Publicado: 31/10/2018 - 10:28 | Atualizado: 31/10/2018 - 10:28
Publicado: 31/10/2018 - 10:28 | Atualizado: 31/10/2018 - 10:28

Concurso Core SP: último dia de inscrição para 147 vagas

Seleção preencherá cargos de todas as escolaridades distribuídos entre a capital, interior e litoral. Salários chegam a R$ 5,3 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Após ser prorrogado, termina nesta quarta-feira (31), às 23h59, o prazo para inscrições no concurso do Core SP (Conselho Regional dos Representantes Comerciais do Estado de São Paulo). A seleção preencherá 147 vagas, sendo 33 imediatas e 114 para formação de cadastro reserva (CR). 

Os cargos de copeiro (1 + 4 CR e salário de R$ 1.429,09) e office boy (1 + 4 CR - R$ 1.429,09) são opções para candidatos que possuem nível fundamental.

Ensino médio é requisito para assistente administrativo (19 + 62 CR - R$ 2.828,49), operador de teleatendimento (2 + 7 CR - R$ 2.571,36), telefonista (2 + 7 CR - R$ 2.571,36), motorista (1 + 4 CR - R$ 2.828,49), fiscal (2 + 7 CR - R$ 2.828,49) e técnico de TI (1 + 4 CR - R$ 3.438,03). 

Profissionais com curso superior têm chances no concurso do Core SP como assistente jurídico (2 + 7 CR - R$ 5.382,85), contador (1 + 4 CR - R$ 5.382,85) e analista de TI (1 + 4 CR - R$ 5.382,85).

• APOSTILAS CONCURSO CORE SP - DIVERSOS CARGOS

Todas as funções têm lotação na cidade de São Paulo, com exceção para a carreira de assistente administrativo, que destina parte das vagas, além da capital, aos municípios de Campinas, Bauru, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Araraquara, Sorocaba e Santos. 

Concurso Core SP: inscrição e etapas

As inscrições devem ser registradas pelo site da banca Inaz do Pará (http://paconcursos.com.br/). As taxas custam R$ 9 (nível fundamental), R$ 9,10 (médio) e R$ 9,20 (superior). 

As provas objetiva (todos os cargos) e discursiva (analista, contador e assistente jurídico) estão marcadas para ocorrer em 20 de janeiro, com aplicação na cidade de São Paulo. 

O conteúdo programático abrange língua portuguesa, informática, raciocínio lógico e conhecimentos gerais e específicos, variando as disciplinas conforme a carreira em disputa. 

Para os concorrentes aos postos com exigência de ensino superior, a seleção inclui, ainda, avaliação de títulos. A entrega dos documentos à empresa examinadora está programada para 4 e 5 de abril. 

O concurso do Core SP terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do conselho, conforme estabelece o edital

Concurso Core SP: conteúdo programático para cargos de nível fundamental

Língua portuguesa - 1. Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não – literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. 2. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. 3. Morfologia: reconhecimento, emprego, flexão e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras. 4. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; mecanismos de coesão textual. 5. Ortografia. Acentuação gráfica. Pontuação. 

Raciocínio lógico - ESTRUTURAS LÓGICAS: sentença abertas e fechadas, proposições, operadores lógicos, negação, Tabua lógica, tautologia, contradição, quantificadores, negação das proposições, equivalência lógica, condição suficiente e necessária, logica da argumentação. TEORIA DOS CONJUNTOS: Representação de conjuntos, relações entre conjuntos, relações entre elementos e conjuntos, operações com conjuntos.

Conhecimentos gerais - 1. Domínio de tópicos atuais e relevantes de diversas áreas, tais como: Política, economia, sociedade, educação, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável, segurança, artes e literatura e suas vinculações históricas. 2. Fatos da atualidade: locais e nacionais. 3. Higiene e saúde no ambiente de trabalho; 4. Noções de Ética: 4.1. Conceitos: ética, moral, valores e virtudes. 4.2. Ética aplicada: Noções de ética empresarial e profissional 4.3. O padrão ético no serviço público; 4.4. A gestão da ética nas empresas públicas e privadas; conflito de interesses; 4.5. Ética e responsabilidade social; 4.6 Código de Ética e Disciplina dos Representantes Comerciais; 5. Relacionamento interpessoal e trabalho em equipe; 6. Atendimento ao público. 7. Lei n° 4.886/1965 e suas alterações/atualizações; 8. Portaria n° 06/2018 – Plano de Cargos e Salários do Core-SP; 9. Regimento Interno do Core-SP.

Confira aqui o conteúdo programático completo para todos os cargos do concurso do Core SP

Atribuições do copeiro no concurso do Core SP

Preparar e servir sucos, cafés, chás, água e outros gêneros correlatos; receber, conferir, separar, armazenar e fiscalizar a validade dos gêneros alimentícios; cuidar da higienização de utensílios, equipamentos e local de trabalho; operar aparelhos ou equipamentos de preparo e manipulação dos gêneros alimentícios e aparelhos de aquecimento ou refrigeração; executar o tratamento e descarte dos resíduos de materiais provenientes do seu local de trabalho; zelar pela guarda e conservação, manutenção dos equipamentos utilizados no trabalho e informar defeitos que venham ocorrer nos mesmos; informar a necessidade de aquisição dos gêneros alimentícios; executar outras tarefas correlatas, conforme necessidade ou a critério de seu superior.

Concurso Core SP: atribuições do assistente administrativo

Realizar atividades relacionadas com atendimento ao público, tais como: encaminhar para os setores, efetuar registros profissionais, emitir boletos de pagamentos, negociar débitos, inscrever e acompanhar processos envolvendo inscrição de pessoas físicas e jurídicas. Acompanhar vencimentos e prazos de validades, transferências, cancelamentos, baixas, registros ativos, inativos e secundários. Levantar situações profissionais de qualquer natureza quando constar de processos em trâmite no Core-SP. Organizar processos, verificando os documentos necessários à sua composição e efetuando o registro. Receber e expedir correspondências eletrônicas. Realizar entrega de documentos e recebimento de materiais e malotes. Tirar cópias de documentos. Realizar atividades de apoio administrativo, tais como: efetuar e receber ligações telefônicas e ainda fornecer informações por telefone, enviar e receber fax, anotar recados e arquivar documentos em geral. Colaborar e/ou organizar eventos desenvolvidos pelo Core-SP e realizar contatos telefônicos com os Representantes Comerciais para a divulgação dos eventos. Elaborar e preparar relatórios e planilhas, coletando informações em arquivos e outras fontes. Executar tarefas nos sistemas operacionais do Core-SP, incluindo o Portal da Transparência, quando autorizado. Elaborar tabelas e gráficos ilustrativos. Proceder a inventários de materiais e de bens móveis permanentes. Realizar levantamentos de dados referentes a assuntos-administrativos, a fim de serem utilizados pelos órgãos competentes. Conferir, redigir e elaborar correspondências, memorandos, ofícios, relatórios e outros trabalhos administrativos. Organizar o processo de arquivos de documentos de acordo com a ordem numérica, alfabética, por assunto ou cronológica, a fim de manter o controle e facilitar sua-localização. Organizar e controlar as publicações expedidas; em estoque e o arquivo inativo do conselho. Realizar o controle de estoque de material, anotando os dados em formulário apropriado, bem como preparar requisições para solicitar novas remessas. Realizar a cobrança dos inadimplentes e de gerenciar as baixas automáticas e manuais. Representar o Core-SP em Repartições Públicas municipais, estaduais e federais quando necessário. Responsável pelas chaves do Escritório Seccional, quando lotado neste local. Responsável pela abertura e fechamento do Escritório Seccional no seu horário de expediente, quando lotado neste local. Redigir documentos diversos. Zelar pela guarda e segurança dos equipamentos de trabalho e documentação. Zelar pelo bom funcionamento e organização do ambiente de trabalho. Executar outras atividades correlatas ao departamento. Integrar a composição de Comissões instituídas para atender às necessidades do Core-SP. Executar outras tarefas semelhantes em complexidade e natureza às anteriormente descritas, por necessidade do trabalho elou por solicitação superior.
 

Vídeos CORE

Saiba como evitar o "branco" na hora da prova


Mais Lidas

Mais Recentes

Atualizado: 30/10/2018 - 12:56

Câmara de Piquete SP abre concurso com seis vagas

Edital tem chances para motorista, servente, escriturário e diretor de contabilidade. Inscrições vão de 5 a 21 de novembro

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Câmara de Piquete, no interior de São Paulo, abriu concurso público destinado a preencher seis vagas imediatas, além de formar cadastro reserva.

As funções de motorista CNH "D" (2 postos e salário de R$ 1.039,78) e servente (1 - R$ 1.039,78) requerem ensino fundamental.

A carreira de escriturário (2 - R$ 1.039,78) é opção para candidatos que possuem ensino médio.

O cargo de diretor de contabilidade (1 - R$ 1.979,86) tem como requisitos curso superior, registro no conselho da categoria e experiência mínima de três anos.

Concurso Câmara Piquete: inscrições e etapas

Será possível se inscrever entre 5 e 21 de novembro, mediante a realização de cadastro pelo endereço www.institutoibdo.com.br. As taxas variam de R$ 30 a R$ 50. 

A prova objetiva apresentará 30 questões de múltipla escolha para serem solucionadas em até três horas. A aplicação está prevista para ocorrer em 16 de dezembro. 

As outras fases incluem análise de títulos para diretor de contabilidade, com envio dos documentos entre 14 e 15 de janeiro, e avaliação prática para motorista, marcada para o dia 20 do mesmo mês.

O concurso da Câmara de Piquete terá validade de dois anos, a contar da data de homologação do resultado. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério do Legislativo, conforme estabelece o edital.

Cronograma do concurso da Câmara de Piquete


 

Continuar lendo

Atualizado: 30/10/2018 - 11:17

Nova Luzitânia SP realiza concurso para procurador

Com salário de R$ 4,9 mil, cargo cobra curso superior em direito, experiência mínima de um ano e registro na OAB

Uma vaga

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Nova Luzitânia, no interior paulista, abriu concurso público para preencher uma vaga de procurador municipal, com salário de R$ 4.909,14.

O cargo requer curso superior em direito, registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e experiência mínima de um ano em atividades jurídicas.

Os interessados podem se inscrever até as 23h30 de 7 de novembro, pagando taxa de R$ 100. O formulário para cadastro está disponível no endereço https://fenix.listaeditais.com.br.

Marcada para 25 de novembro, a prova objetiva cobrará a resolução de 20 questões de múltipla escolha sobre língua portuguesa, matemática e conhecimentos específicos.

O concurso da Prefeitura de Nova Luzitânia terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do governo municipal, conforme estabelece o edital.

