Confiança do consumidor cai 0,4 em agosto motivado pelo aumento da inflação

A queda no índice interrompe uma série de quatro aumentos consecutivos da confiança do consumidor

Redação
Publicado em 25/08/2021, às 10h18

None
Rovena Rosa/Agência Brasil

O ICC (Índice de Confiança do Consumidor) recuou 0,4 ponto de julho para agosto de 2021, o índice é medido pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Esta é a primeira queda do ICC, após quatro altas consecutivas, que atingiu o patamar de 81,8, em uma escala de zero a 200, número considerado baixo se comparado com a média histórica da FGV.

“Há maior dificuldade entre os consumidores de menor poder aquisitivo, que enfrentam uma combinação de desemprego e inflação elevados e de crescimento do endividamento nos últimos meses. A confiança dos consumidores de maior poder aquisitivo, que tem oscilado em níveis mais elevados, também recuou em agosto, possivelmente em função do aumento da incerteza em relação à pandemia com o avanço da variante Delta no país”, disse a pesquisadora da FGV Viviane Seda Bittencourt.

A queda foi motivada pelo Índice da Situação Atual, que mede a confiança do consumidor brasileiro no presente e que cedeu 1,1 ponto, atingindo 69,8 pontos. A satisfação com a situação atual das finanças familiares caiu 2,8 pontos.

O Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, ficou praticamente estável, ao variar 0,1 ponto. Este sub índice ficou em 90,9 pontos em agosto.

*trechos com reprodução da Agência Brasil

Comentários

Mais Lidas