MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

PIX : Veja nova política de segurança anunciada pelo BC

Banco Central anunciou nesta terça-feira (2) nova política de segurança no PIX; sistema de pagamentos instantâneos é o mais usado entre brasileiros

Celular aberto com o site do Banco Central
Celular aberto com o site do Banco Central - Agência Brasil - PIX
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/05/2023, às 19h58

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Usado por milhões de brasileiros, o PIX, sistema de pagamentos instantâneos irá adotar nova política de segurança. A medida foi anunciada nesta terça-feira (2) pelo Banco Central (BC). 

Assim como foi antecipado em outubro do ano passado pelo Broadcast, do grupo Estadão, o BC passaria a disponibilizar campos específicos nas notificações de fraude para que fossem especificados os tipos de fraude, como falsidade ideológica ou "conta laranja". 

Além disso, a razão da notificação, como golpe, estelionato, invasão de conta e coação. Essa notificação de infração permite que as instituições façam uma marcação das chaves e usuários sempre que houver suspeita de fraude na transação. 

+ Vacinação contra a Covid-19 é ampliada para maiores de 40 anos em São Paulo

Nova política de segurança 

O BC também ampliará o conjunto de dados de segurança do Pix que são disponibilizados para a consulta das instituições participantes para as análises antifraude das transações. 

Os dados incluirão a quantidade de infrações do tipo conta laranja ou falsidade ideológica relacionada ao usuário ou chave Pix, quantidade de participantes que aceitaram notificação de infração daquele usuário ou chave e quantidade de contas vinculadas a determinado usuário. 

O limite de tempo que os dados ficam disponíveis também será ampliado, passando a contemplar dados de até 5 anos. As mudanças visam aumentar a eficácia no combate à fraude e fornecer subsídios para as instituições aprimorarem seus modelos de prevenção e detecção de fraude. 

Quando entrará em vigor?

O prazo para as medidas entrarem em vigor é 5 de novembro. O BC passou a exigir um questionário de autoavaliação em segurança das instituições que desejam participar do Pix para aumentar a responsabilidade das instituições financeiras e de pagamento com as regras de segurança. 

O questionário aborda questões relacionadas à segurança com dados pessoais, segurança na comunicação, assinatura e certificados digitais, segurança de QR Codes, implementação segura de aplicativos e APIs. O BC destaca ainda que a segurança é um processo contínuo, e atua permanentemente para garantir a manutenção do elevado patamar de segurança do Pix.

+ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.