Concurso Prefeitura Nova Luzitânia: conteúdo programático parcial

Língua portuguesa - Ortografia; Classes de Palavras; Classes Gramaticais; Acentuação; Numeral e Artigo; Sinais de Pontuação; Análise e Interpretação de Textos; Substantivos; Adjetivo; Preposição, Conjunção; Advérbio; Pronome; Termos Essenciais da Oração (Sujeito e Predicado); Regência Verbal e Nominal; Concordância Verbal e Nominal, Verbos (pessoas, tempos, modos, vozes); Sinônimos e Antônimos.

Matemática - Conjunto de Números; Números Naturais e Inteiros; Números Racionais e Irracionais; Resolução de Problemas envolvendo as Quatro Operações; Porcentagem; Juros Simples e Compostos; Números Decimais; Regra de Três Simples e Compostas; Raiz Quadrada; MDC e MMC; Unidades de Medida e Comprimento, Superfície e Massa; Geométrica Plana; Fração Algébrica; Expressões Algébricas; Inequações do 1° Grau; Equações do 1° e 2° Grau, Razão e Proporção; Funções Exponenciais e Logarítmicas; Progressões PA e PG; Matrizes e Determinantes.

Concurso Prefeitura Nova Luzitânia: atribuições do procurador


 

Continuar lendo

Atualizado: 30/10/2018 - 10:07

Concurso CRP SP: 275 vagas e última semana de inscrição

Edital apresenta chances para analista e psicólogo, com vencimentos acima de R$ 7,6 mil. Prova está marcada para 2 de dezembro

11 regiões

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Após ser prorrogado, termina dentro de uma semana, às 23h59 da próxima segunda-feira (5), o prazo para inscrições do concurso do CRP SP (Conselho Regional de Psicologia de São Paulo). Ao todo, a seleção preencherá 275 vagas, sendo sete imediatas e 268 para cadastro reserva (CR).

O edital tem oportunidades para analista superior (1 posto + 24 CR) e psicólogo analista técnico (6 + 244 CR). Ambas as carreiras cobram curso superior em psicologia e têm jornada semanal de 40 horas. 

Os vencimentos correspondem a R$ 7.675,58, já considerando o salário-base (R$ 6.197,58) e os vales refeição (R$ 990) e alimentação (R$ 488). O CRP SP também concede convênio médico e odontológico, vale transporte e plano de carreira. 

As chances de analista superior têm lotação na cidade de São Paulo. Já as ofertas para psicólogo estão distribuídas, além da capital, entre Assis, Bauru, Campinas, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba e as regiões do Grande ABC e Vale do Paraíba. 

 

Concurso CRP SP: inscrição e etapas

 

O Instituto Quadrix, banca que organiza a seleção, recebe inscrições exclusivamente pela internet, por meio do endereço http://www.quadrix.org.br. A taxa de participação custa R$ 75.  

• APOSTILAS CONCURSO CRPS SP 2018 - ANALISTA E PSICÓLOGO

A primeira fase terá provas objetiva e discursiva, marcadas para 2 de dezembro, conforme retificação do cronograma divulgada em 13 de setembro. Haverá aplicação nos municípios de São Paulo, Assis, Bauru, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto. 

O conteúdo programático inclui língua portuguesa, informática, raciocínio lógico e matemático, atualidades, ética no serviço público, direito constitucional e conhecimentos específicos. 

A seleção será finalizada com avaliação de títulos e experiência profissional. A entrega dos documentos à empresa examinadora está agendada para os dias 7 e 8 de fevereiro.

O concurso do CRP SP terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do conselho, conforme estabelece o edital.

 

Concurso CRP SP: atribuições dos cargos

 

Analista - Orientar a programação, execução e avaliação de ações de capacitação e de desenvolvimento profissional e institucional; Elaborar programas de avaliação de desempenho; Realizar estudos e intervenções dirigidas à saúde do trabalhador; Acompanhar as atividades da Comissão de Saúde do Trabalhador – COMSAT; Realizar as atividades de recrutamento e seleção de estagiários e temporários e jovens aprendizes; Fazer o acompanhamento de performance dos estagiários, temporários e jovens aprendizes; Planejar, aplicar e avaliar pesquisas para a avaliação da gestão e das relações do trabalho, propondo soluções e medidas para alinhamento da prestação de serviços do CRP; Planejar, executar, acompanhar e avaliar ações de treinamento, desenvolvimento e capacitação dos funcionários do Conselho; Acompanhar a execução do Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS, coordenando e/ou executando o processo de ascensão funcional; Manter sistematicamente a divulgação de normativos internos de pessoal; Elaborar e atualizar publicações referentes à gestão de pessoas; Planejar, elaborar, coordenar, acompanhar, assessorar, pesquisar e executar procedimentos e programa, relativos à área de Psicologia Organizacional e do Trabalho; Preparar e apresentar sistematicamente relatórios de atuação e performance de sua unidade; Manter-se atualizado com a legislação da psicologia e técnicas referentes a Psicologia Organizacional e do Trabalho; Realizar outras atividades correlatas da unidade de lotação.

Psicólogo - Realizar atividades de atendimento ao profissional e ao público em geral bem como atividades de caráter técnico que envolva redação, pesquisa e digitação; Preparar, organizar, atualizar e conferir arquivos, documentos e relatórios; Fornecer subsídios para análise e tomada de decisão; Atender as solicitações pertinentes a área técnica do CRP SP (Orientação, Ética, Análise de Títulos de Especialistas, Direitos Humanos, Políticas Públicas, CPL e outras) ou Grupos de Trabalhos Específicos criados pelo CRP SP; Efetuar o registro das solicitações, interpretar e encaminhar ao demandante, como subsídios para as ações do CRP-SP; Elaborar pareceres e relatórios técnicos relacionados a questões de orientação, fiscalização, ética, análise de títulos de especialistas e outros relativos a campos de inserção e interesse da Psicologia, relacionados ao trabalho do CRP SP; Realizar atividades de orientação à categoria, por meio de atendimentos telefônicos, escritos, e presenciais, participação em debates e encontros coletivos com psicólogos; Manter sistema de informação atualizado de todas as solicitações recebidas e encaminhadas para conhecimento interno e da direção do CRP-SP; Realizar atividades de Fiscalização conforme definido pelo Conselho instituições e locais que prestam serviços de Psicologia; Assessorar tecnicamente processos de tomada de decisões e promoção de debates em relação a dimensão ética do exercício profissional da psicologia; Manter-se atualizado em relação às referências técnicas e legais que orientem o exercício profissional ou estejam a ele relacionados; Acompanhar e subsidiar tecnicamente diretrizes produzidas pelo CRP SP relativas a intervenção da Psicologia nas Políticas Públicas nas diversas áreas e campos de atuação; Assessorar tecnicamente a participação do CRP SP em ações em interface com outras entidades, relacionadas ao exercício profissional da psicologia na sociedade; Realizar pesquisa e coleta de dados e informações técnicas com o apoio jurídico no Sistema Conselho e outros órgãos similares; Realizar diligências para a averiguação de denúncias ou indícios de infração; Realizar outras atividades correlatas da unidade de lotação.

 

Concurso CRP SP: o que estudar para a prova

 

Língua portuguesa - 1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. 3 Domínio da ortografia oficial. 4 Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. 4.2 Emprego de tempos e modos verbais. 5 Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1 Emprego das classes de palavras. 5.2 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.3 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.4 Emprego dos sinais de pontuação. 5.5 Concordância verbal e nominal. 5.6 Regência verbal e nominal. 5.7 Emprego do sinal indicativo de crase. 5.8 Colocação dos pronomes átonos. 6 Reescrita de frases e parágrafos do texto. 6.1 Significação das palavras. 6.2 Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.3 Reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto. 6.4 Reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7 Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República ). 7.1 Aspectos gerais da redação oficial. 7.2 Finalidade dos expedientes oficiais. 7.3 Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.4 Adequação do formato do texto ao gênero.

Informática - 1 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática: tipos de computadores, conceitos de hardware e de software, instalação de periféricos. 2 Edição de textos, planilhas e apresentações (ambiente Microsoft Office, versões 2010, 2013 e 365). 3 Noções de sistema operacional (ambiente Windows, versões 7, 8 e 10). 4 Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet. 5 Programas de navegação: Mozilla Firefox e Google Chrome. 6 Programa de correio eletrônico. 7 Sítios de busca e pesquisa na Internet. 8 Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. 9 Segurança da informação: procedimentos de segurança. 10 Noções de vírus, worms e pragas virtuais. 11 Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, antispyware etc.). 12 Procedimentos de backup.

Raciocínio lógico e matemático - 1 Operações, propriedades e aplicações (soma, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). 2 Princípios de contagem e probabilidade. 3 Arranjos e permutações. 4 Combinações. 5 Conjuntos numéricos (números naturais, inteiros, racionais e reais) e operações com conjuntos. 6 Razões e proporções (grandezas diretamente proporcionais, grandezas inversamente proporcionais, porcentagem, regras de três simples e compostas). 7 Equações e inequações. 8 Sistemas de medidas. 9 Volumes. 10 Compreensão de estruturas lógicas. 11 Lógica de argumentação (analogias, inferências, deduções e conclusões). 12 Diagramas lógicos.

Atualidades - 1 Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como recursos hídricos, segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia.

Ética no serviço público - 1 Ética e moral. 2 Ética, princípios e valores. 3 Ética e democracia: exercício da cidadania. 4 Ética e função pública. 5 Ética no setor público. 5.1 Lei nº 8.429/1992 e suas alterações: disposições gerais; atos de improbidade administrativa.

Direito constitucional - 1 Constituição. 1.1 Conceito, classificações, princípios fundamentais. 2 Direitos e garantias fundamentais. 2.1 Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, nacionalidade, cidadania, direitos políticos. 3 Administração Pública. 3.1 Disposições gerais, servidores públicos.

