Servidores federais podem aumentar o valor do fundo de pensão com cashback

Os servidores inscritos no fundo de pensão da Funpresp podem repassar parte dos gastos utilizados em lojas e supermercados para engordar fundos de pensão

Redação
Publicado em 16/03/2021, às 09h13

None
Marcelo Casal Jr/Agência Brasil

Os servidores públicos federais dos Poderes Executivo e Legislativo que entraram na previdência complementar podem utilizar parte do valor consumido em lojas e/ou supermercados para aumentar o seu fundo de pensão. A Funpresp (Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal) lançou um programa próprio de cashback, que devolve parte do dinheiro gasto por consumidores.

Para participar do programa, o associado à Funpresp cadastra-se na plataforma Prev4u, parceira da fundação no projeto. Após essa etapa, o associado tem acesso aos estabelecimentos parceiros. Ao efetuar compras a partir de R$ 30, o montante será transferido para a conta individual do associado na Funpresp.

O programa reúne 400 lojas parceiras. Diferentemente dos serviços atuais, o valor do cashback é revertido automaticamente para a reserva previdenciária que o servidor tem na Funpresp.

Além de comprar com desconto, o cliente engorda a reserva para a previdência complementar. Uma página especial no portal da Funpresp explica o passo a passo para aderir ao cashback.

Como a operação é livre de taxas, todo o dinheiro revertido de volta para o comprador é incorporado ao saldo da conta do participante da Funpresp, onde é somado à reserva previdenciária e passa a render, aumentando a poupança para o futuro. Além disso, os valores podem ser deduzidos na declaração anual do Imposto de Renda, até o limite de 12% dos rendimentos tributáveis no ano anterior.

*trechos com reprodução Agência Brasil

Comentários

Mais Lidas