MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Twitter atualiza aplicativo para combater fake news nas eleições 2022. Conheça medidas adotadas

A rede social Twitter irá atualizar aplicativo para combater a fake news nas eleições 2022; Saiba como funciona e conheça as novas medidas aplicadas

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 04/04/2022, às 15h21

Twitter atualiza aplicativo para combater fake news nas eleições 2022
Twitter atualiza aplicativo para combater fake news nas eleições 2022 - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Para tentar coibir a propagação da desinformação que leva a população a não querer participar das eleições, a plataforma Twitter atualizou o seu aplicativo para combater a fake news nas eleições 2022. Conheça as medidas adotadas. 

O anúncio das novas regras foi feito nesta segunda-feira (4) para as eleições brasileiras, que estão marcadas para acontecer em outubro. O novo mecanismo é anunciado após a maioria das plataformas que operam no Brasil firmarem parcerias com o TSE para garantir a não disseminação de desinformação nas redes sociais. 

+++ Dados da indústria atingem imobilidade preocupante, informa CNI

Twitter atualiza aplicativo para combater fake news nas eleições 2022

Entre as medidas adotadas, mecanismos para combater fake news nas eleições 2022, além de uma etiqueta para indicar os perfis dos candidatos a presidente, senador, deputado federal e governador. 

A plataforma passará a contar com uma “política de integridade cívica” para o pleito deste ano, uma medida para prevenir a interferência da rede social nas eleições. De acordo com a plataforma, nem todas as informações falsas ou inverdades sobre política ou atos cívicos estão incluídas nessa política. 

As regras com a atualização do aplicativo tem por intuito combater os conteúdos que enganam a população ou os que possam prejudicar a confiança no processo eleitoral, como a alegação de adulteração de votos e fraude nas urnas, ou incitar condutas ilegais que possam impedir a implantação dos resultados do pleito. 

Conheça mais medidas adotadas pela plataforma 

O twitter tem por objetivo também garantir que o debate público aconteça na rede social e "não prejudique o exercício, o direito e a responsabilidade das pessoas de votar”. As contas que violarem as regras sobre a política de integridade física estão sujeitas a punições já aplicadas na plataforma, como a exclusão de conteúdo, redução de alcance e selos com contextos adicionais sobre o tema. 

A rede social também fez o anúncio de que também vai etiquetar as contas de candidatos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A plataforma quer, com a medida, dar mais contexto às pessoas sobre quem está concorrendo aos postos no Executivo e Legislativo. A plataforma vai indicar o estado em que o político concorre a um cargo e se baseará em dados públicos dos registros de candidatos no TSE. As etiquetas nos perfis de candidatos não serão opcionais, e só serão removidas alguns dias depois do último turno da eleição. Confira vídeo:

 

Central de ajuda para as eleições 2022

O Twitter também irá criar uma página que estará localizada na Central de Ajuda da plataforma que contará com as novidades sobre ações que estão relacionadas às eleições, como já acontece com conteúdos relacionados a Covid-19. A rede social quer dar maior visibilidade e facilitar o acesso a tuítes com informações confiáveis e de fontes de credibilidade. 

A rede também irá treinar os funcionários do TSE e dos tribunais regionais eleitorais (TREs) sobre as novas funcionalidades e ferramentas da plataforma. 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.