Conhecimentos específicos (analista) - 1 Gestão de pessoas nas organizações. 1.1 Sistemas modernos de gestão de recursos humanos. 1.1.1 Ferramentas de gestão e estilos de liderança. 1.1.2 A negociação no contexto organizacional. 1.1.3 Gerenciamento da pluralidade nas empresas. 1.2 Planejamento estratégico da gestão de pessoas. 1.3 Gerenciamento de conflitos. 1.4 Clima e cultura organizacional. 2 Política de desenvolvimento organizacional. 2.1 O novo conceito de treinamento e desenvolvimento para educação continuada. 2.1.1 Organizações de aprendizagem. 2.1.2 O desafio de aprender e os conceitos de talento. 2.1.3 Gestão por Competências. 2.2 Elaboração de projetos de desenvolvimento de pessoas: fases, procedimentos, diagnóstico, planejamento, execução, acompanhamento e avaliação. 3 Psicodinâmica do trabalho e prevenção de saúde do trabalhador. 3.1 Atuação dos profissionais de recursos humanos junto às equipes multidisciplinares e interdisciplinares voltadas para a saúde do trabalhador dentro e fora do mundo do trabalho. 3.2 Prevenção da saúde dos trabalhadores nas organizações. 3.3 Ergonomia da atividade e psicopatologia do trabalho. 3.4 Relação entre trabalho, processos de subjetivação e processos de saúde e adoecimento relacionado ao trabalho. 3.5 Práticas grupais. 3.6 Atuação do psicólogo na interface saúde/trabalho/educação. 3.7 Psicologia de grupo e equipes de trabalho: fundamentos teóricos e técnicos sobre grupos, conflitos no grupo e resolução de problemas. 4 Política de recrutamento e seleção. 4.1 Movimentação e captação de pessoas. 4.2 Técnicas e processo decisório, fontes e meios de recrutamento. 4.3 Planejamento, técnicas, avaliação e controle de resultados do processo seletivo. 4.4 Rotação de pessoal e absenteísmo. 5 Avaliação de Desempenho (360 graus). 6 Pesquisa e intervenção em psicologia organizacional e do trabalho. 7 Comprometimento, motivação e satisfação no trabalho. 8 Bem-estar, saúde e qualidade de vida no contexto das organizações. 9 Discriminação, Assédio Sexual e Assédio Moral no Trabalho 10 Preparação para a Aposentadoria. 11 Ética do psicólogo organizacional. 12 Gestão de pessoas e da diversidade: conceitos, sujeitos, atributos da diversidade, políticas afirmativas nas organizações. 13 Gestão de pessoas no setor público: tendências e gestões atuais. 14 Qualidade de vida. 15 Comprometimento, motivação e envolvimento no trabalho. 16 Legislação específica: 16.1 Lei nº 4.119/1962 (dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de Psicólogo). 16.2 Lei nº 5.766/1971 (cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências). 16.3 Resolução CFP nº 10/2005 (aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo). 16.4 Resolução CFP nº 010/2007 (institui a Política de Orientação e Fiscalização do Sistema Conselhos de Psicologia). 16.5 Lei nº 13.146/2015 (institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência - Estatuto da Pessoa com Deficiência). 16.6 Lei nº 11.788/2008 (dispõe sobre o estágio de estudantes). 16.7 Lei nº 10.097/2000 e Decreto nº 5.598/2005 (regulamentam a contratação de aprendizes). 16.8 Resolução CFP nº 007/2003 (institui o Manual de Elaboração de Documentos Escritos produzidos pelo psicólogo, decorrentes de avaliação psicológica). 16.9 Resolução CFP nº 1/2018 (estabelece normas de atuação para as psicólogas e os psicólogos em relação às pessoas transexuais e travestis). 16.10 Resolução CFP nº 9/2018 (estabelece diretrizes para a realização de Avaliação Psicológica no exercício profissional da psicóloga e do psicólogo). 16.11 Resolução CFP nº 002/2016 (regulamenta a Avaliação Psicológica em Concurso Público e processos seletivos de natureza pública e privada). 16.12 Resolução CFP nº 014/2011 (dispõe sobre a inclusão do nome social no campo "observação" da Carteira de Identidade Profissional do Psicólogo). 16.13 Resolução CFP nº 001/1999 (normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual). 16.14 Resolução CFP nº 18/2002 (estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação a preconceito e discriminação racial). 16.15 Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).

 

Conhecimentos específicos (psicólogo) - 1 Leis: 1.1 Lei nº 4.119/1962 (dispõe sobre os cursos de formação em Psicologia e regulamenta a profissão de Psicólogo). 1.2 Lei nº 5.766/1971 (cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências). 1.3 Lei nº 8.069/1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA). 1.4 Lei nº 10.741/2003 (dispõe sobre o Estatuto do Idoso e dá outras providências). 1.5 Lei nº 10.216/2001 (dispõe sobre a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental). 1.6 Lei nº 6.839/1980 (dispõe sobre o registro de empresas nas entidades fiscalizadoras do exercício de profissões). 1.7 Lei nº 8.080/1990 (Sistema Único de Saúde - SUS). 1.8 Lei nº 13.140/2015 (dispõe sobre a mediação entre particulares como meio de solução de controvérsias e sobre a autocomposição de conflitos no âmbito da administração pública). 1.10 Lei nº 8.742/1993 (Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS). 1.11 Lei nº 11.340/2006 (cria mecanismos para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher - Lei Maria da Penha). 1.12 Lei nº 13.146/2015 (Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência - Estatuto da Pessoa com Deficiência). 1.13 Lei nº 12.435/2011 (dispõe sobre a organização da Assistência Social). 2 Decretos: 2.1 Decreto nº 53.464/1964 (regulamenta a Lei nº 4.119/1962, que dispõe sobre a Profissão de Psicólogo). 2.2 Decreto nº 79.822/1977 (regulamenta a Lei nº 5.766/1971, que criou o Conselho Federal e Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências). 3 Resoluções CFP: 3.1 Resolução CFP nº 10/2005 (aprova o Código de Ética Profissional do Psicólogo). 3.2 Resolução CFP nº 010/2017 (institui a Política de Orientação e Fiscalização do Sistema Conselhos de Psicologia). 3.3 Resolução CFP nº 06/2007 (institui o código de processamento disciplinar e alterações trazidas pela Resolução CFP nº 07/2016, que institui e normatiza a Mediação e outros meios de solução consensual de conflitos nos processos disciplinares éticos no Sistema Conselhos de Psicologia, regulamentando a criação de Câmara de Mediação no âmbito das Comissões de Ética). 3.4 Resolução CFP nº 07/2003 (institui o Manual de Elaboração de Documentos produzidos pelo psicólogo decorrentes de Avaliações Psicológicas). 3.5 Resolução CFP 03/2007 (consolidação das Resoluções do CFP). 3.6 Resolução CFP nº 016/2001 (aprova o Regimento Interno do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região). 3.7 Resolução CFP nº 008/2010 (dispõe sobre a atuação do psicólogo como perito e assistente técnico no Poder Judiciário). 3.8 Resolução CFP nº 01/2009 (dispõe sobre a obrigatoriedade do registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos). 3.9 Resolução CFP nº 09/2018 (estabelece diretrizes para a realização de Avaliação Psicológica no exercício profissional da psicóloga e do psicólogo, regulamenta o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos - SATEPSI). 3.10 Resolução CFP nº 018/2002 (estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação a preconceito e discriminação racial). 3.11 Resolução CFP nº 01/1999 (normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual). 3.12 Resolução CFP nº 01/2018 (estabelece normas de atuação para as psicólogas e os psicólogos em relação às pessoas transexuais e travestis). 3.13 Resolução CFP nº 11/2018 (regulamenta a prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação). 4 Outros: 4.1 Declaração Universal dos Direitos Humanos (ONU). 4.2 Folders Série “CRP-SP ORIENTA” (disponível em: http://www.crpsp.org/site/interna.php?pagina=147). 4.3 Resolução do Conselho Econômico e Social da ONU nº 2002/2012 (Princípios Básicos para utilização de programas de Justiça Restaurativa em matéria criminal). 4.4 Resoluções MS/CNS nº 466/2012 e 510/2016 (aprova diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos). 4.5 Resolução CNS nº 218/1997 (reconhece como profissional de saúde de nível superior a categoria de Psicólogo). 4.6 Portaria MS nº 1271/2014 (define a Lista Nacional de Notificação Compulsória de doenças, agravos e eventos de saúde pública nos serviços de saúde públicos e privados em todo o te rritório nacional). 4.7 Resolução CNJ nº 125/2010 (dispõe sobre a Política Judiciária Nacional de tratamento adequado dos conflitos de interesses no âmbito do Poder Judiciário). 4.8 Resolução CRPSP nº 01/2016 (cria a Câmara de Mediação da Comissão de Ética do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região - CRP- 06 “CAM/COE” e aprova seu regulamento). 4.9 Resolução CRPSP nº 02/2016 (dispõe sobre procedimentos internos a serem adotados pelo CRP 06, nos casos de comprovado exercício irregular ou ilegal da profissão de Psicóloga/o). 4.10 Lei nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação).
 

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 17:34

Concurso Receita Federal: é grande pressão por aval

Oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento são para as carreiras de auditor-fiscal e analista tributário. Iniciais do concurso da Receita serão de até R$ 16,2 mil

5.000 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Uma das autorizações mais esperadas é a do concurso da Receita Federal do Brasil (RFB). Acontece que o órgão sofre com uma grande defasagem de pessoal, que afeta gravemente a qualidade dos serviços prestados à população, conforme vem sendo discutido pela categoria e apontado em relatório do Tribunal de Contas da União (TCU).

A última solicitação encaminhada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) é para o preenchimento de 5.000 vagas, de acordo com o diretor do Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público (Deret/SGP), Paulo de Tarso Cancela Campolina de Oliveira. 

Os dados mostram que a situação da RFB está cada vez mais crítica devido à sua grande defasagem de pessoal, que tem aumentado a cada novo levantamento. A tendência é que a quantidade de servidores fique cada vez mais escassa, caso uma nova seleção não ocorra.

• APOSTILAS CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL|
• CURSO CONCURSO RECEITA FEDERAL 2018 - AUDITOR FISCAL

Sindicatos da categoria demonstraram diversas vezes, ao longo dos últimos meses, a necessidade de um certame urgente e que os serviços prestados à população podem ser seriamente prejudicados se nada for feito pelo governo.

Último levantamento, de agosto de 2018, aponta que a Receita Federal tem 21.237 postos em aberto, número em constante crescimento. Do déficit de servidores, 11.197 são de auditores e 10.040 de analista. A situação pode ficar mais crítica, ainda mais que cerca de 20% do pessoal já está apto a se aposentar.

 

 

Defasagem de pessoal na Receita Federal - Levantamento de agosto/2018

 

 

Pedido do concurso da Receita Federal 2018

A solicitação do concurso da Receita Federal é para 3.000 oportunidades de analista-tributário de 2.000 de auditor-fiscal.

Ambas as carreiras aceitam profissionais com formação superior completa em diversas áreas de atuação. O salário inicial corresponde a R$ 16.201,64 e a R$ 9.714,42, respectivamente, já incluindo o vale-alimentação de R$ 458.

Veja também: simulado completo para o concurso da Receita 2018

Concurso da Receita Federal para a área administrativa

Outra seleção aguardada é a que contempla 400 vagas para os cargos de assistente-técnico administrativo e analista administrativo, com lotação no quadro de pessoal da Receita Federal. Vale ressaltar que o lançamento do edital, assim que autorizado pelo MPDG, é feito pelo Ministério da Fazenda, que depois distribui as oportunidades para o seu quadro e o da RFB.

Para concorrer a assistente é necessário possuir ensino médio, sendo que o salário inicial, atualizado, é de R$ 4.137,97, considerando o vale-alimentação de R$ 458. Já a função de analista administrativo pede nível superior e oferece vencimento de R$ 5.490,09, incluindo o benefício.

Uma vez autorizado, o concurso contará com uma grande parte das vagas destinada para o Estado de São Paulo, por não ter sido contemplado na última seleção para os cargos administrativos.

