Concurso Receita Federal Previsto

Orgão: RFB - Receita Federal do Brasil
Nº vagas: 669
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Analista, Auditor
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Fiscal, Tributária
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 12142,00 Até R$ 21487,00
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Publicado em 17/08/2019, às 11h15 - Atualizado em 05/11/2021, às 13h49


concurso Receita Federal conta com pedido de autorização para o preenchimento de 669 vagas, para os cargos de auditor e analista, ambos com exigência de nível superior, com  iniciais de até R$ 21.487,09

Concurso Receita Federal: saiba mais sobre a seleção

A realização de um aguardado novo concurso Receita Federal parece estar cada vez mais próximo de ter início. De acordo com as últimas informações, o órgão encaminhou uma nova solicitação ao Ministério da Economia, no sentido de agilizar a seleção ainda em 2021. A expectativa pelo certame é grande, tendo em vista que o órgão também pediu autorização para diminuir o prazo entre publicação do edital de realização de provas, no sentido de agilizar os tramites necessários para a contratação dos servidores.

O pedido é para 699 vagas, sendo 230 para o cargo de auditor fiscal e 469 para analista tributário. Para as duas carreiras é necessário possuir formação de  nível superior. No caso de analista, o inicial é de R$ 12.142,39, enquanto a carreira de auditor conta com inicial de R$ 21.487,09 

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro publicou o decreto 9739, que determina um prazo de quatro meses entre a publicação do edital e a aplicação das provas em concursos federais. Porém, em caso de grande necessidade de pessoal, os órgãos podem solicitar aval para que o prazo seja reduzido. Isto ocorreu, por exemplo, nos concursos da Polícia Federal (PF) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizados este ano.

Concurso Receita Federal: novo pedido é menor que anterior

O novo pedido do concurso Receita Federal é bastante inferior ao anterior, encaminhado em 2020 para o Ministério da Economia. Na ocasião, o total era de  3.360 vagas, sendo 1.000 para cargos com exigência de ensino médio e 2.360 para nível superior

No caso de ensino médio, a solicitação foi para 1.000 vagas para a carreira de assistente técnico adminstrativo, que faz parte da área adminstrativa,com inicial de R$ 4.137,97

Para nível superior foram 2.360 postos, sendo 2.050  para as áreas aduaneira e tributária, sendo 550 para a carreira de auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil e 1.500 para analista-tributário da Receita Federal do Brasil. 

Ainda para nível superior, as 310 restantes foram para a área administrativa, sendo 270 para analista técnico administrativo, 4 para arquiteto e 16 para engenheiros e 20 para contador. No caso de analista técnico administrativo, a exigência é de nível superior, com inicial de R$ 5.490,09. Para arquitetos, engenheiros e contadores as remunerações não chegaram a ser confirmadas

Informações Complementares

Cargos do concurso da Receita Federal

Analista Tributário: para habilitar-se ao cargo de Analista Tributário da Receita Federal é preciso ter nível superior em qualquer curso de graduação (reconhecido pelo MEC - Ministério da Educação). O salário inicial do cargo de Analista Tributário é de R$ 11.181,24, mais benefícios.

Auditor-Fiscal: para habilitar-se ao cargo de Auditor Fiscal da Receita Federal é necessário ter nível superior completo em qualquer curso de graduação, também reconhecido pelo Ministério da Educação. A remuneração inicial do cargo de Auditor Fiscal é de R$ 20.123,53, mais benefícios agregados.

Recentemente foi criado um bônus de eficiência, pago em adição ao salário normal;
Houve significativa redução do número de níveis na tabela salarial, permitindo que o servidor chegue mais rápido ao teto da carreira, que aproxima-se dos R$ 28 mil mensais para o cargo mais almejado, de Auditor Fiscal.

