MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Salário mínimo em 2024 pode ter salto para R$ 1.441. Entenda o motivo

A nova política do salário mínimo será baseada no cálculo de inflação do INPC e o PIB consolidado nos últimos dois anos

Salário mínimo em 2024 pode ter salto para R$ 1.441. Entenda o motivo
Divulgação
Victor Meira

Victor Meira

victor@jcconcursos.com.br

Publicado em 06/05/2023, às 20h58

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Na última sexta-feira (05), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) determinou uma nova política de valorização do salário mínimo a partir de 2024. Em reportagem do UOL Economia, o economista da XP Investimentos, Tiago Sbardelotto, estima que o novo valor do salário mínimo em 2024 poderá ir para R$ 1.441.

Apesar do despacho do presidente já ter sido publicado no Diário Oficial da União (DOU), o Congresso Nacional ainda precisa analisar o texto e ser aprovado pelas Casas Legislativas. 

A nova política de valorização do salário mínimo a partir de 2024 tem uma fórmula que considera a inflação do ano anterior medida pelo INPC e o PIB consolidado de dois anos antes.

+Orçamento do Auxílio Gás para 2023 tem aumento de 31,5%; entenda o motivo

De acordo com os cálculos realizados por Sbardelotto, a previsão para o INPC de 2023 é de 6,1%. Para facilitar o entendimento, é possível usar como exemplo o exercício aplicado em 2022, quando o PIB cresceu 2,9%. 

Nesse caso, a fórmula ficaria da seguinte forma: R$ 1.320 (valor do salário mínimo em 2022) + 6,1% (inflação do ano anterior) + 2,9% (PIB consolidado de dois anos antes) = R$ 1,441 (valor do salário mínimo em 2023, caso a previsão se concretize). 

No entanto, é importante ressaltar que, caso a inflação deste ano seja diferente da estimada pelo economista, o valor do salário mínimo poderá ser diferente.

A proposta do governo para o Orçamento de 2024 estipula o salário mínimo em R$ 1.389. Se o piso ficar em R$ 1.441, o gasto do governo aumentará em R$ 46,7 bilhões, conforme as estimativas da XP. 

+Lula volta a criticar o Banco Central por juros altos e diz que entidade não é intocável

Lula assinou novo reajuste do salário mínimo

Em pronunciamento veiculado em rede de rádio e televisão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou no dia 30 de abril o aumento do salário mínimo para R$ 1.320,00, a partir de 1º de maio, data em que se comemora o Dia do Trabalhador. Além disso, Lula informou medidas para a valorização do salário mínimo e redução da cobrança do imposto de renda.

Em seu discurso, o presidente afirmou que enviará ao Congresso Nacional, nos próximos dias, um projeto de lei (PL) que, se aprovado, tornará obrigatório o reajuste anual do salário mínimo acima da inflação. Ele enfatizou que a valorização do salário mínimo é parte do projeto de governo, que busca recompor as conquistas perdidas pelos trabalhadores ao longo dos últimos anos.

+Reino Unido anuncia R$ 500 milhões ao fundo Amazônia, antes da coroação de Charles III

"A partir de amanhã, o salário mínimo passa a valer R$ 1.320,00 para trabalhadores da ativa, aposentados e pensionistas. É um aumento pequeno, mas real", reconheceu Lula, ressaltando que, nos últimos seis anos, o reajuste do valor do salário mínimo sempre ficou abaixo da inflação acumulada. O aumento do piso básico nacional também foi divulgado por meio de suas redes sociais.

+++Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.