Tudo Sobre

Concurso Rússia

Medicina e Engenharia a preços reduzidos

Estão abertas 50 vagas para Medicina e outras 50 para Engenharia de Petróleo e Gás em universidades russas.



Redação
Publicado em 16/01/2009, às 15h22

Estudantes de Engenharia e de Medicina que tenham interesse em cursar a graduação no exterior têm agora a sua chance. Estão abertas 50 vagas para o curso de Medicina e outras 50 oportunidades para a área de Engenharia de Petróleo e Gás em universidades russas.

A graduação em Medicina será ministrada em cinco universidades do país – Academia Médica Sechenov de Moscou (MMA); Universidade Amizade dos Povos (RUDN); Universidade Estatal de Moscou (MGU); Universidade Estatal de Belgorod (BelGu) e Universidade Médica Estatal de Kursk. Já o curso de Engenharia de Petróleo e Gás será realizado na Universidade Politécnica de Tomsk (TPU), localizada na Sibéria.

Ao voltar para o Brasil, o estudante deve submeter o diploma adquirido a um processo de reconhecimento em uma universidade brasileira. A boa novidade é que a partir de 2.010, os diplomas das universidades russas passarão a ser reconhecidos em toda União Européia.

Todas as opções são destinadas, preferencialmente, a brasileiros. Os interessados podem entrar em contato e entregar os documentos até o dia 30 de janeiro na Aliança Russa de Ensino Superior – entidade que representa as melhores universidades estatais russas no Brasil e, desde 2005, já enviou mais de 270 brasileiros para estudar na Rússia.

Pós-seleção

Após passar pelas etapas de seleção, os alunos iniciam a Faculdade Preparatória Prolongada (FPP), para o curso realizado em russo. A graduação em Medicina também pode ser feita em inglês. Nesse caso, os alunos realizam a Faculdade Preparatória Normal (FPN).

Em ambos os casos, o principal objetivo é familiarizar os estudantes com o idioma do curso e aplicá-los aos termos técnicos da área escolhida. Após a conclusão, os alunos poderão iniciar o primeiro ano da universidade.

Economia

Os atrativos financeiros são dos principais motivos que atraem novos alunos do Brasil ao país europeu. Em um curso de Medicina em Kursk, por exemplo, o estudante investe por ano US$ 2.600 (cerca de R$ 5.900) para realizá-lo em russo e US$ 3.700 (cerca de R$ 8.400) para concluí-lo em inglês. No Brasil, ele gastaria, por mês, aproximadamente R$ 3.000. Ainda nos valores anuais estão inclusos seguro médico, tutoria acadêmica e benefícios como distribuição de livros e moradia, concedidos pelo governo russo.

Mais informações podem ser obtidas na Aliança Russa de Ensino Superior: (11) 3854-2513/3854-2514/3854-2515.

Luana Almeida

+ Resumo do Concurso Rússia

Rússia
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Educação
Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio
Faixa de salário:
Organizadora: O próprio órgão
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

+ Agenda do Concurso

16/01/2010 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda

Comentários

Mais Lidas