Conheça a Receita Federal

O órgão da Receita Federal do Brasil (RF ou RFB para os mais "íntimos), está dividido em 10 regiões fiscais, como você pode ver abaixo:

  • 1ª Região: Distrito Federal (DF), Goiás (GO), Mato Grosso (MT), Mato Grosso do Sul (MS) e Tocantins (TO);
  • 2ª Região: Acre (AC), Amapá (AP), Amazonas (AM), Pará (PA), Rondônia (RO) e Roraima (RR);
  • 3ª Região: Ceará (CE), Maranhão (MA) e Piauí (PI)
  • 4ª Região: Alagoas (AL), Paraíba (PB), Pernambuco (PE), Rio Grande do Norte (RN)
  • 5ª Região: Bahia (BA) e Sergipe (SE)
  • 6ª Região: Minas Gerais (MG)
  • 7ª Região: Espírito Santo (ES) e Rio de Janeiro (RJ)
  • 8ª Região: São Paulo (SP)
  • 9ª Região: Paraná (PR) e Santa Catarina (SC)
  • 10ª Região: Rio Grande do Sul (RS)

Para cada região, o órgão possui Delegacias, Alfândegas e Agências. Isso garante a realização do concurso Receita Federal com vagas regionais e a possibilidade de trabalhar em várias cidades e áreas diferentes, tornando o concurso bem interessante.

Concurso Receita Federal: último edital

Realizado em 2014, o último concurso da Receita Federal abriu vagas para área de apoio, para o cargo de assistente técnico-administrativo do MF (Ministério da Fazenda). Foram oferecidas 1.026 vagas e a prova foi composta por questões de Língua Portuguesa, Matemática, Raciocínio Lógico, Informática, Atualidades, Gestão de Pessoas e do Atendimento ao Público, Ética do Servidor na Administração Pública, Administração Pública Brasileira e Regime Jurídico dos Agentes Públicos. Mais de 263 mil inscritos disputaram as vagas oferecidas, uma média de 257 candidatos por vaga).

Veja aulas grátis para a sua preparação no Youtube JC Concursos.

Estrutura da Receita Federal

O órgão da Receita Federal se divide em 10 regiões fiscais (RF) para o controle nacional. Vejam as regiões e suas divisões abaixo:

1ª Região Fiscal (RF)Distrito Federal
Goiás
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Tocantins
2ª Região Fiscal (RF)Acre
Amapá
Amazonas
Pará
Rondônia
Roraima
3ª Região Fiscal (RF)Ceará
Maranhão
Piauí
4ª Região Fiscal (RF)Alagoas
Paraíba
Pernambuco
Rio Grande do Norte
5ª Região Fiscal (RF)Bahia
Sergipe
6ª Região Fiscal (RF)Minas Gerais
7ª Região Fiscal (RF)Espírito Santo
Rio de Janeiro
8ª Região Fiscal (RF)São Paulo
9ª Região Fiscal (RF)Paraná
Santa Catarina
10ª Região Fiscal (RF)Rio Grande do Sul


Em cada região fiscal, a Receita Federal possui unidades como Delegacias, Alfândegas e Agências. Isso garante aos interessados no concurso Receita Federal a alocação de servidores em várias cidades e áreas diferentes.

Aula grátis de matemática

Confira aula grátis para estudas matemática em concursos:

Tudo sobre o concurso da Receita Federal

Abaixo você encontra no JC Concursos as notícias, os anexos e as provas anteriores relacionadas ao concurso Receita Federal.


Notícias do concurso Receita Federal

Provas RFB - Receita Federal do Brasil

Nenhuma prova encontrada

Sobre RFB - Receita Federal do Brasil

A Secretaria da Receita Federal do Brasil é um órgão específico, singular, subordinado ao Ministério da Fazenda, exercendo funções essenciais para que o Estado possa cumprir seus objetivos. É responsável pela administração dos tributos de competência da União, inclusive os previdenciários, e aqueles incidentes sobre o comércio exterior, abrangendo parte significativa das contribuições sociais do País. A Receita Federal também subsidia o Poder Executivo Federal na formulação da política tributária brasileira, previne e combate a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a pirataria, a fraude comercial, o tráfico de drogas e de animais em extinção e outros atos ilícitos relacionados ao comércio internacional.

Até 1 de janeiro de 2019 era subordinado ao Ministério da Fazenda, e a partir daí passou a ser subordinado ao novo Ministério da Economia do Governo Jair Bolsonaro.


Comentários

Mais Lidas