Preparação para o concurso da Receita Federal 2018

Por ser considerado um dos concursos mais concorridos do Brasil, já que soma milhares de concorrentes, quem deseja conquistar um posto na RFB deve iniciar os estudos com antecedência. Em entrevista anterior ao JC, o auditor-fiscal da Receita Federal e ex-presidente do Sindifisco Nacional (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil), Pedro Delarue, comentou que “as provas são disputadíssimas e as pessoas que estão estudando estão super preparadas, então, é necessário estudar bastante, já que há uma grande variedade de temas”.

Uma opção para se preparar para a seleção é analisar o conteúdo programático e as avaliações dos processos seletivos anteriores. 

Último processo seletivo

No caso de assistente técnico-administrativo, o concurso anterior ocorreu em 2014, sendo organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). A prova contou com 70 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 20 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 20 de língua portuguesa, dez de matemática e raciocínio lógico, dez de conhecimentos de informática e dez de atualidades. Em conhecimentos específicos, cinco de gestão de pessoas e atendimento ao público, cinco de ética do servidor na administração pública, cinco de administração pública brasileira e cinco do regime jurídico dos agentes públicos. Informática e atualidades contaram com peso um e as demais disciplinas, com peso dois.  

Prepare-se para o concurso Receita Federal

PROVA ANTERIOR CONCURSO RFB

Para analista técnico administrativo, a última seleção foi em 2013, também organizada pela Esaf. O cargo contou com duas provas, sendo a primeira com 65 questões de conhecimentos básicos e a segunda com 50 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos gerais foram 15 de língua portuguesa, dez de atualidades, dez de raciocínio lógico quantitativo, dez de direito constitucional dez de direito administrativo e dez de informática básica. Língua portuguesa e conhecimentos específicos tiveram peso dois, enquanto as demais disciplinas contaram com peso um. Além disso, os candidatos foram submetidos a uma prova discursiva.

Saiba mais sobre o concurso da Receita Federal 2018

 


Ads

Uma das vagas na Receita Federal será sua!

Essa é sua chance. São mais de 2 mil oportunidades com remuneração de até R$ 20.123. Garanta sua vaga e construa uma carreira de sucesso!


 

 

 


Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 16:28

Câmara de Pracinha SP: concurso com inscrições abertas

Oferta do edital é de uma vaga pra o cargo de procurador jurídico. Prazo se encerrará no dia 6 de novembro

Nível superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Encontram-se abertas as inscrições do concurso público da Câmara Municipal de Pracinha, localizada no Estado de São Paulo. A seleção visa o provimento de uma vaga para a carreira de procurador jurídico. 

O cargo exige formação superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial é de R$ 4.041 para jornada de trabalho semanal de 20 horas. 

Interessados devem preencher a ficha cadastral na página eletrônica www.unisisp.com.br e efetuar o pagamento da taxa, no valor de R$ 80. O prazo se encerrará no dia 6 de novembro. 

Os candidatos serão avaliados por meio de uma única etapa: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. Ela contemplará 30 questões de múltipla escolha, sendo dez de língua portuguesa e 20 de conhecimentos específicos. 

Com duração máxima de duas horas, o exame será aplicado na cidade de Pracinha/SP no dia 2 de dezembro, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado com antecedência mínima de três dias. 

Atribuições do procurador jurídico 

Representar judicialmente e extrajudicialmente a câmara municipal em todos os feitos e instâncias, inclusive Tribunal de Contas do Estado e União; exercer as funções de consultoria jurídica do Poder Legislativo da Administração direta em geral; por determinação do presidente da câmara, ouvido a mesa diretora, elaborar representações sobre inconstitucionalidade de leis; elaborar e redigir as leis e demais atos normativos do Poder Legislativo; propor ação civil pública ou ação direta de inconstitucionalidade, quando solicitado pelo secretário municipal de assuntos jurídicos; receber citações e notificações nas ações propostas contra a câmara municipal; apresentar a mesa diretora, através do presidente da câmara municipal, proposta de arguição de inconstitucionalidade de leis, elaborando a competente representação; minutar escrituras, convênios e contratos, nos limites de sua competência; assistir o Poder Legislativo nos atos de tabelionato compreendidos nos limites de sua competência; assessorar os vereadores e comissões legislativas; colaborar com os secretários administrativos em todas as suas atribuições e tarefas; acompanhar os recursos administrativos em primeira instância e recursal; emitir pareceres nos procedimentos administrativos e outros que se relacionarem com quaisquer assuntos jurídicos.
 

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 15:56

Prefeitura Mogi das Cruzes SP prepara novo concurso

Seleção deverá ser para diversos cargos, com opções em todos os níveis de escolaridade. Edital em breve

Banca já está definida

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Prefeitura de Mogi das Cruzes, na região da Grande São Paulo, já iniciou os preparativos para a realização de seu novo concurso público. O primeiro passo ocorreu na última semana, com a contratação da banca organizadora, que será a Fundação Vunesp. De acordo com informações obtidas junto ao setor de concursos da prefeitura, a quantidade de vagas, bem como a distribuição pelos cargos, ainda está sendo definida, mas adiantam que, em geral, o concurso deverá ser para aproximadamente os mesmos cargos do último grande concurso municipal para diversas secretarias, realizado em 2014.  A data de publicação do edital ainda não está definida, mas deve ocorrer nas próximas semanas.


No concurso de 2014 a oferta foi de 168 psotos, para cargos de níveis fundamental, médio e superior, com iniciais de até R$ 5.891,71.


Na Secretaria de Assistência Social, as opções foram para os cargos de agente social (cadastro, R$ 2.186,65, para nível superior),  assistente social (1, R$ 4.366,86, superior), pedagogo (CR, R$ 4.016,99, superior) e psicólogo (1, R$ 4.366,86, superior).


Na Secretaria Municipal de Educação: auxiliar de desenvolvimento da educação (10, R$ 1.400,97, fundamental), orientador de informática (1, R$ 3.912,25, superior) e psicopedagogo (1, R$ 3.273,47, superior).
Na Secretaria de Gestão Pública, cadastro para analista de sistemas, de nível superior e inicial de R$ 4.366,86.


Na Secretaria Municipal de Governo, uma de agente sepultador, com fundamental e R$ 1.492,68.


Na Secretaria Municipal de Saúde, administrador hospitalar (1, superior, R$ 5.676,85), contador (1, R$ 4.651,14, superior), enfermeiro (1, R$ 4.067,59, superior), enfermeiro do trabalho (1, R$ 4.067,59, superior), enfermeiro obstetra (1, R$ 4.067,59, superior), médico clínico geral (26, R$ 5.084,43, superior), médico geriatra (1, R$ 5.084,43, superior), médico ginecologista (1, R$ 2.906,90 para 12 horas, superior), médico ginecologista (8, R$ 5.084,43 para 20 horas, superior), médico neurologista (1, R$ 5.084,43 para 20 horas, superior), médico pediatra (3, R$ 2.906,90 para 12 horas, superior), médico pediatra (2, R$ 5.084,43 para 20 horas, superior), médico psiquiatra (2, R$ 5.084,43, superior), médico psiquiatra infantil (1, R$ 5.084,43, superior), médico veterinário (CR, R$ 5.084,43, superior), técnico de enfermagem (1, R$ 2.733,26, ensino médio) e terapeuta  ocupacional (1, R$ 3.496,10, superior).


Na Secretaria de Segurança: agente de defesa civil (6, R$ 2.186,65, ensino médio) e encarregado de setor de defesa civil (1, R$ 3.496,10, ensino médio técnico).


Por fim, na Secretaria de Serviços Humanos: carpinteiro (3, R$ 1.445,50, ensino fundamental), eletricista (CR, R$ 1.747,99, ensino fundamental) e pintor (CR, R$ 1.445,50, ensino fundamental).   
 

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 15:01

Rio Claro SP: aberto concurso para 90 vagas na FMSRC

Interessados poderão se inscrever entre 5 de novembro e 20 de dezembro. Edital reúne cargos de todas as escolaridades

Área da saúde

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro (FMSRC), no interior de São Paulo, divulgou edital de concurso público para contratação de 90 servidores, além de formação de cadastro reserva (CR). 
 
Podem concorrer aos cargos de agente administrativo (5 postos), agente de serviços gerais (2) e agente de telecomunicações (2) profissionais que possuem nível fundamental.

Há chances com exigência de ensino médio e, em alguns casos, formação técnica para agente de controle de vetores (1), assistente de gestão municipal (2), auxiliar de saúde bucal (1), protético (1), técnico de enfermagem (20), técnico de nutrição e dietética (CR), técnico de processamento de dados (1), técnico de saúde - laboratório (CR), técnico em radiologia (1) e técnico em segurança do trabalho (1). 

• APOSTILAS CONCURSO FMSRC 2018 - DIVERSOS CARGOS
• CURSOS CONCURSO ÁREA DA SAÚDE

São disponibilizados empregos de nível superior para assistente social (2), biólogo (1), bioquímico (1), cirurgião dentista (10), educador físico (1), enfermeiro PSF (2), enfermeiro do trabalho (CR), engenheiro civil (CR), engenheiro de segurança do trabalho (CR), farmacêutico (2), fisioterapeuta (1), fonoaudiólogo (1), nutricionista (2), pedagogo (CR), psicólogo (1), veterinário (1), terapeuta ocupacional (1) e médicos PSF (2), cardiologista (1), cirurgião vascular (1), dermatologista (1), endocrinologista (1), fisiatra (CR), gastroenterologista (1), ginecologista obstetra (1), hematologista (1), infectologista (1), neurologista (1), neuropediatra (1), oftalmologista (1), ortopedista (1), otorrinolaringologista (1), pediatra (1), psiquiatra (1), psiquiatra infantil (1), radiologista (1), reumatologista (1), ultrassonografista (1), urologista (1), do trabalho (1), plantonista ortopedista (1), plantonista pediatra (2) e plantonista psiquiatra (1).        

Para as funções de regime mensalista, os vencimentos variam de R$ 1.099,68 a R$ 4.941,87. No caso das vagas para profissionais horistas, os valores ficam entre R$ 24,66 e R$ 74,12. 

A remuneração é acrescida de vale alimentação mensal de R$ 390. Para servidores que atuam em escala de plantão, o município concede tickets diários de lanche e refeição de R$ 7,50 e R$ 12, respectivamente. 

Concurso Saúde Rio Claro: inscrições e avaliação

Responsável pela organização do certame, o Instituto Mais recebe inscrições entre 5 de novembro e 20 de dezembro, por meio do site www.institutomais.org.br. As taxas são de R$ 42 (ensino fundamental), R$ 55 (médio) e R$ 69 (superior).  

A seleção prevê apenas prova objetiva, marcada para ocorrer em 10 de fevereiro. O número de questões (30, 40 ou 50) e as disciplinas (língua portuguesa, matemática, informática, legislação e conhecimentos específicos) variam conforme o cargo. 

O concurso da FMSRC terá validade de dois anos, a contar da data de homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do órgão, de acordo com o edital.

Cronograma do concurso da Fundação de Saúde de Rio Claro


 

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 13:05

Condephaat SP: banca em breve para 15 vagas

Oportunidades serão para os cargos de oficial administrativo, analista sociocultural e arquiteto, com iniciais até R$ 4 mil. Edital neste semestre.

