MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Deputados pedem demissão imediata do presidente da Caixa Econômica; Mourão cobra apuração

Pedro Guimarães coleciona uma série de episódios nos quais constrange funcionárias e faz convites com teor sexual no cotidiano da Caixa Econômica; confira

Pedro Miranda* | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 28/06/2022, às 21h22

Pedro Guimarães coleciona uma série de episódios nos quais constrange funcionárias e faz convites com teor sexual no cotidiano da Caixa Econômica
Pedro Guimarães coleciona uma série de episódios nos quais constrange funcionárias e faz convites com teor sexual no cotidiano da Caixa Econômica - Agência Brasil
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

As denúncias de assédio sexual contra o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, já estão repercutindo no Congresso Nacional. O caso foi revelado nesta terça-feira (28) pela coluna de Rodrigo Rangel, no Metrópoles. De acordo com a reportagem, Pedro coleciona uma série de episódios nos quais constrange funcionárias e faz convites com teor sexual durante viagens do programa Caixa Mais Brasil e cotidiano dentro da instituição bancária.

A postura do presidente da Caixa Econômica só veio a público, após um grupo de colaboradoras decidir romper o silêncio e denunciar as situações pelas quais passaram na instituição. As cinco mulheres teriam concordado em ser entrevistadas sob condição de anonimato. A denúncia foi feita no fim do ano passado e a investigação no Ministério Público está andamento de forma secreta.

Diante da situação, deputados da oposição estão exigindo a demissão imediata de Guimarães por parte do governo, alegando que ele não tem mais condições de continuar no comando do banco dada a força das declarações das vítimas.

+++Presidente da Caixa Econômica é investigado por denúncias de assédio sexual contra funcionárias

Mourão cobra apuração de denúncias contra presidente da Caixa Econômica

O vice-presidente Hamilton Mourão cobrou uma investigação sobre denúncias de assédio sexual por funcionários de bancos públicos contra o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. “Que seja apurado a veracidade”, disse Mourão à coluna de Rodrigo Rangel, ponderando que não comentaria o teor das denúncias revelados pela reportagem.

A deputada Maria do Rosário (PT-RS), ex-ministra dos Direitos Humanos do governo do PT, disse que o governo Bolsonaro “tem como marca o desrespeito às mulheres''. Maria do Rosário destacou a postura do presidente da Caixa Econômica como terrível e que ele estaria “fazendo uso do poder contra servidoras”. “Mas nada nesse governo surpreende mais. Precisa ser demitido de imediato. E minha solidariedade a essas mulheres”.

Estagiário sob supervisão do jornalista Jean Albuquerque

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.