MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Símbolos da Páscoa: entenda o porquê do coelho e do ovo de chocolate na data

A Páscoa é uma das celebrações mais importantes do calendário cristão, pois marca a ressurreição de Cristo. Então, por qual motivo o coelho e o ovo de chocolate são símbolos da Páscoa?

Pessoa pega ovo de Páscoa
Pessoa pega ovo de Páscoa - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 05/04/2023, às 13h57

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Páscoa é uma das celebrações mais importantes do calendário cristão. A data marca a ressurreição de Jesus Cristo e é comemorada em todo o mundo de diferentes formas. Mas você já se perguntou por que o coelho e o ovo de chocolate são símbolos da Páscoa?

A tradição do coelho como símbolo da Páscoa tem origem em países europeus como a Alemanha, onde a figura do coelho era associada à fertilidade e ao renascimento da natureza na primavera. Com o tempo, o coelho passou a ser relacionado à ressurreição de Jesus Cristo, que simboliza a vida nova e a renovação.

Já a tradição do ovo de chocolate como presente na Páscoa é mais recente, datando do século XIX. Antes disso, era comum presentear amigos e familiares com ovos pintados ou decorados com desenhos simbólicos. A tradição de presentear ovos de chocolate começou na Europa e rapidamente se espalhou pelo mundo todo.

Assim como o coelho, o ovo de Páscoa também simboliza a renovação da vida e do ciclo natural das coisas e a fertilidade. Por isso, hoje em dia, o coelho e o ovo de chocolate são figuras presentes em muitas celebrações da Páscoa.

Os ovos de chocolate são vendidos em diversos formatos e tamanhos, desde os pequenos até os gigantes, com recheios variados e até mesmo brinquedos dentro. Já os coelhinhos são representados em decorações e enfeites, além de serem utilizados em jogos e brincadeiras para crianças.

Independentemente de como você celebra a Páscoa, o importante é lembrar o verdadeiro significado da data e compartilhar momentos felizes e de união com as pessoas que você ama.

+Bolsa Família vai pagar dinheiro extra para gestantes e quem tem filhos com até 18 anos

Chocolate em excesso faz mal

Embora seja um dos símbolos da Páscoa mais famoso, consumir muito ovo de chocolate pode ser prejudicial à saúde. Embora o chocolate possa trazer benefícios para a saúde em pequenas quantidades, consumir grandes quantidades pode causar o efeito contrário.

Não existe uma quantidade ideal de consumo de chocolate por dia, já que isso pode variar de acordo com o tipo de chocolate, o teor de cacau, a idade e o estado de saúde da pessoa. No entanto, recomenda-se que o consumo diário de chocolate não ultrapasse 30 gramas por dia, o que equivale a cerca de um quadradinho de chocolate amargo.

Consumir muito chocolate na Páscoa pode trazer alguns perigos para a saúde, pois o produto pode conter altas quantidades de açúcar e gordura. Entre os problemas que comer chocolate em excesso pode ocasionar estão:

  • ganho de peso excessivo;
  • aumento do risco de cáries dentárias;
  • agravamento de condições como diabetes e hipertensão arterial; e
  • aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.

Outro problema relacionado ao consumo excessivo de chocolate é a presença de cafeína e teobromina, substâncias estimulantes que podem aumentar a frequência cardíaca e a pressão arterial, causando sintomas como ansiedade, insônia e tremores.

+Empregada doméstica vai receber R$ 800 mil após Justiça condenar patroa; Saiba motivo

Portanto, é importante lembrar que o chocolate pode ser um alimento prazeroso e saudável, mas quando consumido em pequenas quantidades. Na Páscoa, é possível desfrutar do chocolate sem exageros, optando por porções menores e chocolates com teor de cacau mais elevado, que contêm menos açúcar e mais antioxidantes benéficos para a saúde.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.