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat) deve confirmar, em breve, o nome da banca organizadora do seu próximo concurso público. O processo está em fase de definição, por parte da comissão responsável pelo certame, constituída desde  1º de setembro.

O concurso contará com uma oferta inicial de 15 vagas, sendo três destinadas para quem possui ensino médio completo e 12 para nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 4.041,68, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais.


Somente após a contratação da empresa a data  da publicação do edital de abertura de inscrições poderá ser confirmada, mas a expectativa é de que o concurso seja iniciado ainda neste semestre.

A Comissão do concurso é presidida pela assessora técnica III Sabrina Amaral Rodrigues Leite e conta, ainda, com os seguintes servidores: Amer Nagib Moussa Junior, Deborah Regina Leal Neves, Elisabete Mitiko Watanabe, Érika Hembik Borge Fioretti, Haike Roselane kleber da Silva  e José Antônio Chinelato Zagato.


As três vagas destinadas para quem possui ensino médio são para o cargo de oficial administrativo. Neste caso, a remuneração inicial é de R$ 1.329,29 em caso de 50% do Prêmio de Desempenho Individual (PDI) e R$ 1.535,94 para 100% do benefício.


Para nível superior a oferta será de seis vagas para o cargo de analista sociocultural e seis para arquiteto, ambos com necessidade de formação nas respectivas áreas.  No caso do analista sociocultural, o inicial é de R$ 2.402,05 para 50% do PDI e R$ 2.789,66 para 100%. Para arquiteto, R$ 4.041,68. Para ambas as carreiras, a jornada é de 40 horas semanais.

 


O órgão
O Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico tem a função de proteger, valorizar e divulgar o patrimônio cultural no Estado de São Paulo. Nessa categoria se encaixam bens móveis, imóveis, edificações, monumentos, bairros, núcleos históricos, áreas naturais, bens imateriais, dentre outros.


Desde 1968 O CONDEPHAAT já tombou mais de 500 bens. Eles formam um conjunto de representações da história e da cultura no Estado de São Paulo entre os séculos XVI e XX

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 12:45

Prefeitura de Ipeúna SP abre concurso com 34 vagas

As inscrições serão recebidas até o dia 13 de novembro. Os salários iniciais oferecidos chegam a R$ 7,8 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Encontram-se abertas as inscrições do concurso público da Prefeitura Municipal de Ipeúna, localizada no Estado de São Paulo. A seleção visa o provimento de 34 vagas, além de formação de cadastro reserva de futuras oportunidades. 

Quem tem o ensino fundamental pode se inscrever para as funções de auxiliar de cuidador social (1 vaga), leiturista (1), merendeira/cozinheira (1), monitor de alunos de ensino infantil/fundamental (1), motorista (1), operador de máquina rodoviária (1), servente de limpeza (1), servente geral (1) e tratorista (1).

Aqueles que têm o ensino médio estão aptos às carreiras de agente comunitário de saúde (1), assistente em administração (1), auxiliar administrativo (1), auxiliar odontológico (1), cuidador social (1), técnico em enfermagem (1), técnico de radiologia (1) e técnico em segurança do trabalho (1). Os três últimos postos ainda exigem curso técnico. 

Nível superior é requisito para os cargos de analista de RH (1), assistente social (1), cirurgião dentista (1), enfermeiro (1), engenheiro civil (1), farmacêutico (1), fiscal de tributos (1), fisioterapeuta (1), nutricionista (1), químico (1), professor de educação infantil (1), professor de educação básica I (1), professor de educação física (1) e médico nas especialidades de pediatra (1), plantonista (1), PSF (1) e ginecologista/obstetra (1).

As remunerações iniciais oferecidas pela Prefeitura de Ipeúna partem de R$ 954 e chegam a R$ 7.852,04. 

Concurso Prefeitura de Ipeúna SP: inscrições e provas

Interessados em concorrer a uma das ofertas devem se cadastrar no site do Instituto Imagine (www.institutoimagine.com.br), organizador do certame, e efetuar o pagamento da taxa, nos valores de R$ 20 (ensino fundamental), R$ 30 (nível médio) e R$ 40 (superior). O prazo se encerrará no dia 13 de novembro. 

Marcada para o dia 2 de dezembro, a prova objetiva será composta por questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática e conhecimentos específicos. 

O concurso ainda será constituído das seguintes etapas: prova prática para os empregos de assistente em administração, auxiliar administrativo, auxiliar odontológico, merendeira/cozinheira, motorista, operador de máquina rodoviária, servente de limpeza, servente geral e tratorista; e análise de títulos para nível superior. 
 

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 12:03

Agricultura SP: novo pedido prevê mais 899 vagas

Nova solicitação prevê realização de novo concurso para diversos cargos, em todos os níveis escolares, com iniciais de até R$ 4,3 mil

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento de São Paulo (SAA/SP) encaminhou novo pedido de autorização para a contratação de servidores para a Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP). A solicitação visa o preenchimento de nada menos do que 899 vagas, sendo 644 por meio de realização de novo concurso público e 255 para a realização de concurso público ou convocação de remanescentes de concursos em validade em outros órgãos para cargos comuns a diversas secretarias do estado.

Do total de postos, 30 são para cargos com exigência de ensino fundamental incompleto, 85 para fundamental completo, 535 para ensino médio e 249 para nível superior, com remunerações iniciais de até R$ 4.306,87.


É importante ressaltar que para alguns cargos o órgão já realizou concurso em 2017. Porém, anterior ao envio do novo pedido, que não foi indicado como sendo para convocação de remanescentes, o que é possível tendo em vista que as oportunidades, na ocasião, foram vinculadas a apenas alguns municípios do estado. Desta forma, o órgão pode realizar outro concurso para preenchimento de postos em outras regiões. 

 

 

Concurso SAA - SP - Ensino Fundamental Incompleto


No caso de ensino fundamental incompleto, o pedido é para 30 vagas para o cargo de auxiliar de apoio à pesquisa agropecuária. Neste caso, os interessados devem possuir 4ª série do ensino fundamental e um ano de experiência na respectiva área de atuação, com inicial de R$ 1.142,69.

 

 

Concurso SAA - SP - Ensino Fundamental Completo


Para ensino fundamental completo, as oportunidades são para oficial de apoio agropecuário (50 vagas, com dois anos de experiência na área de atuação e R$ 1.142,64) e oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica (35, também com dois anos na respectiva área e inicial de R$ 1.142,63).

 

 

Concurso SAA - SP - Ensino Médio


Para ensino médio, técnico de apoio agropecuário (150, com formação específica e três anos na área de atuação, R$ 1.670,90), técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (70, formação específica e três anos na área, R$ 1.670,90) e agente de apoio agropecuário (80, com dois anos na área e R$ 1.345,01).

 


Ainda para ensino médio, o pedido conta com 235 vagas para o cargo de oficial administrativo, para realização de concurso ou convocação de remanescentes, podendo ser de concurso de outro órgão estadual. Neste caso, o inicial é de R$ 1.339,29 em caso de 50% do Prêmio de Desempenho Individual (PDI) e R$ 1.535,94 para 100%.

 

 

Concurso SAA - SP - Nível Superior


Por fim, para nível superior, assistente agropecuário (180, 3.711,71), engenheiro (19, R$ 4.041,68) e assistente técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (30, R$ 2.719,96).

 

Neste caso, para realização de novo concurso ou aproveitamento de remanescentes, a seleção também conta com oportunidades para analista sociocultural (4, R$ 2.402,05 para 50% do PDI e R$ 2.789,66 para 100%), executivo público (12, R$ 3.753,14 para 50% e R$ 4.306,87 para 100%) e analista administrativo (4, R$ 2.402,05 para 50% e R$ 2.789,66 para 100%).


Concurso SAA - SP - Último concurso


O último concurso realizado pelo órgão, em 2017, foi para o preenchimento de 156 vagas, para os cargos de assistente técnico de pesquisa (7 vagas), oficial administrativo (3), oficial de apoio agropecuário (6), técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (5), assistente agropecuário (95), agente agropecuário (15), auxiliar de apoio agropecuário (19), oficial de apoio agropecuário (5) e técnico de apoio agropecuário (6).

 


Vale ressaltar que a autorização de 156 não supria o total de vagas solicitados para o concurso, na ocasião, que já era de 507 vagas,  sendo 15 para ensino fundamental incompleto, 44 para fundamental completo, 271 para ensino médio e 177 para nível superior. 
A organizadora, na ocasião, foi a RBO.    

Continuar lendo

Atualizado: 29/10/2018 - 10:31

MP SP abre inscrições de concurso para analista

Ofertas do edital são para as áreas de administrador, contador e economista, que requerem nível superior e experiência profissional

Salário de R$ 13,7 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Entra em vigor nesta segunda-feira (29) o prazo de inscrição do concurso para a função de analista técnico científico do MP/SP (Ministério Público do Estado de São Paulo). A seleção visa o preenchimento de nove vagas imediatas, além de formação de cadastro reserva. 

Candidatos que têm nível superior, experiência profissional mínima de três anos e registro no órgão de classe podem disputar as áreas de administrador (2 vagas), contador (4) e economista (3). A remuneração é de R$ 13.790,08 (composta por R$ 8.585 de salário básico e R$ 5.205,08 de gratificação de promotoria) para jornada de trabalho de 40 horas semanais. 

Além do vencimento, o MP/SP ainda oferece para os seus servidores os seguintes benefícios: auxílio-alimentação no valor mensal de R$ 920 e auxílio-transporte no valor diário de R$ 13,92. 

• CURSO CONCURSO MP SP 2018 - ADMINISTRADOR - CONTADOR - ECONOMISTA

Ofertas serão lotadas nas seguintes áreas regionais: macrorregião I (capital, Grande São Paulo I, II e III, Santos e Vale do Ribeira); macrorregião II (Campinas e Taubaté); macrorregião III (Piracicaba e Sorocaba); macrorregião IV (Araçatuba, Bauru, e Presidente Prudente); e macrorregião V (Franca, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto).  

De acordo com o edital, o cadastro reserva servirá para futuras e eventuais nomeações, cujas necessidades decorram do surgimento ou criação de vagas durante o prazo de validade do concurso (de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, prorrogável uma vez por igual período, a critério do Ministério Público do Estado de São Paulo).

Como participar do concurso do MP SP

A banca organizadora do certame é a Fundação Vunesp. As inscrições serão recebidasaté o dia 7 de dezembro. Para participar é necessário preencher a ficha cadastral no site www.vunesp.com.br e efetuar o pagamento da taxa, no valor de R$ 140.

As candidaturas somente serão registradas após a confirmação do pagamento da taxa, que poderá ser efetuado até a data limite de 10 de dezembro, observado o horário de funcionamento do banco. 

