MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Mais de 500 mil aguardam por perícia do INSS; Veja como agendar online

Segundo o ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, está sendo articulado um mutirão para reduzir a fila de espera pela perícia do INSS para obter benefícios previdenciários

Prédio da Previdência Social
Prédio da Previdência Social - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 19/02/2023, às 21h01

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, informou na última sexta-feira (17) que está sendo articulado um mutirão para reduzir a fila de espera pela perícia do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para obter benefícios previdenciários, como o auxílio-doença. Ao todo, são mais de 500 mil no aguardo.

De acordo com Lupi, o mutirão deve ser iniciado em março e com prioridade em três estados do Nordeste que concentram as maiores filas de espera. São eles: Bahia, Ceará e Pernambuco. “Vai começar pelo tamanho da demanda, por onde está a maior fila. Sei que isso ocorre no Nordeste, na Bahia, Ceará e Pernambuco, os três estados mais graves, principalmente no interior, onde a perícia não está chegando por escassez de peritos”, afirmou.

A expectativa do governo é que, até dezembro, o tempo médio de espera por uma perícia médica caia para 45 dias. O ministro ressaltou que até 40 dias é um prazo normal de espera, não é considerado fila. "Quero que até dezembro não tenha ninguém fora do prazo máximo”, disse.

+Restituição do IR 2022: cerca de 179 mil vão receber R$ 250 milhões em lote residual

Saiba como obter benefício sem perícia do INSS

Se você está na fila de espera do INSS, saiba que é possível dar entrada no auxílio-doença sem perícia e o melhor: de forma totalmente digital, sem precisar comparecer em uma das agências do INSS.

O auxílio-doença, na verdade, agora se chama auxílio por incapacidade momentânea e é destinado aos segurados da Previdência Social impossibilitados momentaneamente de trabalhar ou exercer as atividades laborais em decorrência de doença ou acidente.

É permitido pedir o benefício de forma online, pelo próprio celular, apenas se o prazo para realização da perícia médica no INSS estiver superior a 30 dias na sua cidade. Além disso, essa facilidade não está disponível para os casos de incapacidade acidentários - aqueles em decorrência de um acidente do trabalho ou doença ocupacional.

A nova regra dispensa a realização de perícia porque o cidadão vai enviar o atestado ou laudo médico da doença via aplicativo e a análise, ao invés de ser feita presencialmente, será feita de maneira remota por um perito médico federal. Para isso, os documentos precisam estar legíveis e não podem conter rasuras. Devem conter, ainda:

  • nome completo do requerente;
  • data da emissão do documento (que não poderá ser superior a 30 dias da data de entrada do requerimento via app);
  • informações sobre a doença ou CID (classificação da doença);
  • assinatura e carimbo do profissional com o registro do Conselho de Classe; e
  • data de início e prazo estimado do afastamento.

+Chuvas fortes provocam alagamentos em várias cidades; Saiba como se proteger nessa situação

Veja o passo a passo para fazer o pedido online

Para conseguir o pagamento sem passar por perícia presencial, basta seguir o passo a passo indicado abaixo, conforme orientação do Ministério do Trabalho e Previdência:

  1. Acesse o aplicativo Meu INSS;
  2. Faça login no sistema e escolha a opção “Agendar Perícia”;
  3. Escolha a opção “Perícia Inicial” e depois “Selecionar”;
  4. Caso os documentos médicos estejam conforme as orientações e você queira o atendimento a distância, clique que em “Sim”, depois em “Continuar”;
  5. Responda a pergunta sobre acidente de trabalho e clique em “Continuar”;
  6. Leia as informações e clique em “Avançar”;
  7. Informe os dados de contato, responda às perguntas sobre os
    documentos médico, anexe os documentos de identificação
    e laudo médico;
  8. Ao digitar o CEP da localidade, aparecerão as unidades de atendimento mais
    próximas;
  9. Selecione uma agência e clique em “Avançar”. Nas situações em que for permitido a realização do serviço pela análise documental, você será direcionado para a tela de escolha do local de recebimento de seu pagamento e finalização do pedido;
  10. Se a agência selecionada não tiver esse serviço e, a depender das informações prestadas no requerimento, será necessário realizar perícia presencial. Nesse caso, o Meu INSS abrirá um alerta de “AGÊNCIA ABERTA”. Clique em “Avançar” e escolha o local e a data de atendimento;
  11. Acompanhe o andamento pelo Meu INSS, na opção “Resultado de Requerimento/Benefício por Incapacidade”.

Os benefícios concedidos por meio da análise de atestado não poderão ter duração superior a 90 dias, ainda que de forma não consecutiva. Um eventual novo pedido de benefício por meio da análise de atestado online só será possível após 30 dias da última avaliação. Caso o auxílio-doença não seja concedido por não atendimento aos requisitos, o segurado deve agendar uma perícia média presencial.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.