MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Novo Mais Médicos? Ministro anuncia a intenção de criar programa semelhante

Novo programa de médicos deve focar na alocação de profissionais brasileiros ao invés de estrangeiros

Novo Mais Médicos? Ministro anuncia a intenção de criar programa semelhante
Agência Brasil
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 14/03/2023, às 18h02

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O programa Mais Médico foi encerrado pelo governo Jair Bolsonaro. Um programa semelhante pode voltar, pelo menos é o que revela o ministro da Casa Civil, Rui Costa.  Ainda não há um nome definido para o programa, mas por enquanto está sendo chamado de "Mais Saúde para os Brasileiros".

De acordo com Costa, o programa será expandido para incluir a capacitação de especialistas em atenção básica e oferecerá incentivos para que médicos recém-formados atuem em regiões com escassez de profissionais.

+Saiba como consultar resultado do Fies 2023

Vamos elevar a oferta de serviço não apenas de forma quantitativa, mas qualitativa, capacitando ainda mais a assistência básica em nosso país, além de ofertar esses médicos, voltando ao patamar que nós tínhamos de garantia de todas as cidades, regiões, distritos, localidades distantes terem a possibilidade de ter médicos para assistir à população”, explicou o ministro em entrevista à imprensa, no Palácio do Planalto, após reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com Rui Costa, não há planos para incluir médicos estrangeiros no programa, como aconteceu com o Mais Médicos. Naquela ocasião, o governo federal firmou um acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) para trazer médicos cubanos para preencher vagas não ocupadas por brasileiros ou por estrangeiros com diplomas validados no Brasil.

+Justiça suspende Concurso da UFMG: 1º colocado atuou na organização da prova

A prioridade será para brasileiros”, disse o ministro, explicando que médicos brasileiros que se formaram no exterior terão a possibilidade de validar seus diplomas. “O programa de revalidação volta para possibilitar que essas pessoas possam trabalhar, ter sua formação validade e possam a trabalhar ajudando a alcançar essa assistência [em saúde]”, disse Rui Costa.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.