Concurso MP SP: provas

Os participantes serão avaliados por meio de provas objetiva e dissertativa, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Com duração máxima de cinco horas, elas serão aplicadas no dia 10 de fevereiro de 2019, no período da tarde, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da Fundação Vunesp a partir do dia 29 de janeiro. 

A prova objetiva será composta por 60 questões do tipo múltipla escolha, sendo dez de língua portuguesa, dez de matemática, dez de noções de informática e 30 de conhecimentos específicos. 

Já a prova dissertativa, que deverá ser manuscrita em letra legível, será constituída de um caso prático para ser solucionado (estudo de caso). Será avaliado o domínio do conhecimento técnico, a compreensão e o desenvolvimento do tema na estrutura proposta, a solução dada ao caso e o domínio da norma padrão necessários ao desempenho do cargo/especialidades.
 

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/10/2018 - 15:33

Concurso CAU SP: inscrições abertas para nove vagas

Com salários acima de R$ 6,3 mil, edital tem postos para assistente administrativo e advogado. Chances estão distribuídas entre São Paulo e Sorocaba

Níveis médio e superior

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Foram abertas nesta sexta-feira (26) as inscrições para o concurso do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU SP) destinado a preencher nove vagas, além de formar cadastro reserva.

Com salário de R$ 2.582,08 e exigência de ensino médio, o cargo de assistente técnico administrativo soma oito postos, sendo sete para atuação na capital e um em Sorocaba. 

Curso superior em direito é requisito para quem pretende disputar a carreira de analista técnico jurídico - advogado, que disponibiliza uma oportunidade para trabalhar em São Paulo e paga R$ 6.321,59. 

• APOSTILAS CONCURSO CAU SP 2018 - ASSISTENTE TÉCNICO

Os contatados terão como benefícios: auxílios alimentação, creche e refeição; plano de assistência médica; e vale transporte.

Os interessados devem se inscrever até 18 de novembro pelo site da empresa CKM Serviços (https://ckmservicos.selecao.net.br/). As taxas são de R$ 45 (nível médio) e R$ 55 (superior). 

Etapas do concurso CAU SP

A seleção inclui prova com 40 questões objetivas para ambos os cargos, redação para assistente e estudo de caso para advogado. A aplicação está agendada para 9 de dezembro, nas duas cidades com oferta de vagas. 

O conteúdo programático abrange língua portuguesa, raciocínio lógico e conhecimentos comuns e específicos, além de informática apenas para assistente. 

O concurso do CAU SP terá validade de 12 meses, com possibilidade de prorrogação por mais 12, a critério do conselho, conforme estabelece o edital.

Concurso CAU RO: principais atribuições do assistente

Recepcionar documentos, conferindo-os e encaminhar para as providências necessárias, assegurando o cumprimento das normas e regras internas; Registrar e protocolar em sistemas, dados e informações, organizando-os de forma lógica, seguindo padrões e instruções vigentes; Efetuar agendamento e convocação para participação de eventos, orientando os participantes quanto aos procedimentos; Auxiliar a elaboração de relatórios, planilhas, planejamentos e programações institucionais; Auxiliar os processos de auditorias internas e externas, quanto aos assuntos pertinentes ao departamento; Auxiliar os processos inerentes à gestão de pessoas; Efetuar pedidos de compras de materiais e/ou itens de responsabilidade do departamento; Atender o público, orientando quanto aos procedimentos, normas, resoluções, registros profissionais e legislações pertinentes de interesse público; Entre outras atividades. 

Concurso CAU SP: principais atribuições do advogado

Emitir manifestações jurídicas de conformidade ou não conformidade dos processos com a legislação vigente sugerindo as alterações necessárias à sua adequação à norma; Emitir manifestações jurídicas de conformidade ou não conformidade de assuntos de interesse do CAU SP; Emitir manifestações jurídicas acerca da possibilidade de celebração de parcerias e contratos; Propor ações, em todas as esferas judiciais, para garantia do cumprimento das leis vigentes e de forma a garantir o pleno exercício das competências do Conselho; Promover defesas e recursos nos processos judiciais onde o Conselho figure como parte; Assessorar e orientar juridicamente à Administração, incluindo departamentos e comissões; Assessorar a Administração acerca das questões que envolvem as contratações e aquisições pretendidas; Analisar os editais de licitação em conformidade com a legislação vigente;  Confeccionar as minutas dos contratos administrativos que irão compor os anexos dos editais; Assessorar a Administração acerca das questões que envolvem as parcerias e contratações a serem firmadas; Analisar os editais de chamamento público em conformidade com a legislação vigente; Confeccionar as minutas de contratos, termos de fomento, termos de cooperação ou dos acordos de colaboração que irão compor os anexos dos editais; Confeccionar os termos de fomento ou cooperação, acordos de colaboração e contratos administrativos para formalização das contratações e parcerias; Entre outras atividades.

Concurso CAU SP: conteúdo programático para nível médio

Língua portuguesa - As questões de Língua Portuguesa e Redação têm por objetivo verificar a capacidade de leitura, compreensão e interpretação de texto, bem como a habilidade de usar a linguagem como meio para produzir, expressar e comunicar ideias em diferentes situações. Tipos de Comunicação: Descrição, Narração e Dissertação. Ortografia Oficial. Significação das palavras: sinônimos, antônimos, sentidos próprio e figurado. Pontuação. Acentuação. Emprego das classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, artigo, verbo, advérbio, preposição, conjunção (classificação e sentido que imprime às relações entre as orações). Concordâncias verbal e nominal. Regências verbal e nominal. Crase. Figuras de linguagem. Vícios de linguagem. Equivalência e transformação de estruturas. Flexão de substantivos, adjetivos e pronomes (gênero, número, grau e pessoa). Sintaxe. Morfologia. Estrutura e formação das palavras. Discursos direto, indireto e indireto livre. Processos de coordenação e subordinação. Colocação pronominal.

Informática - Windows 10. Conhecimentos de navegação na Internet. Internet Explorer. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados ao uso de informática no ambiente de escritório. Excel, PowerPoint e Word em nível avançado (habilidades para construção de gráficos, tabelas dinâmicas, funções, animações, formatações, mala direta). Rotinas de backup e prevenção de vírus. Rotinas de segurança da informação e recuperação de arquivos.

Raciocínio lógico - Raciocínio lógico: estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios. Deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de raciocínio verbal. Raciocínio matemático (que envolva, dentre outros, conjuntos numéricos racionais e reais - operações, propriedades, problemas envolvendo as quatro operações nas formas fracionária e decimal. Conjuntos numéricos complexos. Números e grandezas proporcionais. Razão e proporção. Divisão proporcional. Regra de três simples e composta. Porcentagem). Raciocínio sequencial. Orientações espacial e temporal. Formação de conceitos. Discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

Cronograma do concurso CAU São Paulo

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/10/2018 - 13:22

TRF 3 SP MS: novo concurso deve ficar para 2019

Seleção foi confirmada em abril e deverá contar com oportunidades para quem possui níveis médio e superior, com remunerações iniciais de até R$ 11,8 mil

Técnicos e analistas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A realização do aguardado novo concursos público do Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF 3ª), que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, deve ficar mesmo para 2019. De acordo com informações obtidas junto ao setor de concursos para servidores, a seleção ainda está em fase de análise para definição de vagas e áreas de atuação que contarão com oportunidades, sem data específica para conclusão  

A seleção é aguardada desde abril, quando anunicada pela coordenadora da Comissão de Acessibilidade e Inclusão do órgão, juíza Luciana Ortiz Tavares Costa Zanoni, durante reunião com a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal do Estado de São Paulo (Sintrajud). 

Na ocasião, a juíza adiantou que o TRF iria reservar de R$ 6 a R$ 8 milhões do orçamento de 2018 para a realização do novo certame. “Há toda uma estratégia quem tem como prioridade a realização do concurso”, declarou a juíza. Durante a reunião, confirmou que o problema de déficit de pessoal se agravou em decorrência do aumento do número de aposentadorias, provocada pelas preocupações dos servidores com a Reforma da Previdência e com os efeitos da Emenda Constitucional 95/2016, que congelou os orçamentos dos órgãos públicos por 20 anos. “Ainda que façamos economia em outras áreas, não podemos nomear servidores, salvo nos casos autorizados”, lembrou a juíza, mencionando as limitações impostas pela EC 95. “Ficamos de mãos amarradas. Assim como servidores, faltam juízes”, disse.

• CURSO PARA O CONCURSO TRF 3ª REGIÃO 2018 - TÉCNICO E ANALISTA JUDICIÁRIO

A intenção é de que os preparativos para a seleção sejam iniciados o quanto antes, uma vez que a validade da última grande seleção, iniciada em 2013, encerrou em 25 de abril. Depois disso, o órgão realizou outro concurso, em 2015, somente para algumas áreas específicas de técnicos e analistas.

Com isto, embora os cargos e vagas do novo certame ainda não estejam confirmadas, a tendência é de que sejam aproximadamente para as mesmas opções do concurso de 2013, para as carreiras de técnico e analista judiciário, destinadas, respectivamente, a quem possui níveis médio e superior. As três principais áreas, que tendem a ser oferecidas na próxima seleção, são as de técnico judiciário na área administrativa, que pede apenas ensino médio; analista judiciário na área administrativa, para quem possui formação de nível superior em qualquer área; e analista judiciário na área judiciária, para quem possui formação em direito.
As remunerações iniciais atualmente são de R$ 7.887,24 para os técnicos e R$ 12.374,34 para analistas, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 884 por mês.


Além disso, em decorrência da lei 13.317, de 21 de junho de 2016, as duas carreiras contarão com mais dois reajustes, em novembro de 2018 e janeiro de 2019.


Com isto, para técnicos, já com o auxílio-alimentação, os valores passarão a ser de R$ 8.178,65 e R$ 8.475,36. Para analistas, R$ 12.852,49; e R$ 13.339,30.

 


Último Concurso
No concurso de 2013 foram oferecidas 260 vagas, sendo 125 para analistas e 135 para técnicos. Do total, 195 foram para a região metropolitana de São Paulo, 50 para o interior e 15 para o Mato Grosso do Sul. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.


No caso de técnicos, a seleção foi para as áreas administrativa, administrativa – segurança e transporte,  telecomunicações e eletricidade, contabilidade, enfermagem, informática e segurança do trabalho.
Para os analistas, áreas judiciária, judiciária oficial de justiça avaliador federal, arquivologia, biblioteconomia, contador, engenharia civil, engenharia mecânica, informática, informática – banco de dados, informática –infraestrutura, medicina – cardiologia, medicina – ortopedia,  medicina – psiquiatria, psicologia do trabalho e serviço social.

