MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Aposentado que precisa de ajuda permanente terá adicional de 25%; Saiba mais

Comissão de Previdência da Câmara aprova projeto que prevê aumento de 25% na remuneração para aposentado que precisa de ajuda permanente; Saiba mais

Idosa sorrindo
Idosa sorrindo - Freepik
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 06/11/2023, às 17h45

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma ótima notícia para o aposentado que precisa de ajuda permanente, foi aprovado pela Comissão de Previdência e Assistência Social da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 10772/18, que prevê aumento em 25% da remuneração nesses casos.  

Atualmente, o adicional é concedido apenas a aposentados por invalidez que necessitem de ajuda permanente. Com a aprovação do projeto, o adicional poderá ser concedido a qualquer aposentado, mesmo por idade ou por tempo de contribuição. 

Além disso, também será pago o adicional nos casos em que o valor total da aposentadoria ultrapasse o teto previdenciário, que hoje está estipulado em R$ 7.507,49. 

Para isso, o aposentado deverá comprovar a necessidade de ajuda de terceiros para realizar atividades básicas da vida diária, como comer, se vestir ou tomar banho.

A relatora do projeto, deputada Benedita da Silva (PT-RJ), argumentou que a medida é justa, pois qualquer aposentado pode, em algum momento da vida, passar por dificuldades que justifiquem a concessão do adicional.

O projeto é de autoria do deputado Vicentinho (PT-SP) e ainda precisa ser aprovado pelo Plenário da Câmara e pelo Senado. A medida também segue o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deu parecer favorável para o mesmo caso, em 22 de agosto de 2018.

+ Como os pequenos negócios estão impulsionando o mercado de trabalho

Saiba como tramita proposta

Após a aprovação na Comissão de Assistência e Previdência Social, o projeto ainda passará por análise, em caráter conclusivo, das comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Normalmente, um Projeto de Lei (PL) tramita na Câmara dos Deputados seguindo algumas etapas específicas. O processo de tramitação envolve várias fases, desde a apresentação do projeto até a sua eventual aprovação ou rejeição. 

Dentre elas, estão a apresentação, o encaminhamento para uma ou mais comissões temáticas. A partir disso, cada comissão irá designar um relator que será responsável por elaborar um parecer sobre o projeto. 

Logo após, o projeto é discutido e votado na comissão que está tramitando. Se aprovado, é encaminhado para a próxima comissão relacionada ao assunto. Após passar por todas as comissões, o projeto é encaminhado para o plenário da Câmara dos Deputados. Lá, os deputados discutem o projeto, apresentam emendas e votam sua aprovação ou rejeição.

Se o projeto for aprovado na Câmara, ele é encaminhado ao Senado Federal, onde passará pelas mesmas etapas de tramitação (comissões, parecer, discussão e votação). Caso o projeto seja aprovado tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado, ele é enviado ao presidente da República para sanção ou veto.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.