MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Ex-STF, conheça Ricardo Lewandowski, novo ministro da Justiça do governo Lula

Presidente Lula (PT) anunciou nesta quinta-feira (11) que o ex-ministro do STF Ricardo Lewandowski assumirá o cargo de ministro da Justiça e Segurança

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anuncia Ricardo Lewandowski como ministro da Justiça e Segurança Pública em substituição a Flávio Dino
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anuncia Ricardo Lewandowski como ministro da Justiça e Segurança Pública em substituição a Flávio Dino - Marcelo Camargo - Agência Brasil
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 11/01/2024, às 13h40

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou em pronunciamento no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (11), que Ricardo Lewandowski, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), assumirá o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública

Essa nomeação ocorre em substituição a Flávio Dino, indicado por Lula para ocupar a vaga deixada pela aposentadoria compulsória da ex-ministra Rosa Weber, que completou 75 anos em outubro do ano passado.

📲 Junte-se ao canal de notícias do JC Concursos no WhatsApp

Lula expressou sua satisfação com as duas indicações, destacando que tanto a escolha para a Suprema Corte quanto para a pasta da Justiça são marcos significativos em seu primeiro ano de mandato.

Segundo o presidente, Flávio Dino desempenha um serviço extraordinário ao país e à Justiça brasileira, sendo homologado pelo Congresso para assumir o cargo de ministro do STF a partir de 22 de fevereiro.

+ Desempregados poderão contribuir para a Previdência com apenas 5% do seguro-desemprego

Conheça Lewandowski

Ao deixar o STF, no último dia 11 de abril de 2023, Lewandowski falou sobre o que esperava de quem iria assumir o seu lugar. "Penso que meu sucessor deverá ser fiel à Constituição, fidelíssimo à Constituição, aos direitos e garantias fundamentais nas suas várias gerações, mas precisa ser, antes de mais nada, corajoso e enfrentar as enormes pressões que um ministro do STF tem que enfrentar no seu cotidiano", defendeu. 

O ex-ministro do STF, chegou a ser desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e juiz do Tribunal de Alçada Criminal do estado.

Ele chegou no topo da carreira jurídica em março de 2006, sendo empossado como ministro do Supremo para ocupar a vaga do ministro Carlos Velloso, indicado pelo presidente Lula (PT). Lewandowski foi recomendado por Márcio Thomaz Bastos, recebendo apoio da primeira dama à época, Marisa Letícia. 

Chegou a comandar o STF de 2014 a 2016. Em 2016, presidiu o Senado, quando era presidente do STF, no julgamento do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Atualmente vice-presidente da Corte, chegou a presidir nas eleições de 2010, o Tribunal Superior Eleitoral, quando a Lei da Ficha Limpa entrou em vigor.  

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.