MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Nova carteira de identidade nacional ATRASA e governo dá novo prazo

Confira qual é o novo prazo de entrega da CIN, a nova Carteira de Identidade Nacional, após o governo federal cobrar agilidade dos estados

Nova carteira de identidade nacional ATRASA e governo dá novo prazo
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 21/03/2023, às 15h52

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Com o objetivo de facilitar a vida do cidadão, a nova carteira de identidade nacional apresenta diversas informações pessoais, como nome completo, CPF, assinatura, tipo sanguíneo e até se a pessoa é doadora de órgãos. Contudo, a CIN (Carteira de Identificação Nacional) está atrasada e apenas quatro estados estão com os preparativos em dias: Acre, Alagoas, Mato Grosso e Santa Catarina.

Em fevereiro de 2022, o governo federal estipulou um prazo de um ano para os estados se organizaram para a emissão do novo documento. Logo, as unidades federativas deveriam estar com os processos prontos, mas como eles ainda estão em fase de testes ou ainda estão sendo implementados, o governo  prorrogou o prazo de emissão da CIN. 

Dessa forma, os estados que ainda não adequaram seus sistemas têm até 6 de novembro para começar a oferecer o novo documento a toda a população.

+Reforma tributária ganha novo apoio, de aliado de Bolsonaro

Como está a situação?

Os estados do Acre, Alagoas, Mato Grosso e Santa Catarina já estão totalmente preparados para a nova documentação. Nessas regiões, todos os moradores podem obter a Carteira de Identificação Nacional (CIN) em todos os institutos de identificação locais.

Em Alagoas, a meta de emitir a nova carteira de identidade para todos foi atingida em 13 de março. Os 43 postos de identificação do estado estão aptos a emitir a CIN para todas as pessoas, sem restrições.

A emissão da CIN está disponível em apenas 10 unidades da federação, ou seja, em locais específicos ou somente para uma parcela da população. Essas regiões são: Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Distrito Federal e São Paulo (ainda em fase de adaptação).

+Com novos benefícios, valor mensal do Bolsa Família já é o maior da história

No Rio de Janeiro, apenas crianças de até 11 anos podem obter a CIN, desde que já tenham CPF emitido previamente. Já no Rio Grande do Sul, a CIN é oferecida apenas para quem ainda não tem documento de identidade. Quem já tem RG e pretende trocar o documento terá que esperar até novembro. Nos outros 13 estados ainda não é possível obter a CIN, mas o governo federal prometeu apoio para que essas unidades federativas emitam o documento até novembro.

Em São Paulo, os sistemas estão sendo adaptados e ainda não há data de início para a fase de testes. Durante esse período, a emissão da CIN será feita pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD). A previsão é de que a CIN possa ser obtida em todo o estado em novembro, em delegacias da Polícia Civil, Poupatempo, prefeituras e postos da Secretaria Estadual de Justiça.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil  no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.