MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Fraude no concurso da Polícia Penal do DF: PCDF investiga crime em quatro estados

A PCDF cumpriu hoje (9) 33 mandados de busca e apreensão em operação deflagrada para investigar suposta fraude no concurso da Polícia Penal do DF. Criminosos podem pegar 15 anos de prisão

Policiais civis cumprem mandado de busca e apreensão nesta manhã
Policiais civis cumprem mandado de busca e apreensão nesta manhã - Divulgação/PCDF
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 09/03/2023, às 15h01 - Atualizado às 15h47

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) deflagrou na manhã desta quinta-feira, 9 de março de 2022, a Operação Reação em Cadeia, que visa investigar suposta fraude no concurso da Polícia Penal do DF. Lançado em 2022, o processo seletivo está nas etapas finais.

Ao todo, foram cumpridos 33 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e outros três estados: Pernambuco, Paraíba e Bahia. O objetivo da ação foi recolher documentos, aparelhos de telefonia celular dos suspeitos e outras provas, a fim de subsidiar as investigações que já estão em curso.

A operação partiu de informações repassadas pela Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal (SEAPE). O órgão constatou, por meio de levantamentos, que alguns candidatos teriam burlado a isonomia do concurso e se beneficiado indevidamente para a aprovação no certame.

Contudo, a PCDF não revelou mais detalhes sobre como a fraude foi executada. Ao todo, 240 policias civis participaram da operação, que contou com o apoio e a atuação da Diretoria de Inteligência (Dintel) e do Comando de Operações e de Recursos Especiais (Core), da PCPE, e da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), da PCPB.

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de:

  • Recife (PE) e região metropolitana;
  • Caruarú (PE);
  • Toritama (PE);
  • Vitória de Santo Antão (PE);
  • João Pessoa (PB);
  • Campina Grande (PB);
  • Jacobina (BA); e
  • Brasília (DF).

Segundo a PCDF, os envolvidos podem responder e serem punidos pela prática de três crimes, sendo eles os crimes de fraude a certame de interesse público, organização criminosa e falsificação de documento público. Comprovada a fraude e sobrevindo condenação por esses delitos, a pena, somada, chega a 15 anos de prisão.

Saiba mais sobre o concurso Polícia Penal do DF

O edital da seleção foi lançado em 2022 e a prova objetiva foi aplicada em julho do ano passado para mais de 40 mil candidatos. O certame visa preencher 1.179 vagas para o cargo de policial penal, sendo 400 para provimento imediato e 779 para formação de cadastro reserva.

O processo seletivo segue em curso. Já foram vencidas as fases de Avaliação Biopsicosocial e Procedimento de Heteroidentificação, cujos resultados foram divulgados em 8 de fevereiro de 2023.

Neste momento, encontra-se em andamento o Teste de Aptidão Física, agendado para ocorrer entre os dias 25 de fevereiro e 5 de março, conforme edital publicado em 1º de fevereiro. No mesmo dia, também houve a convocação para a Sindicância da Vida Pregressa e a Prova de Aptidão Psicológica. Por fim, os interessados deverão vencer, ainda, o Curso de Formação Profissional.

A banca organizadora é o Instituto AOCP e, até o momento, não divulgou qualquer comunicado na página oficial do concurso Polícia Penal do DF sobre a fraude e uma possível suspensão do certame. Os aprovados vão receber salário inicial de R$ 5.445,00.

PCDF combate fraude em concurso público desde 2015

A operação é mais uma da série de investigações realizadas desde o ano de 2015 pela PCDF sobre fraudes que buscam a aprovação de candidatos em concursos públicos. Em operações anteriores da PCDF (Panoptes e Magister) e em suas várias fases, também foram identificadas fraudes nos concursos públicos dos seguintes órgãos:

  • Superior Tribunal de Justiça (STF);
  • Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF);
  • Secretaria de Educação do DF (SEDF);
  • Secretaria de Saúde do DF (SSDF);
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq); e
  • Ministério Público da União (MPU).

Ao todo, mais de 70 pessoas já foram indiciadas, entre membros da organização criminosa, responsáveis pelas fraudes, pessoas que prestaram algum tipo de auxílio e funcionários públicos aprovados irregularmente em concursos.

+++O JC disponibiliza mais informações na página do concurso Polícia Penal do DF.

Siga o JC Concursos no Google News

+ Resumo do Concurso Polícia Penal DF 2023

Polícia Penal do Distrito Federal
Vagas: 1179
Taxa de inscrição: De R$ 175,00
Cargos: Policial penal
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 5445,00
Organizadora: AOCP
Estados com Vagas: DF

+ Agenda do Concurso

16/05/2022 Abertura das inscrições Adicionar no Google Agenda
20/05/2022 Encerramento das inscrições Adicionar no Google Agenda
03/07/2022 Prova Adicionar no Google Agenda
04/07/2022 Divulgação do Gabarito Adicionar no Google Agenda
04/07/2023 Divulgação do Resultado Adicionar no Google Agenda
concursos publicosconcursos df (distrito federal)concursos abertosconcursos 2024

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.