MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Processo seletivo para Residência de Enfermagem da Marinha tem edital publicado; veja datas

A seleção é para ingresso no curso de pós-graduação, nível de especialização em Residência de Enfermagem. Curso terá duração de dois anos; saiba mais

Glícia Lopes

Glícia Lopes

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 28/07/2022, às 12h46

Enfermeiras da Marinha do Brasil
Enfermeiras da Marinha do Brasil - Marinha do Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Foi publicado nesta terça-feira (26) o edital para admissão ao Curso de Pós-graduação em nível de especialização, sob a forma de treinamento em serviço para enfermeiros, nos moldes de Residência de Enfermagem (C-EENF). O curso tem duração de dois anos com carga horária de 60 horas por semana.

A formação na modalidade de ensino vai acontecer na Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), conveniada com a Marinha. Já o Treinamento em Serviço ficará por conta do Hospital Naval Marcílio Dias, da Marinha do Brasil.

Serão ofertadas 20 vagas, com concentração nas áreas clínica e cirúrgica da enfermagem. Para se inscrever é necessário ter nascido no Brasil e estar no país no ato da inscrição. Formandos até 28 de fevereiro de 2023 poderão participar da seleção. Além disso, deve-se possuir registro regularizado no Conselho Regional de Enfermagem (COREN), se já formado.

+++ Residência Médica da Marinha: confira a data prevista para o processo seletivo

Quando serão as inscrições?

O Serviço de Seleção do Pessoal da Marinha (SSPM) receberá inscrições para o processo seletivo a partir das 8h do dia 22 de agosto de 2022, terminando este período às 23h59 do dia 05 de setembro de 2022. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet.

Por meio da página do SSPM no endereço eletrônico www.ingressonamarinha.mar.mil.br/ é possível realizar a inscrição, mediante o pagamento da taxa de R$ 200. O pagamento deverá ser realizado até 08 de setembro, três dias após o prazo final para as inscrições.

O que vai cair na prova?

O processo seletivo contará com uma Prova Escrita Objetiva de Conhecimentos Profissionais, que possui caráter eliminatório e classificatório. O exame deve acontecer das 10h30 às 13h30 do dia 05 de novembro deste ano, na cidade do Rio de Janeiro.

O exame vai abordar os seguintes assuntos:

  • Fundamentos da Enfermagem – Técnica básica de enfermagem. Evolução da assistência de enfermagem em busca de uma metodologia: de Florence aos nossos dias; e metodologia do processo de enfermagem. Assistência de enfermagem à necessidade terapêutica: métodos, vias e cuidados na administração de medicamentos; e drogas e soluções.
  • Enfermagem Médico-Cirúrgica – Cuidados de enfermagem ao paciente com problemas nos seguintes aspectos clínicos e de enfermagem: digestivos; cardiovasculares, sanguíneos, linfáticos, renais, endócrinos, brônquios pulmonares, neurológicos, músculo esqueléticos e câncer. Assistência de enfermagem aos seguintes procedimentos: pesquisa de glicose (sangue e urina); insulinoterapia; nebulização; drenagem postural; punção e drenagem pleural; sonda de Black Moore; paracentese abdominal; preparo do paciente para endoscopia; clister opaco e outros exames de RX; preparo do paciente para pielografia; prova de concentração de diluição; biópsia renal; nutrição parenteral; quimioterapia; e balanço hídrico. Assistência de enfermagem na unidade de recuperação pós-anestésica; unidade de tratamento intensivo: equilíbrio ácido básico; o paciente neurológico e neurocirúrgico; afecções cardiorrespiratórias; diálise peritoneal e hemodiálise; pós-operatório de cirurgia cardíaca e manuseio de aparelhos próprios de CTI. Assistência de enfermagem nas emergências: intoxicações, hemorragias; acidentes alérgicos; desidratação; queimaduras; comas; traumatismos crânio-encefálicos; traumatismos abdominais, torácicos e de membros. Assistência de enfermagem nas afecções cirúrgicas: pré, trans e pós-operatório; complicações; aspectos clínicos e de enfermagem; planejamento e organização do Centro Cirúrgico. Técnicas administrativas no controle de infecções hospitalares. O papel da enfermagem no controle da infecção hospitalar.
  • Enfermagem de Saúde Pública – Saúde pública: história natural e prevenção de doenças, principais doenças de notificação compulsória; atividades básicas; equipe de saúde pública; enfermagem de saúde pública; funções do enfermeiro de saúde pública; atuação nos programas de assistência materno-infantil e no controle de doenças transmissíveis e visita domiciliar. Imunizações: indicação; cuidados específicos; conservação e estoque. Consulta de enfermagem nas áreas materno-infantil e de doenças transmissíveis. Estrutura, funcionamento e administração de serviços de saúde pública. Plano decenal de saúde para as Américas. Política Nacional de Saúde. Controle de meio ambiente e saneamento básico: abastecimento d'água; destino de resíduos e controle de vetores. Gerenciamento de Resíduos de Saúde. Saneamento dos alimentos. Programas comunitários, campanhas de vacinação, educação e mobilização comunitária. Programas especiais de saúde pública e indicadores de saúde.
  • Enfermagem Psiquiátrica - Assistência de enfermagem nas patologias: esquizofrenias; neuroses; psicoses; alcoolismo; Toxicomania e geronto psiquiatria. Assistência de enfermagem nas emergências psiquiátricas.
  • Enfermagem Materno-Infantil - Assistência de enfermagem no pré natal, préparto, sala de parto e puerpério. Cuidados com o recém-nato sadio e de alto risco. Assistência de Enfermagem em pediatria: cuidados com a criança portadora de patologias hematológicas, Oncológicas e renais; doenças do trato respiratório e digestivo; desidratação. Emergências Pediátricas.
  • Administração Aplicada à Enfermagem – Gerência de pessoal: Cálculo e distribuição de pessoal de enfermagem nos diferentes setores de um hospital. Planejamento de unidade de enfermagem e de assistência especializada. Registros de Enfermagem. Segurança do paciente e Segurança do trabalhador.
  • Deontologia e Ética de Enfermagem – Legislação de Enfermagem; Humanização Hospitalar; Questões Deontológicas.

Para mais informações, acesse o edital do processo seletivo.

+++ Cura do HIV: homem curado do vírus traz mais esperança sobre o tema

O que é um currículo para a Residência Médica? Eu preciso ter um?

Depois de passar pela graduação, internato, preparação para a residência, chega a prova da residência – praticamente um novo vestibular em que o candidato deve estar muito preparado. Depois de passar pela prova, existe a avaliação de currículo feita por parte das instituições. Para saber como elaborar um bom currículo para a residência médica, veja esse artigo que o Blog Medcel preparou para você estar sempre à frente no seu objetivo. Lá você também confere tudo sobre a área médica, como concursos, especialidades, títulos e notícias da categoria. Aproveite!

+++ Acompanhe as principais informações sobre Saúde no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaques
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.