MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Ministro da Previdência pede recursos para Haddad para diminuir filas no INSS

Segundo Lupi, a expectativa do governo federal é eliminar a fila do INSS até o fim do ano e que deve avaliar grande parte dos casos nos próximos 45 dias

Ministro da Previdência pede recursos para Haddad para diminuir filas no INSS
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 24/04/2023, às 23h03

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O ministro da Previdência Social, Carlos Lupi, reuniu-se com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, nesta segunda-feira (24), para solicitar verbas com o objetivo de cumprir a promessa de campanha eleitoral de acabar com as filas na concessão de aposentadorias, auxílios e pensões. 

Segundo Lupi, para zerar as filas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o governo precisa fazer uma suplementação orçamentária e conceder até 900 mil benefícios a mais do que o previsto, visando zerar a fila até o ano de 2023.

+Ministério da Saúde amplia público para dose de reforço da vacina contra Covid-19

De acordo com o ministro da Previdência, os recursos estão previstos e orçados para o crescimento vegetativo estimado de 1,1 milhão de beneficiários por ano. No entanto, é necessário encontrar uma solução para o pagamento de mais 800 mil a 900 mil benefícios adicionais, o que representa um desafio para o Orçamento. O valor dos benefícios varia e é preciso avaliar o peso de cada benefício na fila, ressaltou o ministro.

Lupi também destacou a falta de médicos peritos como um dos motivos para a demora nas filas do INSS. Atualmente, existem cerca de 3,5 mil médicos peritos trabalhando, o que acarreta em dificuldades na realização de exames médicos para avaliar a condizência de licenças médicas e aposentadorias por invalidez.

"Essa não é uma questão simples de resolver. Existem vários tipos de problemas diferentes. Você tem a perícia. A pessoa está de licença médica, e os peritos avaliam se aquela licença é condizente. São pessoas que pedem aposentadoria por invalidez e precisam fazer um exame médico para isso", explicou Lupi.

+Redes sociais provoca cansaço mental. Aprenda a como evitar perfis tóxicos

O ministro reiterou seu compromisso de eliminar a fila do INSS até o fim do ano e prometeu que todos os processos de pedidos de benefícios serão decididos em até 45 dias, prazo tradicional de análise do INSS. No entanto, o desafio de conseguir recursos para a suplementação orçamentária e a contratação de mais médicos peritos ainda é um obstáculo a ser superado para alcançar esse objetivo.

A redução das filas do INSS é uma demanda importante para garantir o acesso dos beneficiários aos seus direitos previdenciários de forma ágil e eficiente. A busca por recursos e ações para agilizar o processo de concessão de benefícios, incluindo a contratação de mais médicos peritos, são passos fundamentais para alcançar esse objetivo e melhorar a qualidade do atendimento oferecido pelo INSS aos cidadãos. 

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.