MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Lula lidera nova pesquisa eleitoral, mas saída de Moro favorece Bolsonaro. Entenda

Segundo o último levantamento da PoderData, quase um terço dos eleitores que votaram no Bolsonaro em 2018 pretendem repetir o ato nas eleições de 2022'

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 18/04/2022, às 09h15

Lula x Bolsonaro
Lula x Bolsonaro - Divulgação Redes Sociais
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

A pesquisa PoderData, do portal Poder 360, indica que a maioria dos votos herdados do ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil), que desistiu da pré-candidatura, foram para o atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Com o principal rival à direita fora da disputa, Bolsonaro poderá ter o voto 62% das pessoas que votaram nele nas últimas eleições presidenciais em 2018.

Sem Moro, o presidente avançou 15 pontos percentuais na pesquisa PoderData. Por outro lado, apesar de estar na oposição do espectro político de Bolsonaro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conta com 17% dos votos bolsonaristas em 2018, que teve apenas uma redução de 3 p.p. em relação a última pesquisa.

Vale destacar também a proporção das intenções de votos de quem votou em branco ou nulo no segundo turno em 2018. Segundo a pesquisa, 14% de quem votou em branco ou nulo tem a preferência de Bolsonaro, enquanto que Lula tem a preferência de 33% de parte desse eleitorado.  

+Eleições 2022: Lula vence em mais Estados do que Bolsonaro, aponta projeção

Mesmo com este cenário mais favorável para Bolsonaro, Lula continua na frente em relação às intenções de votos, com 40%. O atual presidente disparou para 35%. Na terceira posição, Ciro Gomes (PDT) conta com 7% e o restante dos candidatos tem menos de 1%. 

A pesquisa PoderData foi realizada entre os dias 10 a 12 de abril. Foram entrevistadas 3 mil pessoas com 16 anos de idade ou mais em 322 municípios nas 27 unidades da Federação. Foi aplicada uma ponderação paramétrica para compensar desproporcionalidades nas variáveis de sexo, idade, grau de instrução, região e renda. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. 

As entrevistas foram realizadas por telefone (para linhas fixas e de celulares), por meio do sistema URA (Unidade de Resposta Audível), em que o entrevistado ouve perguntas gravadas e responde por meio do teclado do aparelho. O intervalo de confiança do estudo é de 95%.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.