Fies: renegociação das dívidas pode beneficiar mais 1 milhão de estudantes

De acordo com o MEC, um pouco menos da metade dos estudantes do Fies tem dívidas com mais de um ano, que somados chega a R$ 35 bilhões

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 07/01/2022, às 08h58

Fies: renegociação das dívidas pode beneficiar mais 1 milhão de estudantes
Fies: renegociação das dívidas pode beneficiar mais 1 milhão de estudantes - Agência Brasil

No final de de 2021, o governo Jair Bolsonaro (PL) publicou uma Medida Provisória (MP) que permite e estabelece regras para a renegociação de dívidas com origem do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Essa medida pode beneficiar mais de 1 milhão de estudantes, que somados têm um valor de R$ 35 bilhões em dívidas com o governo. A medida provisória irá facilitar o pagamento dos débitos atrasados, mas ainda precisa de um decreto de regulamentação para entrar em vigor.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), há 2,6 milhões de contratos ativos no Fies, abertos até 2017, com saldo devedor de R$ 82,6 bilhões. Com a crise econômica no Brasil, um pouco menos da metade dos contratos ativos, 48,8% ou 1,07 milhão de estudantes, estão inadimplentes há mais de um ano. 

"Resolvemos acertar com a Economia, com o Ministério da Educação, abater completamente os juros e, quando vai para o principal [da dívida], abater 92% de desconto. Isso vai atingir em torno de 550 mil estudantes que estão no Cadastro Único ou Auxílio Emergencial. Então, eles terão que pagar, tirando o juros, 8% do principal apenas e ainda pode ser parcelado isso daí. Grande oportunidade de pessoas se verem livres do Banco do Brasil e da Caixa Econômica. Livre no tocante a dívidas. E outros 520 mil atende os demais casos que têm dívidas também, mas o desconto vai ser um pouco menor, em vez de 92%, [será] de 86,5%", afirmou Bolsonaro durante a live de quinta (06).   

Confira o trecho da live do presidente sobre o Fies, entre os minutos 4:35 até 6:04:

Segundo o MEC, há 548 mil estudantes com contratos do Fies que estão incluídos no CadÚnico ou que receberam Auxílio Emergencial. Os demais estudantes inadimplentes somam outros 524,7 mil contratos de financiamento.  

A renegociação de dívidas do programa deverá ser realizada por meio dos canais de atendimento que serão disponibilizados pelos agentes financeiros do programa. Apesar de estar em vigor desde a semana passada, a MP ainda precisará ser aprovada em definitivo pelo Congresso Nacional em até 120 dias após o fim do recesso legislativo, que termina em fevereiro.

Saiba mais sobre o Fies

O Fies é um programa do governo federal destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. As inscrições para o Fies ocorrem duas vezes por ano, antes do início das aulas em cada semestre. 

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre benefícios sociais e educação no JC Concursos

Comentários

Mais Lidas