MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Neymar perde mais de R$ 5 milhões em NFTs e criptomoedas; entenda o caso

A inflação e a Guerra na Ucrânia provocaram uma forte desvalorização das criptomoedas que fez a obra de Neymar perder o seu preço

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 30/06/2022, às 14h28

None
Reprodução Instagram
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

As NFTs (tokens não-fungíveis, na sigla em inglês) foram consideradas uma das principais febres no 2º semestre de 2021. Afinal de contas, o universo das criptomoedas estavam no auge com Bitcoin e Ethereum, principais criptoativos do mercado, batendo a cotação de R$ 374,4 mil e R$ 26,6 mil, respectivamente, conforme os dados do site CoinMarketCap.

Inclusive, o craque da seleção brasileira e do PSG, Neymar, adquiriu uma NFT da coleção Bored Ape Yacht Club, uma das mais caras do mundo, por cerca de R$ 6,48 milhões em Ethereum.

O cenário atual das criptomoedas mudou. O aumento da inflação no mundo, principalmente nos Estados Unidos, aliado com a Guerra da Ucrânia provocou uma crise gigantesca nas moedas digitais. 

Em busca de opções mais seguras, os investidores estão retirando o seu dinheiro de ativos com mais riscos e voláteis, como as criptomoedas, para aplicar em fundos mais conservadores, como os títulos do tesouro americano e outras opções de renda fixa. 

+Desemprego tem o melhor resultado desde 2015, mas a segunda pior taxa do continente

Com isso, os preços das moedas digitais derreteram. O Bitcoin foi dos R$ 374,4 mil em novembro de 2021 para R$ 99,1 mil na cotação atual, segundo o CoinMarketCap. Enquanto que o Ethereum, a moeda usada por Neymar para comprar a NFT, saiu dos R$ 26,6 mil, em novembro, para R$ 5,3 mil. 

Assim, o principal jogador brasileiro em atividade perdeu cerca de R$ 5 milhões, com a obra de NFT avaliada em R$ 1,45 milhões.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.