MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

TSE e Facebook se unem para combater a desinformação nas eleições 2022

Um megafone foi adicionado à rede social para instruir sobre as eleições 2022. Além disso, o TSE firmou parcerias para implantar outras medidas contra a disseminação de informações falsas

MYLENA LIRA | REDACAO@JCCONCURSOS.COM.BR
Publicado em 29/04/2022, às 20h09

Eleições 2022: pessoa clica no ícone do aplicativo do Facebook
Eleições 2022: pessoa clica no ícone do aplicativo do Facebook - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

É usuário do Facebook? Se a resposta for sim, não se surpreenda ao ver um megafone na plataforma instruindo sobre as eleições 2022. A novidade já está disponível para todos os brasileiros com a mensagem: “Prepare-se para a eleição deste ano”. O lembrete contém avisos sobre serviços úteis aos cidadãos oferecidos pela Justiça Eleitoral, com link que leva à página oficial. A iniciativa é uma parceira do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Facebook Brasil para combater a desinformação e as fake news.

Inicialmente, o objetivo é informar sobre o prazo para emitir ou regularizar o título de eleitor, que termina em 4 de maio, próxima quarta-feira. Outros conteúdos deverão ser exibidos ao longo dos meses. O bom é que o usuário do Facebook, para se manter bem informado, não vai precisar gastar o pacote de dados da internet para acessar o link indicado pelo megafone, pois o acesso é livre de cobrança até o encerramento das eleições.

De acordo com o Memorando de Entendimento, documento assinado para a parceria, "a produção e difusão de informações falsas e fraudulentas pode representar risco a valores essenciais à sociedade e à democracia, bem como afetar de forma negativa a legitimidade e a credibilidade do processo eleitoral e a capacidade dos eleitores exercerem seu direito de voto de forma consciente e informada".

+Eleições 2022: prazo para regularizar título de eleitor encerra em 5 dias

Além do megafone no Facebook, o TSE firmou parcerias para implantar outras medidas contra a desinformação nas eleições 2022. Entre elas:

  • criação de um canal de denúncias exclusivamente dedicado ao TSE;
  • rótulo eleitoral que direcionará os usuários às informações oficiais sobre as eleições;
  • stickers no Instagram;
  • chatbot no Instagram para facilitar o acesso às informações relevantes sobre o processo eleitoral;
  • seminários do Facebook com o TSE e os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs);
  • produção de cartilha educativa sobre o funcionamento do Facebook e do Instagram;
  • Workshops sobre discurso de ódio e extremismo com servidores do TSE; e
  • lançamento do "Guia de Mulheres na Política" na nova versão para o Instagram, elaborado pelo Facebok.

Eleições 2022 contra a fake news

Nesta sexta-feira (29), o Tribunal Superior Eleitoral também assinou termo de cooperação para promover ações, medidas e projetos conjuntos para enfrentar a desinformação durante as eleições 2022 com o Conselho de Presidentes dos Tribunais de Justiça do Brasil (Consepre). Durante a solenidade, em Curitiba (PR), o presidente do TSE, o ministro Edson Fachin chamou o evento de “nobre compromisso a serviço da democracia”.

+"Liberdade de expressão não é liberdade de agressão", afirma Alexandre de Moraes

Neste ano, o primeiro turno está marcado para o dia 2 de outubro, quando será preciso votar para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual (ou distrital). De acordo com as Estatísticas do Eleitorado, o Brasil tem mais de 148 milhões de cidadãos votantes e o interesse em participar do processo eleitoral vem crescendo, especialmente, entre os jovens de 15 a 18 anos. Em março, eles registraram mais de 445,5 mil novos títulos.

*com informações do TSE

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.