Salário mínimo em 2022 pode ficar com o valor de R$ 1.210; Entenda

Salário mínimo deve aumentar mais de 10% em 2022, mas o crescimento não seria real por causa da inflação

Victor Meira - victor@jcconcursos.com.br
Publicado em 21/12/2021, às 11h51

Salário mínimo 2022 pode ir para R$ 1,2 mil
Salário mínimo 2022 pode ir para R$ 1,2 mil - JC Concursos

De acordo com o texto do relator do Orçamento 2022, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), propôs um salário mínimo com um valor de R$ 1.210 no ano que vem. O valor consta no parecer apresentado ontem (20) na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso.

Este valor representa um aumento de 10,04% do salário mínimo atual de R$ 1,1 mil. A variação do montante ocorreu devido ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2021, que indica o aumento no salário mínimo

Contudo, Leal explica que a projeção está defasada e aponta uma previsão atualizada de 10,18% do INPC, assim o valor poderia ser atualizado mais uma vez.  Caso esse valor prevaleça, o salário mínimo subiria para R$ 1.212 no próximo ano. 

Vale lembrar que a proposta original do governo, enviada em agosto, previa salário mínimo de R$ 1.169, mas não contemplava a inflação acima do previsto no segundo semestre deste ano, provocada principalmente pelo reajuste da energia e dos combustíveis.

Mesmo sem aumento real (acima da inflação), o valor exato do salário mínimo só será conhecido no fim de janeiro, após a divulgação do INPC consolidado de 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sem reajuste para servidores

Leal rejeitou o pedido do Ministério da Economia para incluir, em seu parecer, um reajuste salarial para servidores federais da área de segurança. Na semana passada, a pasta enviou um ofício com pedido para reservar R$ 2,8 bilhões do Orçamento do próximo ano para reajustar o salário de algumas categorias.

Desse total, R$ 2,5 bilhões viriam do Orçamento primário (formado pela arrecadação de tributos) para pagar os reajustes. Os R$ 355 milhões restantes sairiam da emissão de títulos públicos para financiar o aumento da contribuição da União para a Previdência dos servidores.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) prometeu um reajuste salarial para a categoria, mas o ministro da Economia, Paulo Guedes, ainda é reticente em conceder um aumento salarial

*com informações da Agência Brasil

+++Acompanhe as principais informações sobre funcionalismo público no JC Concursos

Comentários

Mais Lidas