MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Veja todo o acervo pessoal do ex-presidente Jair Bolsonaro

Acervo pessoal do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi revelado por site, que teve acesso à lista por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI); Veja

Ex-presidente durante evento
Ex-presidente durante evento - Getty Images - Jair Bolsonaro
Jean Albuquerque

Jean Albuquerque

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 12/03/2023, às 08h00

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

O caso envolvendo as joias valiosas que eram presentes do governo da Arábia Saudita ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e à primeira-dama Michelle Bolsonaro, foi revelado pelo jornal o Estado de São Paulo. O conjunto de peças preciosas: colar, brincos, anel e relógio avaliados em R$ 16,5 milhões, foram apreendidos no Aeroporto de Guarulhos, em outubro de 2021, em fiscalização da Receita Federal. 

A reportagem afirma que Bento Albuquerque tentou usar o cargo de ministro para tentar recuperar os diamantes. Com isso, a assessoria do ex-ministro Bento Albuquerque defendeu que as joias eram presentes institucionais para a representação brasileira e pertence ao estado brasileiro. 

+ Páscoa mais cara? FGV prevê aumento de até 15% nos preços dos ovos de chocolate

Veja acervo pessoal de Bolsonaro 

Uma lista elaborada pela Presidência da República na qual o jornal Folha de S. Paulo teve acesso, por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI), nos anos de mandato de Bolsonaro, revelou acervo pessoal que o ex-chefe do Executivo conseguiu acumular. Ao todo, uma coleção de 19.470 itens. Veja lista abaixo:

  • 44 relógios;
  • 74 facas;
  • 54 colares;
  • 112 gravatas;
  • 618 bonés;
  • 448 camisas de futebol;
  • 245 máscaras de proteção facial;
  • Munição e colete à prova de balas.

De acordo com o jornal, alguns itens da coleção de Bolsonaro podem ser considerados presentes simbólicos. Na lista divulgada, não há informações sobre itens de luxo ou joias. Esses presentes podem ser ofertados por apoiadores, autoridades nacionais e estrangeiras. 

A expectativa é de que o Tribunal de Contas da União (TCU) determine a devolução das joias ilegais enviadas de presente por um príncipe saudita de maneira imediada. A corte irá definir, na próxima quarta-feira (15) uma auditoria para avaliar os presentes recebidos por Bolsonaro nos últimos quatro anos no cargo. 

Polícia Federal foi acionada

No último dia 6 de março, o ministro da Justiça e segurança Pública, Flávio Dino, acionou a Polícia Federal (PF) de trazer presente ilegal do exterior. Em ofício ao diretor-geral da PF, Andrei Passos Rodrigues, Dino escreveu que "os fatos, da forma como se apresentam, podem configurar crimes contra a Administração Pública tipificados no Código Penal, entre outros". 

E ainda acrescentou que "havendo lesões a serviços e interesses da União, assim como à vista da repercussão internacional do itinerário em tese criminoso, impõe-se a atuação investigativa da Polícia Federal". 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.