 

Continuar lendo

Atualizado: 26/10/2018 - 12:59

TCM SP: cresce a expectativa pelo concurso

Novo concurso contará com oferta inicial de 10 vagas de auxiliar, destinadas para quem possui apenas formação de nível médio. Remuneração inicial da carreira é de R$ 10 mil

Inicial de R$ 10 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Segue em compasso de espera a realização do aguardado novo concurso público do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM/SP). A seleção, autorizada em 19 de janeiro, pelo presidente do órgão, Roberto Braquim, continua, desde então, em processo de definição dos membros da comissão responsável pela elaboração do edital. Desta forma, segundo as últimas informações obtidas junto ao setor de recursos humanos do órgão, a publicação do edital de abertura de inscrições devem focar mesmo para o próximo ano. Porém, reforçam que o concurso continua confirmado.       A seleção será para o cargo de auxiliar técnico de fiscalização para a área de suporte administrativo. Ao todo serão oferecidas dez vagas iniciais e para concorrer será necessário possuir apenas ensino médio, com a atrativa remuneração inicial de R$ 10.032,40, incluindo salário básico de R$ 4.907,45 e gratificação de incentivo e especialização e produtividade de R$ 5.124,95, que os servidores passam a receber após seis meses de exercício.
  • CURSO CONCURSO TCM SP 2018 - AUXILIAR TÉCNICO DE FISCALIZAÇÃO   Mesmo com a autorização do certame, o número de vagas não deve suprir as necessidades do órgão, uma vez que há quase 12 anos o TCM/SP não promove concurso para a carreira. De acordo com levantamento funcional divulgado em 2012, o cargo já contava com uma defasagem de 63 auxiliares, número muito superior ao total autorizado e que deve ter aumentado substancialmente desde então. Com isto, a expectativa é de que muitas outras vagas possam ser preenchidas por remanescentes, além da oferta inicial autorizada.    

Progressão Salarial

Além da remuneração inicial, a carreira conta com mais sete níveis, garantindo melhorias salariais durante o exercício da função. Desta forma, já considerando a gratificação de incentivo atual, de R$ 5.124,95, após o inicial de R$ 10.032,40, as remunerações passam posteriormente para R$ 10.523,14, R$ 11.062,97, R$ 11.656,79, R$ 12.309,96, R$ 13.028,48, R$ 13.818,79 e R$ 14.688,22.      

Último Concurso

  A última seleção para o cargo de auxiliar técnico de fiscalização ocorreu em 2006, quando foram oferecidas 32 vagas, sendo 23 somente para a área de suporte administrativo, que exige apenas ensino médio para concorrer. Das nove restantes, três foram para a área de técnico de enfermagem, com necessidade de ensino médio técnico, e seis para professor de educação infantil, com necessidade de formação superior com licenciatura plena. A organizadora foi o Instituto Cetro.   A seleção contou com prova objetiva, com 60 questões, além de uma questão dissertativa. Para auxiliar na área de suporte administrativo foram 45 questões de conhecimentos gerais (com peso três) e 15 de conhecimentos específicos, com peso um. Conhecimentos Gerais contou com temas de língua portuguesa, matemática e noções de informática. Para as áreas de enfermagem e docentes foram 35 de conhecimentos gerais (com peso um) e 25 de conhecimentos específicos, com peso três, também com língua portuguesa, matemática e noções de informática na parte de conhecimentos gerais.   
Continuar lendo

Atualizado: 25/10/2018 - 13:40

Ipeúna SP: edital em fase de ajustes finais

Seleção contará com oportunidades para várias carreiras. Quantidade de vagas ainda será anunciada.

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A prefeitura de Ipeúna, no interior paulista, deve divulgar, nos próximos dias, o edital de seu novo  concurso público. A liberação depende apenas dos últimos ajustes, que estão sendo feitos em conjunto com a banca organizadora, que  será o Instituto de Marketing, Assessoria e Gestão de Imagem na Empresa Ltda.  

O concurso será para o preenchimento de vagas em diversos cargos, com opções para quem possui níveis fundamental, médio e superior. A oferta de vagas para cada carreira ainda será divulgada, bem como os respectivos salários iniciais.  Porém, os cargos que contarão com oportunidades já foram anunciados.

Ensino Básico Incompleto
Quem possui apenas o ensino básico incompleto poderá concorrer aos cargos de servente de limpeza, servente geral e tratorista.

Ensino Fundamental Completo
No caso de ensino fundamental completo, as opções são para agente comunitário de saúde PSF, auxiliar de cuidador social, leiturista, merendeira/cozinheira, monitor de alunos de ensino infantil/fundamental, motorista e operador de máquina rodoviária.

Ensino Médio
Para ensino médio: assistente de administração, auxiliar administrativo, auxiliar odontológico e cuidador social.

Nível Superior
Quem possui formação técnica poderá contar com opções de técnico de enfermagem, técnico de radiologia e técnico de segurança do trabalho.
Por fim, para nível superior: analista de RH, assistente social, cirurgião dentista, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico, fiscal de tributos, fisioterapeuta, médico plantonista, médico do PSF, médico ginecologista/obstetra, nutricionista, professor de educação física, professor de educação infantil PEI, professor de ensino básico PEG I e químico.


De acordo com o edital de licitação, as taxas deverão ser de R$ 20 para cargos com exigência de ensino fundamental, R$ 30 para ensino médio e R$ 40 para nível superior.


O documento também determina que, uma vez publicado o edital de abertura de inscrições, o atendimento deverá ser feito pelo prazo de, pelo menos, dez dias



 

 

Continuar lendo

Atualizado: 25/10/2018 - 12:23

Câmara de Sertãozinho SP divulga novo edital de concurso

Oferta é de cinco vagas imediatas e cadastro reserva. Inscrições serão recebidas entre os dias 5 de novembro e 6 de dezembro

Todos os níveis

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

No Estado de São Paulo, a Câmara Municipal de Sertãozinho divulgou um novo edital de concurso público que visa o preenchimento de quatro vagas do seu quadro de pessoal. A seleção ainda formará cadastro reserva (CR) de futuras oportunidades. 

Candidatos que concluíram o ensino fundamental podem disputar as funções de motorista parlamentar (CR) e telefonista (CR), cujo salário inicial é de R$ 1.962,70. O primeiro cargo ainda exige carteira de habilitação na categoria “D”. 

Para quem tem ensino médio, as chances do edital são para os empregos de escriturário (3 vagas) e técnico de som e imagem (CR). Os respectivos vencimentos são de R$ 2.074,46 e R$ 2.314,81. 

O posto de contador (CR) requer curso técnico ou nível superior em contabilidade, com registro no conselho de classe, e experiência mínima de seis meses na área. A remuneração é de R$ 5.013,05. 

• APOSTILAS CONCURSO PREFEITURA DE SERTÃOZINHO 2018 - NÍVEIS FUNDAMENTAL E MÉDIO

Aqueles que têm o nível superior estão aptos às carreiras de auxiliar legislativo - informática (1), procurador jurídico legislativo (CR) e tesoureiro (1), com ganhos de R$ 4.073,09, R$ 6.480,76 e R$ 5.013,05, respectivamente. 

As inscrições serão recebidas entre os dias 5 de novembro e 6 de dezembro, exclusivamente pela internet, através do site da banca organizadora do certame, que é a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). Os valores da taxa de participação são de R$ 45 (ensino fundamental), R$ 57 (nível médio) e R$ 83 (formação superior). 

Concurso Câmara de Sertãozinho SP: provas

Todos os participantes serão submetidos à prova objetiva, que contemplará questões de múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, noções de informática, legislação e/ou conhecimentos específicos. 

O exame será aplicado no município de Sertãozinho/SP no dia 3 de fevereiro de 2019, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da Fundação Vunesp a partir do dia 24 de janeiro. 

Apenas o cargo de procurador jurídico legislativo realizará a prova prático-profissional (peça processual) na mesma data da objetiva. Serão analisados o conhecimento técnico e a capacidade teórico-prática do candidato em desenvolver a peça apresentada, com fundamentação, clareza, coerência e objetividade. 

Aqueles que pleiteiam o emprego de motorista parlamentar ainda serão avaliados por meio de prova prática. Somente serão convocados os candidatos mais bem classificados na objetiva, até a décima colocação. 
 

Continuar lendo

Atualizado: 25/10/2018 - 11:59

Prefeitura de Leme SP abre concurso com 46 vagas

Prazo para se inscrever termina em 14 de novembro. Há chances para professor, advogado, psicólogo, terapeuta ocupacional, entre outros cargos

Dois editais

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Localizado a cerca de 200 km da capital paulista, o município de Leme abriu concurso público para preenchimento de 46 vagas no quadro de servidores da prefeitura

Foram divulgados dois editais, ambos com cargos de nível superior. Os vencimentos iniciais variam de R$ 1.468,26 a R$ 4.178,65, já considerando o abono salarial de R$ 306,68.  

Há oportunidades para diretor de escola (2 postos), advogado (1), assistente social (2), auditor de controle interno (1), fonoaudiólogo (1), psicólogo (2), psicopedagogo (1), terapeuta ocupacional (1), supervisor de ensino (1), professor substituto (5), professor de educação básica I (20) e professor de educação básica II nas áreas de artes (1), autismo e patologias associadas (1), ciências (1), deficiência auditiva (1), deficiência mental (1), deficiência visual (1), educação física (1), espanhol (1) e inglês (1).   

O prazo para inscrições permanece aberto até 14 de novembro. Os interessados devem se cadastrar pelo site da RBO Assessoria (www.rboconcursos.com.br) e pagar taxa de R$ 30 ou R$ 50, a depender da função escolhida. 

Etapas do concurso da Prefeitura de Leme SP

Todos os participantes realizarão prova objetiva de conhecimentos básicos e específicos com 40 perguntas de múltipla escolha. A aplicação está agendada para 16 de dezembro.

Haverá também análise de títulos para os concorrentes aos postos de professor. Os documentos (diplomas de especialização, mestrado e doutorado) devem ser encaminhados à banca, via Sedex, durante o período para registro de candidaturas. 

O concurso da Prefeitura de Leme terá validade de dois anos, a contar da data de homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério do governo municipal, conforme estabelecem os editais. 

Concurso Leme: atribuições do auditor de controle interno

I - Execução de atividades de controle interno, correição, ouvidoria e promoção da integridade pública, bem como a promoção da gestão pública ética, responsável e transparente, na Administração Direta e Indireta da Prefeitura de Leme; II - Execução de auditorias, fiscalizações, diligências e demais ações de controle e de apoio à gestão, nas suas diversas modalidades, relacionadas à aplicação de recursos públicos, bem como à administração desses recursos, examinando a legalidade, legitimidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade, eficiência e efetividade dos atos governamentais, em seus aspectos financeiro, orçamentário, contábil, patrimonial e operacional, podendo, inclusive, apurar atos ou fatos praticados por agentes públicos ou privados na utilização de recursos do Município; III - Realização de estudos e trabalhos técnicos que promovam o incremento da transparência pública, a participação da sociedade civil na prevenção da corrupção e o fortalecimento do controle social; IV - Realização de atividades inerentes à garantia da regularidade das sindicâncias e dos processos administrativos disciplinares instaurados no âmbito da Administração Municipal; V - Realização de estudos e trabalhos técnicos que contribuam para a promoção da ética e para o fortalecimento da integridade das instituições públicas. VI - Executar outras tarefas correlatas que lhe forem determinadas pelo superior imediato e os demais serviços concernentes a função.
 

