Dose de Reforço: quando posso tomar a terceira dose da vacina contra a Covid-19?

Com o avanço da variante Ômicron do novo coronavírus, o Governo Federal diminuiu o tempo de espera para a dose de reforço da vacina contra a Covid-19; confira qual é o intervalo e saiba se chegou a sua vez

Mylena Lira | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 13/01/2022, às 17h07 - Atualizado às 18h15

Profissional da saúde segura seringa e dose de vacina contra a Covid-19
Profissional da saúde segura seringa e dose de vacina contra a Covid-19 - Divulgação

O Brasil registra mais de 22,7 milhões de casos de Covid-19. Desse total, 620.641 pessoas perderam suas vidas por conta da doença. Só nas últimas 24 horas, o país registrou 133 mortes e 87.471 novos casos, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Nesse cenário, somado ao surto de gripe, é importante receber a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

Nos dias 10 e 11 de janeiro, a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) registrou dois recordes consecutivos de testagem, segundo reportagem da CNN Brasil. Mais de 150 mil pessoas fizeram o exame e o resultado foi positivo em 36,63% dos casos. Essa foi a taxa mais elevada identificada em um único dia desde o início da pandemia.

Com o avanço da variante Ômicron do novo coronavírus, o Governo Federal reduziu em um mês o intervalo necessário entre a segunda dose e a dose de reforço da imunização contra a Covid-19. Agora, ao invés de esperar cinco meses, o reforço deve ser recebido após quatro meses.

"A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco", afirmou o ministro da saúde Marcelo Queiroga em seu perfil numa rede social.

O tempo de espera para aqueles que receberam apenas uma dose da Janssen é de dois meses. Inicialmente, estava prevista uma dosagem única dessa vacina, mas ela teve a bula reformulada para ajudar na campanha de imunização.

Quem deve tomar a dose de reforço contra a Covid-19?

Independentemente do laboratório responsável pelo imunizante das primeiras doses (Coronavac, AstraZeneca, Pfizer ou Janssen), todas as pessoa com mais de 18 anos devem tomar o reforço, respeitando o período de intervalo indicado. Além disso, quem tomou apenas uma dose deve retornar aos postos de saúde para completar o ciclo vacinal.

A vacina da Pfizer foi a escolhida para ser utilizada como dose de reforço, a patir de orientações da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (Secovid). A opção por essa vacina levou em consideração o aumento da resposta imunológica no esquema heterólogo. Todavia, os imunobiológicos da Janssen e AstraZeneca também poderão ser utilizados de forma alternativa.

*com informações do Ministério da Saúde

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos.

SociedadeBrasil

Comentários

Mais Lidas