MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | saúde | Sociedade | youtube jc

Taxistas são incluídos em benefício do governo por senador; veja detalhes

O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), incluiu os taxistas em benefício para tentar amenizar impactos causados pela constante alta dos combustíveis

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 30/06/2022, às 19h46

Um homem dirigindo um carro
Um homem dirigindo um carro - Canva - Senador inclui taxistas em benefício do governo
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Os taxistas foram incluídos em benefício do governo federal pelo senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). A Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que é responsável por criar o auxílio-caminhoneiro, programa que também beneficiará a categoria. Saiba mais detalhes. 

A PEC dos combustíveis é de autoria do senador Eduardo Braga (MDB-AM) e tem sido justificada por conta da alta dos combustíveis que tem afetado os caminhoneiros. Segundo a proposta original, os taxistas receberiam cerca de R$ 300 por mês, até o fim do ano. O senador disse que iria incorporar o auxílio em seu relatório. 

+++ STF derruba medida que definia prazo para saque de precatórios e RPVs; entenda

Taxistas são incluídos em benefício do governo; veja mais detalhes 

Após a inclusão ser anunciada pelo senador, o parlamentar Flávio Bolsonaro (PL-RJ) chegou a afirmar que o projeto custaria aos cofres públicos uma média de R$ 2 bilhões. Braga, anteriormente, havia apresentado uma emenda que previa o pagamento do auxílio para motoristas autônomos (taxistas e motoristas de aplicativos), condutores de pequenas embarcações e motociclistas de aplicativos, com um custo perto de R$ 3 bilhões. 

O senador que é autor do texto disse ter chegado a um acordo com as bases do governo para que o benefício apenas seja pago para taxistas. Ele sinalizou ainda que o governo pode propor um auxílio a motoristas de aplicativos em outra PEC. Por conta da dificuldade de organizar os pagamentos, os motoristas de aplicativos não entraram neste momento. 

Os pagamentos, segundo afirmação de Flávio Bolsonaro, serão realizados por meio da Caixa Econômica Federal, que receberá das prefeituras os cadastros de taxistas. Durante a sessão, Bezerra também informou que fará um adendo ao seu relatório para incluir os taxistas no benefício. 

Afinal, o que diz a PEC?

O Senado começou a discutir em plenário a PEC nº 1, nesta quinta-feira (30) o "pacote de bondades" de R$ 38,75 bilhões. A proposta cria o auxílio-caminhoneiro de R$ 1.000 por mês, amplia o valor do Auxílio Brasil (ex-Bolsa Família) para R$ 600 e aumenta o vale-gás de R$ 53 para R$ 120. Todas as ações valem até o fim de 2022. Ao incluir os taxistas e os recursos do Alimenta Brasil, o impacto previsto é o de R$ 41,25 bilhões a mais.

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.