Tudo Sobre

Concurso Profissões e Cursos

Técnico em Telecom

Melhorando a comunicação



Redação
Publicado em 29/02/2008, às 14h41

Profissional atua em empresas operadoras, fabricantes e prestadoras de serviços no setor de Telecomunicações. Candidato a essa carreira deve ser dinâmico e comunicativo, além de ter facilidade para informática e eletrônica

O Técnico de Telecomunicações é o profissional encarregado de planejar, desenvolver e implantar, sob supervisão, projetos de sistemas de telecomunicações. Ele também atua em processos de produção, comercialização, operação e manutenção nas áreas de comutação, transmissão, recepção, redes e protocolos, telefonia, utilizando instrumentos, ferramentas e aparelhos de medição, segundo normas técnicas, ambientais, de qualidade, saúde e segurança no trabalho e demais padrões estabelecidos.


“O Técnico nessa área trabalha em empresas operadoras, fabricantes e prestadoras de serviços no setor de Telecomunicações”, afirma Odair Destro, coordenador de Estágios dos cursos técnicos da Escola Senai Roberto Simonsen e especialista na área de Telecomunicações.

Perfil

De acordo com Destro, quem quer se tornar um profissional dessa área deve ser dinâmico e comunicativo, além de ter facilidade para informática e eletrônica, segundo ele, fatores indispensáveis para assimilar os conceitos da área.

“Telecomunicações é um segmento extremamente excitante em termos de conhecimentos, em tecnologia e uma carreira muito atraente, possibilitando crescimento pessoal. O nível de inter-relacionamento no ambiente de Telecom é muito grande”, analisa Destro.

Curso

A Escola Senai Roberto Simonsen, localizada no bairro do Brás, em São Paulo/SP (www.senai101.com.br), é uma das instituições que oferece o curso técnico de Telecomunicações.


De acordo com Destro, a modalidade oferecida nessa unidade tem por objetivo qualificar os alunos tecnicamente. “Além disso, buscamos desenvolver competências, tais como compromisso com a qualidade, comprometimento com o trabalho, capacidade de se relacionar em grupo e trabalhar em equipe, fatores indispensáveis e importantes em um mercado cada vez mais exigente e competitivo”, aponta.


Outra unidade do Senai que ministra a modalidade é a de Jaguariúna, no interior do Estado: rua Anézia Venturini Zani, 62. Centro - (19) 3837.3299 e 3837.3317).


Os alunos do curso técnico em Telecomunicações têm contato com as disciplinas Eletricidade, Eletrônica Analógica,Técnicas Digitais, Informática, Desenho Técnico, Desenho de Circuitos Eletrônicos Auxiliado por Computador, Fundamento de Telecomunicações, Linguagem de Programação, Comutação, Transmissão, Relações Humanas, Sistema de Produção e Qualidade, Telemática, Telecomunicações Avançadas, Estruturação de Empresas e Projetos.


O curso do Senai tem duração de dois anos, sendo composto por 1,2 mil horas/aula, mais estágio obrigatório de, no mínimo, 400 horas.


“Não tenho dúvidas de que a melhor maneira de iniciar na carreira é por meio do estágio, que proporciona ao estudante a complementação do ensino e da aprendizagem da fase escolar e possibilita que demonstre todo seu potencial e se torne um valor interessante para o empregador”, destaca o profissional do Senai. “Também recomendo que procure se atualizar na área, realizando cursos de formação continuada existentes na instituição e no mercado”, complementa Destro.

Mercado


Para o coordenador de Estágios da Escola Senai Roberto Simonsen, o mercado de trabalho para Técnicos em Telecomunicações está em crescente evolução, segundo ele com uma oferta de vagas de estágio maior a cada ano. “Entre as áreas promissoras nessa carreira destaco Telefonia Celular e Comunicação de Dados (TI)”, aponta.


Contudo, nem tudo são flores para quem ingressa na profissão, conforme explica Destro: “os Técnicos formados contam com um vasto campo de desenvolvimento profissional e pessoal, porém se defrontam com dificuldades de crescimento dentro das empresas, devido a conceitos de promoção voltados mais para uma valorização de profissionais em cargos administrativos em detrimento daqueles de nível técnico”.


“A média da bolsa-auxílio para um estagiário é de R$ 700, para jornada de seis horas diárias. Já um profissional iniciante recebe aproximadamente R$ 1,2 mil”, informa o profissional do Senai.

Sites indicados

Ao navegar na internet, estudantes e profissionais de Telecomunicações podem atualizar-se sobre o setor. Veja alguns endereços recomendados pelo coordenador de Estágios da Escola
Senai Roberto Simonsen:

www.anatel.gov.br

www.cpqd.com.br

www.ietec.com.br

www.sp.senai.br

www.senai.br


Rogerio Jovaneli/SP

+ Resumo do Concurso Profissões e Cursos

Profissões e Cursos
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Organizadora: www.dinamicaconsultoria.com.br

+ Agenda do Concurso

28/02/2009 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas