MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Professores vigiados? Governo SP recomenda que diretores assistam às aulas

Governo SP determina que diretores das escolas estaduais paulistas acompanhem semanalmente ao menos duas aulas de professores, produzindo relatórios sobre suas observações. Entenda os objetivos e reações à medida!

Professores vigiados? Governo SP recomenda que diretores assistam às aulas
Freepik
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/08/2023, às 11h46

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Uma nova portaria do governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) estabelece uma nova atribuição para os diretores das escolas estaduais de São Paulo: a partir deste semestre, eles deverão assistir, semanalmente, ao menos duas aulas ministradas por professores. A ideia é que essas observações resultem em relatórios sobre as práticas pedagógicas dos docentes, os quais serão encaminhados para a diretoria de ensino da região.

A publicação da portaria no Diário Oficial ocorreu na última sexta-feira (28). 

No entanto, a medida não oferece detalhes sobre o tratamento que será dado aos relatórios pelas diretorias de ensino. Não há informações se as observações serão analisadas individualmente para cada professor ou se acarretarão em alguma forma de penalização para aqueles que não receberem avaliações positivas dos diretores.

+Governo de SP reduz disciplinas do novo ensino médio; apenas para escolas públicas

Na ficha disponibilizada aos diretores para o preenchimento, eles devem registrar os "pontos positivos", "pontos de melhoria" e "combinados e próximos passos" de cada aula assistida. As áreas de observação incluem a interação dos estudantes com as atividades propostas, a gestão do tempo, a metodologia e recursos utilizados, a forma de comunicação e o clima na sala de aula.

A Secretaria da Educação, liderada por Renato Feder, emitiu uma nota para explicar que a medida tem como objetivo "fortalecer o protagonismo e autonomia do educador em sala de aula". Contudo, a pasta também não esclareceu qual será o tratamento dado aos relatórios produzidos pelos diretores.

+IOS prorroga inscrições para cursos gratuitos na Grande São Paulo

Professores e diretores da rede estadual têm manifestado preocupação em relação à nova determinação, argumentando que ela pode criar um clima de vigilância nas escolas e sobrecarregar a direção com mais atribuições.

A portaria estipula que os diretores devem realizar "ao menos duas observações em sala de aula, seguidas de relatório, por semana". Além disso, eles devem buscar acompanhar o maior número de professores possível ao longo do bimestre letivo.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.