Primeiro emprego: concursos públicos entram na mira dos universitários. Entenda!

Com o Brasil vivendo a maior crise econômica dos últimos 20 anos, concursos públicos são a bola da vez para universitários e profissionais

Victor Meira | victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 21/09/2021, às 13h07

None
Divulgação

O primeiro emprego já é um desafio em tempos de prosperidade, pois os candidatos, em muitos casos, não têm experiência e qualificação necessária para preencher a vaga. Em tempos de crise, conseguir trabalhar pela primeira vez se torna um desafio maior ainda porque as empresas tendem a diminuir os seus custos, que muitas vezes são destinados para contratações de novos funcionários. 

Em virtude deste cenário, os universitários, cada vez mais, aumentaram o seu interesse de ingressar na carreira pública através de concursos públicos. Entenda como entrar no funcionalismo público pode ser uma alternativa vantajosa para ter o primeiro emprego.

De acordo com a teoria econômica, a inflação é o aumento de preços de um conjunto de produtos ou serviços em um determinado período. Apesar da inflação ser demonizada, os economistas dizem que ela é necessária, desde que seja controlada, para manter o desenvolvimento de um país.

Um aumento descontrolado da inflação provoca consequências negativas para um país, pois ela diminui o poder de compra da população e estimula a redução de investimentos dos empresários, que podem ficar receosos com os custos para produzir ou com a demanda arrefecida dos consumidores.

Com este ambiente imprevisível, as empresas são inibidas de realizar novas contratações e, deste modo, reduzir a oferta de empregos. Este fator contribui ainda mais para que a oferta de empregos seja escassa. 

Outro elemento que dificulta a contratação para o primeiro emprego é a falta de experiência. Historicamente, os jovens enfrentam o obstáculo da falta de experiência para conquistar a vaga de trabalho. No entanto, ela se intensificou ainda mais com o cenário de pandemia. Segundo um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 26% dos jovens estão desempregados. 

Atualmente, as empresas preferem investir em candidatos com experiência para evitar custos com treinamento e período de adaptação para o novo cargo. Até mesmo vagas de estágio e trainee estão exigindo experiência, mesmo que seja com trabalho voluntário ou ações universitárias como administração de atléticas e empresas juniores.

Com isso, diversos jovens buscam os concursos públicos como uma alternativa para ingressar no mercado de trabalho. Veja alguns motivos que justifiquem essas escolhas.

Por que os concursos públicos são uma alternativa para conseguir uma vaga de emprego?

Um dos principais motivos que atrapalham os jovens para conseguir a primeira vaga de emprego é a experiência. Normalmente, os concursos públicos não exigem, exceto aqueles da área jurídica, experiência prévia. Basta apenas que o candidato seja aprovado e convocado. Assim, o jovem universitário pode escolher entre certames de nível médio, mesmo que de forma temporária, ou superior.

Apontamos essas alternativas para você em uma estratégia para entrar no funcionalismo público. Ingressar em concurso de nível médio pode ser uma forma de conseguir uma vaga de trabalho em processos seletivos que estão com as inscrições abertas. Caso você seja aprovado, pode trabalhar e continuar com os estudos.

Caso prefira um concurso de nível superior, essa estratégia é para você pensar a médio prazo porque se for aprovado e ainda não tiver se formado, você não pode tomar posse no cargo. No entanto, como as seleções têm prazos mais extensos, o estudante pode realizar a prova.

Se ele fizer um planejamento correto, quando o órgão convocar os candidatos, o estudante já pode estar com o diploma e a documentação em mãos e pode atuar na sua área. Além disso, caso tenha uma classificação mais baixa, ele ficará no cadastro reserva da empresa. Conforme as vagas forem sendo liberadas, você pode ser convocado para o cargo.

Veja abaixo a lista de concursos de nível médio e superior:

Outra vantagem para ingressar no funcionalismo público é a estabilidade. A estabilidade é a condição em que o servidor só pode ser demitido em caso de justa causa. Portanto, ele não pode ser mandado embora, mesmo que a empresa pública tenha um déficit em seu caixa.

+++Acompanhe as principais informações sobre o mundo dos concursos públicos no JC Concursos

Comentários

Mais Lidas