MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Conta de luz ficará 12% mais cara em 24 cidades de São Paulo; Veja em quais

Cerca de 7,6 milhões de imóveis da capital e mais 23 municípios do Estado de São Paulo vão receber conta de luz mais cara a partir de julho. O reajuste foi aprovado hoje (28) pela Aneel

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 28/06/2022, às 19h24

Conta de luz mais cara em SP: lâmpada acesa
Conta de luz mais cara em SP: lâmpada acesa - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Cerca de 7,6 milhões de casas do Estado de São Paulo vão receber conta de luz mais cara a partir de julho. O aumento médio de 12% será aplicado aos consumidores da empresa Enel Distribuição, que fornece energia elétrica para 24 municípios paulistas. O reajuste foi aprovado nesta terça-feira (28) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Imóveis abastecidos com alta tensão, em geral indústrias e grandes comércios, vão pagar 18,03% a mais. Em contrapartida, às residências de baixa tensão será cobrado valor 10,15% superior. A alta da inflação, os encargos setoriais, como a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), e os custos de compra de energia durante a crise hídrica de 2021 foram os fatores responsáveis pelo aumento, segundo a Enel.

Veja abaixo a lista com as 24 cidades que serão impactadas pela medida:

  • Barueri
  • Cajamar
  • Carapicuíba
  • Cotia
  • Diadema
  • Embu
  • Embu Guaçu
  • Itapecerica da Serra
  • Itapevi
  • Jandira
  • Juquitiba
  • Mauá
  • Osasco
  • Pirapora do Bom Jesus
  • Ribeirão Pires
  • Rio Grande da Serra
  • Santana de Parnaíba
  • Santo André
  • São Bernardo do Campo
  • São Caetano do Sul
  • São Lourenço da Serra
  • São Paulo
  • Taboão da Serra
  • Vargem Grande Paulista

+Ao reduzir ICMS da gasolina, Bolsonaro retira orçamento da Saúde e Educação; Entenda

Entenda as bandeiras tarifárias

Na semana passada, a Aneel anunciou novos valores para as bandeiras tarifárias. Segundo a agência, a alta reflete a inflação e o maior custo com as usinas termelétricas em 2022, acionadas em momentos de crise hídrica. Os novos valores serão revisados em meados de 2023, quando poderão sofrer alterações. São eles:

  • Bandeira verde: sem cobrança adicional;
  • Bandeira amarela: +59,5%, de R$ 18,74 para R$ 29,89 por megawatt-hora (MWh);
  • Bandeira vermelha patamar 1: +63,7%, de R$ 39,71 para R$ 65 por megawatt-hora (MWh);
  • Bandeira vermelha patamar 2: +3,2%, de R$ 94,92 para R$ 97,95 por megawatt-hora (MWh).

A bandeira que tem o menor valor é a verde, aplicada desde abril. Porém, caso ocorra nova escassez hídrica ou qualquer fator que aumente o custo de produção de energia elétrica, a conta de luz pode ficar até 64% mais cara, conforme aumento dos valores adicionais aprovados pela Aneel.

+Alimentos diários dos atletas de alta performance; saiba como usar para melhorar o rendimento

Conta de luz com tarifa social

A Tarifa Social de Energia Elétrica é um benefício concedido pelo Governo Federal às pessoas de baixa renda. Por meio dele, o cidadão recebe desconto de 10 a 65% no valor mensal da conta de luz, dependendo da faixa de consumo. De acordo com o Ministério de Minas e Energia, têm direito ao benefício as casas classificadas na Subclasse Residencial Baixa Renda que atendam as seguintes condições:

  • moradores pertençam a uma família inscrita no Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal; e
  • renda familiar mensal per capita seja menor ou igual a meio salário mínimo nacional; ou
  • algum dos moradores receba o benefício de prestação continuada da assistência social.

Excepcionalmente, também pode ser beneficiada com o desconto na conta de luz a unidade consumidora habitada por família inscrita no CadÚnico e com renda mensal de até 3 salários mínimos. Nesse caso, algum membro deve ser portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico pertinente requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos. Não precisa fazer cadastro. Basta estar registrado no CadÚnico para ser automaticamente selecionado pelo governo para pagar menos na conta de luz.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos. 

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.