MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Sobe o número de mortes no Litoral Norte de São Paulo; Bombeiros encontram último desaparecido

Segundo o Corpo de Bombeiros, a última pessoa desaparecida após o temporal que deixou rastro de destruição no Litoral Norte de São Paulo foi localizada na tarde de hoje

Bombeiros fazem buscas por desaparecidos no Litoral Norte de SP
Bombeiros fazem buscas por desaparecidos no Litoral Norte de SP - Divulgação/Agência Brasil
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 26/02/2023, às 21h52

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

De acordo com informações divulgadas pelo Corpo de Bombeiros, a última pessoa desaparecida após o temporal que deixou rastro de destruição no Litoral Norte de São Paulo foi localizada na tarde deste domingo. Contudo, ainda realizam levantamento com as polícias e associações de moradores para confirmar se vai encerrar as buscas.

Com o corpo encontrado hoje, sobe para 65 o número de mortes na região, sendo 64 em São Sebastião e uma em Ubatuba. Foram registrados estragos, ainda, nos municípios de Caraguatatuba e Ilhabela. Guarujá e Bertioga, na Baixada Santista, também estão entre as cidades mais atingidas pelas fortes chuvas que caíram no final de semana do Carnaval.

O último boletim divulgado pelo governo estadual, no fim da manhã deste domingo, informava que haviam sido identificados e liberados para sepultamento, os corpos de 55 pessoas – 20 homens, 17 mulheres e 18 crianças.

As enxurradas e os deslizamentos de terra deixaram ainda 2.251 desalojados e 1.815 desabrigados na região. Outros 11 feridos seguem internados no Hospital Regional do Litoral Norte, em Caraguatatuba.

+Consumidor não vai pagar taxa extra na conta de luz em março, segundo Aneel

RG e CNH de graça

Os moradores do Litoral Norte de São Paulo afetados pelo desastre natural ganharam isenção das taxas para pedir a segunda via do RG e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A gratuidade dos novos documentos pelo prazo de 60 dias está em vigência desde o último domingo (19).

Na ocasião, o governador Tarcísio de Freitas decretou estado de calamidade pública para as seis cidades mais afetadas. A documentação pode ser solicitada na carreta do Poupatempo, estacionada na Rua Marginal, 44, na Barra do Sahy, em frente ao ginásio do Instituto Verdescola. O atendimento é feito de segunda a domingo, das 10h às 17h.

+Governo paga nesta semana R$ 250 milhões de restituição do Imposto de Renda 2022

Moradia para os desabrigados

No último sábado (25), o vice-presidente, Geraldo Alckmin, e a ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, estiveram em São Sebastião e sobrevoaram as áreas atingidas pelos temporais. Alckmin disse que o governo federal vai apoiar a construção de moradias para as famílias atingidas pelas chuvas e para realocar as que vivem em áreas de risco.

O governo de São Paulo já desapropriou um terreno de 10 mil metros quadrados na Barra do Sahy, bairro de São Sebastião mais atingido pelos deslizamentos, para construir habitações destinadas às famílias afetadas.

O vice-presidente também considerou a possibilidade de destinar parte dos 1,5 mil apartamentos de um conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida em Bertioga, município vizinho a São Sebastião, para atender os desabrigados.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.