MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Sete produtos para cabelo serão retirados do mercado após cegueira temporária

Confira quais são os sete produtos para cabelo que não podem mais ser fabricados após registro de cegueira temporária e outros efeitos negativos aos olhos

Pessoa passa produto no cabelo de uma mulher
Pessoa passa produto no cabelo de uma mulher - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 17/01/2023, às 14h57

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

Após registro de cegueira temporária, intoxicação ocular e outros efeitos negativos supostamente causados por produtos para cabelo, a Anvisa proibiu a fabricação de sete pomadas modeladoras, conforme costa em resolução publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (16).

O órgão cancelou a regularização que autorizava a fabricação de sete produtos para cabelos que não estavam cumprindo normas sanitárias previstas, segundo a Agência. Em nota, a Anvisa informou que já havia impedido a comercialização de alguns dos itens, mas agora fica vedada também a sua fabricação.

No início deste mês, a agência suspendeu a comercialização da pomada Cassu Braids, por causa de registros de ocorrências de danos aos olhos de usuários, no Rio de Janeiro. O produto é usado para modelar e trançar cabelos. Consumidores relataram irritação ocular, pálpebras inchadas, dor nos olhos e dificuldade de enxergar ao lavarem o cabelo, depois de aplicação do produto. 

+Piso salarial do professor: quando será feito o pagamento? Veja previsão

Veja todos os produtos para cabelo proibidos

Confira abaixo todos os produtos que estão proibidos de serem fabricados:

  • Pomada Modeladora para Tranças Anti-frizz Be Black (da empresa Cosmetic Group Indústria e Comércio de Cosméticos Eireli);
  • Pomada Black – Essenza Hair, e Pomada Modeladora para Tranças Boxbraids – fixa liss (ambas da Evolução Indústria de Cosméticos);
  • Pomada Braids Hair (da Galore Indústria e Comércio de Cosmético Eireli);
  • Pomada Cassu Braids Cassulinha Cabelos e Pomada Braids Tranças Poderosas Esponja Magic, (ambas da Microfarma Indústria e Comércio);
  • Rosa Hair Pomada Modeladora Mega Fixação 150g, (da Morandini Indústria e Comércio de Cosméticos);
  • Pomada Modeladora Master Fix Black Ser Mulher, (da Supernova Indústria, Comércio e Serviços).

Estabelecimentos que já tenham adquirido algum desses produtos devem suspender o uso imediatamente, conforme recomendação da Anvisa. Já quem tem tiver em casa os fabricados especificamente pela Microfarma Indústria e Comércio Ltd (CNPJ 68.722.743/0001-09) deve entrar em contato com a empresa para verificar a forma de devolução, uma vez que o fabricante deverá recolher todos os produtos disponibilizados no mercado.

+Mudanças na aposentadoria em 2023: saiba quais regras passam a valer neste ano

Cuidados necessários

Os produtos para trançar/modelar os cabelos regularmente entram em contato com o couro cabeludo, mas também podem entrar em contato com outras áreas do corpo. Para evitar novos casos, a Anvisa forneceu algumas recomendações para a proteção da saúde dos consumidores e de profissionais que manejam produtos cosméticos:

  • Adquirir e usar apenas produtos regularizados na Anvisa;
  • Consultar com o vendedor/distribuidor/fabricante/importador informações específicas sobre medidas preventivas recomendadas para o uso de seus produtos, especialmente se as embalagens não contarem com instruções de uso que os informem a respeito ou se fornecerem pouca informação;
  • Atentar para a lavagem das mãos, sempre que fizer uso do produto. Este importante cuidado pode reduzir riscos de problemas de saúde grave, com aplicação involuntária do produto em outras partes do corpo, a exemplo, dos olhos.
  • Em casos de contato do produto com os olhos, proceder imediatamente a lavagem com água em abundância. Esta ação pode minimizar a toxicidade local do produto;
  • Buscar opções de produtos cosméticos naturais ou com o menor número possível de componentes químicos potencialmente perigosos;
  • Respeitar sempre as instruções do fabricante/importador quanto às condições de uso dos produtos, atentando-se, especialmente, para as advertências de uso contidas na embalagem e/ou no rótulo;
  • Usar o produto somente durante a data de validade indicada na embalagem/rótulo pelo fabricante/importador;
  • Não fazer uso de produto que apresentar mudanças, por exemplo, na sua coloração, odor e consistência/textura.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.