MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Cadastro Único lança novo aplicativo e supera 200 mil usuários. Veja vantagens

É por meio do Cadastro Único que o cidadão pode, por exemplo, ter acesso à tarifa social para pagar menos conta de luz ou receber o Auxílio Brasil, atualmente com valor mínimo de R$ 400

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 07/04/2022, às 17h42

Cadastro Único: mulher escolhe aplicativo no celular
Cadastro Único: mulher escolhe aplicativo no celular - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

O recém-lançado aplicativo do Cadastro Único já registra cerca de 200 mil downloads em disositivos móveis. O app facilita a entrada de famílias de baixa renda nos programas sociais dos governos federal, estadual, municipal ou distrital. É por meio do CadÚnico que o cidadão pode, por exemplo, ter acesso à tarifa social para pagar menos conta de luz ou receber o Auxílio Brasil, atualmente com valor mínimo de R$ 400.

Contudo, é possível apenas atualizar ou iniciar o cadastro no app. Feito o pré-cadastro, o cidadão interessado em ingressar no CadÚnico precisa comparecer, em até 120 dias, ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo ou a um dos postos de atendimento do CadÚnico para complementar os dados. Até o momento, já foram feitos mais de 42 mil pré-cadastros e mais de 21 mil atualizações cadastrais no aplicativo do Cadastro Único, conforme divulgou o governo federal na tarde desta quinta-feira (6).

Com o lançamento do app, o objetivo do Ministério da Cidadania é dar mais qualidade às informações cadastrais, pois poderá ser realizado o cruzamento periódico e automático da base de dados do Cadastro Único com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Entre as vantagens da iniciativa estão:

  • mais acesso ao CadÚnico;
  • maior transparência;
  • melhor integração das bases de dados federais;
  • mais conectividade dos pontos de cadastramento;
  • aprimoramento da comunicação com o cidadão

Funcionalidades do aplicativo do Cadastro Único

Atualmente, existem mais de 80 milhões de pessoas registradas no Cadastro Único, uma ferramenta social que serve para identificar e conhecer as pessoas e famílias mais vulneráveis do país e, assim, ajudar o Governo Federal a desenvolver políticas públicas.

Além do pré-cadastro ou atualização de dados, o app CadÚnico também permite consultar dados como o Número de Identificação Social (NIS), código familiar, situação cadastral, data da última atualização e data limite para uma nova atualização cadastral. Além disso, são exibidos os dados do domicílio, família e de identificação do responsável pela unidade familiar e dos demais integrantes. O aplicativo pode ser baixado em celular ou tablet com sistemas operacionais Android e iOS.

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

Fazem jus à ajuda financeira o seguinte grupo:

  • famílias em situação de extrema pobreza, com renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a R$ 105;
  • famílias em situação de pobreza, com renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 e R$ 210, desde que tenha gestantes, nutrizes ou pessoas com idade até 21 anos.

O Governo Federal considera como família o núcleo composto por uma ou mais pessoas que formem um grupo doméstico, com residência no mesmo domicílio e que contribuam para o rendimento ou que dele dependam para atendimento de suas despesas.

+Saiba como se cadastrar no Auxílio Brasil. Confira os documentos necessários

Quem tem direito à Tarifa Social de Energia Elétrica?

De acordo com o Ministério de Minas e Energia, tem direito à tarifa social as casas classificadas na Subclasse Residencial Baixa Renda que atendam as seguintes condições:

  • moradores pertençam a uma família inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal; e
  • renda familiar mensal per capita seja menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou
  • algum dos moradores receba o benefício de prestação continuada da assistência social.

Excepcionalmente, também pode ser beneficiada com o desconto na conta de luz a unidade consumidora habitada por família inscrita no CadÚnico e com renda mensal de até 3 salários mínimos. Nesse caso, algum membro deve ser portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico pertinente requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos. Veja mais detalhes sobre como obter a tarifa social aqui.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.