Continuar lendo

Atualizado: 25/10/2018 - 10:43

Unicamp SP abre inscrições de concurso com 20 vagas

Oportunidades da Universidade Estadual de Campinas são destinadas a candidatos de níveis médio, técnico e superior. Inscrições serão recebidas até o dia 26 de novembro

Ganhos de até R$ 6,1 mil

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) abriu as inscrições de 11 editais de concurso, que totalizam 20 vagas. A instituição possui unidades de ensino e pesquisa nas cidades de Campinas, Piracicaba e Limeira, no interior do Estado de São Paulo

Ofertas serão lotadas junto à Unicamp, Secretaria de Comunicação (SEC), Instituto de Química (IQ), Instituto de Economia (IE), Coordenadoria de Serviços Sociais (CSS/CECOM), Serviço de Apoio ao Estudante (ASE), Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW) e Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI).  

Candidatos que têm o ensino médio completo podem disputar as funções de profissional da tecnologia, informação e comunicação (1 vaga), profissional para assuntos administrativos (5) e técnico químico (3). O último posto ainda exige curso técnico. O salário inicial é de R$ 3.264,84.

Quem tem o nível superior está apto às carreiras de bibliotecário (1), fisioterapeuta (1), jornalista (1), pedagogo (1), profissional para assuntos administrativos (5) e profissional para assuntos universitários (2). A remuneração é de R$ 6.156,29.

• APOSTILAS CONCURSO UNICAMP 2018 - NÍVEIS MÉDIO E SUPERIOR

As inscrições deverão ser realizadas até as 17h do dia 26 de novembro, exclusivamente pela internet, através do site da banca organizadora do certame, que é a Fundação Vunesp (www.vunesp.com.br). Os valores da taxa de participação são de R$ 100 (ensino médio e curso técnico) e R$ 150 (formação superior). 

Concurso Unicamp SP: provas

Todos os participantes serão avaliados por meio de provas objetiva e dissertativa, ambas de caráter eliminatório e classificatório, exceto profissional para assuntos universitários da unidade CEPAGRI que apenas realizará prova objetiva. 

A prova objetiva contemplará questões do tipo múltipla escolha que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa, matemática, estatística, raciocínio lógico, inglês, noções de informática, atualidades e/ou conhecimentos específicos. 

Já a prova dissertativa avaliará o grau de conhecimento do candidato, necessário ao desempenho da função. Ela será composta por questões dissertativas de conhecimentos específicos ou de uma redação em língua portuguesa. 

Os exames serão aplicados na cidade de Campinas/SP no dia 20 de janeiro de 2019, em locais e horários a serem comunicados no edital de convocação, a ser divulgado no site da Fundação Vunesp e da Unicamp (www.dgrh.unicamp.br) em momento oportuno. 

Descrição de alguns cargos da Unicamp SP

Profissional da tecnologia, informação e comunicação - desenvolver programas para internet, utilizando linguagens, ferramentas e softwares específicos. Desenvolver e realizar a manutenção de sites e portais na internet e na intranet. Utilizar técnicas de design e de redação publicitária para o desenvolvimento de peças gráficas e digitais. Apoiar os usuários quanto ao uso dos recursos tecnológicos disponíveis.

Profissional para assuntos administrativos - executar, acompanhar e participar de atividades de apoio técnico administrativo relacionadas às áreas acadêmica, administrativa, jurídica, financeira, recursos humanos, logística, serviços gráficos e reprográficos, comunicação, documentação e informação; suporte administrativo a projetos de pesquisa; promover atendimento aos clientes internos e externos, orientando e instruindo nos assuntos relacionados à sua área de atuação; utilizar os equipamentos disponíveis e os sistemas e recursos informatizados na execução de suas atividades; auxiliar na execução de processos inerentes às ações organizacionais segundo diretrizes pré-estabelecidas, observando os dispositivos legais e normas internas; atuar no desenvolvimento de projetos de aprimoramento na execução de trabalhos relacionados a sua área de atuação.

Técnico químico - participar do desenvolvimento de produtos e processos. Acompanhar operação de processos físico-químicos e operações unitárias de laboratório e de produção. Operar máquinas e/ou equipamentos e instalações produtivas, em conformidade com normas de qualidade, de boas práticas de manufatura, de biossegurança e controle do meio-ambiente. Interpretar manuais. Elaborar documentação técnica rotineira e de registros legais.
 

Continuar lendo

Atualizado: 24/10/2018 - 16:31

FDSBC inscreve para concurso de oficial administrativo

Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo preencherá sete vagas imediatas. Cargo cobra ensino médio e paga R$ 1,7 mil, além de benefícios

Grande São Paulo

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

A Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (FDSBC), na Grande São Paulo, abriu inscrições para concurso público destinado a preencher sete vagas de oficial administrativo, além de formar cadastro reserva.

Destinado a profissionais que possuem ensino médio, o cargo conta com remuneração inicial de R$ R$ 1.722,95, acrescida de vales alimentação e transporte e assistência médica.

Será possível se inscrever até as 23h59 de 26 de novembro, mediante a realização de cadastro pelo site do Instituto Quadrix (http://www.quadrix.org.br) e o pagamento de taxa de R$ 50.

Etapas do concurso da FDSBC

Na tarde de 16 de dezembro, os candidatos farão prova objetiva com 60 perguntas de múltipla escolha sobre língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico e informática.

• APOSTILA CONCURSO FDSBC 2018 - OFICIAL ADMINISTRATIVO 

Serão convocados para o teste prático, previsto para 26 e/ou 27 de janeiro, os 100 concorrentes com melhores notas na primeira fase. A atividade avaliará habilidades no uso de ferramentas computacionais.

O concurso da FDSBC terá validade de dois anos, a contar da data de homologação do resultado final. O prazo poderá ser prorrogado uma vez, a critério da universidade, conforme estabelece o edital.  

Concurso FDSBC: atribuições do oficial administrativo

Datilografar ou digitar serviços rotineiros, utilizando impressos padronizados relativamente simples, correspondência interna e externa, relatórios, memorandos etc., com base em minutas; Atender o expediente normal da unidade, efetuando abertura, recebimento, registro, distribuição, apensamento, desapensamento de processos, correspondência interna e externa e respectivos protocolos; Efetuar controles simples de arquivo, elaborar índices simples e remissivos; Redigir relatórios, minutas de ofícios, memorandos, declarações, circulares, ordens de serviço e similares, que envolvam interpretações de elementos analíticos complexos; Efetuar controles relativamente complexos, envolvendo interpretação e comparação de dois ou mais tipos de informações: conferências de cálculos de licitações, apreciação em processos de compra, previsão orçamentária, controle contábil, controle de subvenções, controle de fundos, controle de férias, seguros e empréstimos e/ou outros tipos similares de controle; Efetuar cálculos simples referentes a preços públicos e similares; Efetuar controles simples, que não envolvam interpretação e comparação de informações: controle de materiais, de quilometragem, de horas trabalhadas, cartões de ponto e/ou controles similares; Dar atendimento ao público, fornecendo informações relativamente complexas: informações sobre concorrências, editais, processos e normas internas; Efetuar cálculos relativamente complexos, utilizando-se de fórmulas e envolvendo dados comparativos, cálculos de áreas, cálculos de licença-prêmio, cálculos de juros de mora, correção monetária e/ou semelhantes; Dar atendimento de balcão, fornecendo informações gerais simples, atinentes ao serviço da unidade; Redigir memorandos, cartas, relatórios e/ou mensagens simples, ofícios, cotas em processos e termos de juntada de documentos em expedientes; Executar outras atividades correlatas ao cargo.

Concurso FDSBC: o que estudar para a prova de oficial administrativo

Cronograma do concurso da Faculdade de Direito de São Bernardo

Continuar lendo

Atualizado: 24/10/2018 - 14:13

Ministério do Trabalho: aval deve sair após novo sistema

Solicitação para abertura de concurso para o Ministério do Trabalho é para cargos com exigência de níveis médio e superior de ensino. Iniciais de até R$ 16,2 mil

2.873 vagas

JC Concursos - Samuel Peressin - Informe o Erro

Cresce a expectativa para que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) autorize, em breve, o pedido de concurso do Ministério do Trabalho, encaminhado este ano. Segundo informações do secretário-executivo substituto do Ministério do Planejamento, Admilson dos Santos, a liberação depende da implantação do SEI (Sistema Eletrônico de Informações), o que deve ocorrer no decorrer dos próximos meses.

A solicitação enviada é para o preenchimento de 2.873 vagas em seu quadro de pessoal. Das oportunidades requeridas, 1.309 são para o cargo de auditor fiscal do trabalho e 1.307 para agente administrativo. As demais chances estão distribuídas da seguinte maneira: administrador (93), arquivista (32), bibliotecário (2), contador (58), engenheiro (5), estatístico (5), sociólogo (4), psicólogo (26), técnico em assuntos educacionais (10), técnico em comunicação social (10) e economista (12).

• CURSO CONCURSO - AUDITOR FISCAL DO TRABALHO

Em julho, o Sinait (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho) teve uma reunião como novo ministro do Trabalho, Caio Luiz. Um dos assuntos discutidos é a autorização urgente de novo concurso para o Ministério do Trabalho.

Com relação ao posto de fiscal, os dados do Sinait apontam que o órgão tem mais de 1.300 cargos vagos e cerca de 500 auditores em condições de se aposentar. O presidente do sindicato, Carlos Silva, ressaltou que “não há fiscalização sem fiscais”.

A expectativa é de que ainda em 2018 seja concedida a autorização para o novo concurso do Ministério do Trabalho.

Concurso Ministério do Trabalho: solicitação anterior

O último pedido enviado ao Ministério do Planejamento solicitou a abertura de 2.595 vagas distribuídas em diversos cargos com exigência de níveis médio e superior. Do total de oportunidades requeridas, 1.163 era para a função de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e apresenta inicial de R$ 3.881,97, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

As outras 1.432 oportunidades foram para para candidatos com formação superior, sendo 1.190 para a função de auditor-fiscal do trabalho, 85 para administrador, 34 para arquivista, 54 para contador, cinco para engenheiro, cinco para estatístico, três para sociólogo, 26 para psicólogo, dez para técnico em assuntos educacionais, dez para técnico em comunicação social e 12 para economista. Os salários oferecidos chegam a  R$ 16.201,64, contando com o benefício de alimentação.

Principais atribuições do agente e do auditor

Cabe ao agente administrativo exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios. 

No caso de auditor fiscal, entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

Últimos concursos do Ministério do Trabalho

Para agente, o processo seletivo anterior do Ministério do Trabalho ocorreu em 2014 e foi organizada pelo Cespe/UnB. O exame contou com 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos básicos foram cobrados temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Para auditor, o último certame ocorreu em 2013 e também organizado pelo Cespe/UnB. A seleção constou de provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.   

Continuar lendo

Shopping