horas.

JC&E – Como está o mercado de trabalho para esse profissional? Abdalla Added – O mercado está com uma demanda aquecida em virtude do crescimento da participação das empresas no comércio exterior, incentivadas por programas governamentais.

JC&E – Quais as áreas de atuação mais promissoras nessa carreira?

Abdalla Added – Todas as áreas de atuação são promissoras, pois participam ativamente do processo, cabendo ao profissional a opção da escolha conforme as aptidões mais desenvolvidas.

JC&E – Quais os aspectos favoráveis e maiores dificuldades para quem ingressa no mercado de trabalho?

Marcos Anselmo Paulesini –Considero positiva a crescente inserção de novas empresas no comércio exterior, as políticas governamentais de estímulo a pequenas e médias empresas e a desburocratização da atividade. Falta de capacitação adequada para atender a demanda e de fluência nas línguas inglesa e espanhola são as maiores dificuldades.

JC&E – Qual a melhor maneira de iniciar na carreira?

Abdalla Added – Realizando estágios a partir do segundo ano do curso e candidatando-se a vagas de trainees.

JC&E – Qual a remuneração para profissionais de Comércio Exterior?

Abdalla Added – A bolsa-auxílio média para estagiários é de R$.1.000,00. Para profissionais já formados os salários poderão chegar a R$ 20.000,00 dependendo do porte da empresa.

+ Resumo do Concurso Profissões e Cursos

Profissões e Cursos
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio
Faixa de salário:
Organizadora: www.dinamicaconsultoria.com.br

+ Agenda do Concurso

25/10/2008 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas