MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Investimentos precisam ser declarados no IRPF da Receita Federal? Entenda

Próximo ao início da declaração do IRPF da Receita Federal, o contribuinte precisa ficar atento às regras para a declaração de investimentos. Entenda

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 17/02/2022, às 21h04

Investimentos precisam ser declarados no IRPF da Receita Federal? Entenda
Investimentos precisam ser declarados no IRPF da Receita Federal? Entenda - Freepik
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Próximo ao início da Declaração do Imposto de Renda 2022, muitas pessoas não sabem se investimentos precisam ser declarados no IRPF da Receita Federal. Os contribuintes investidores precisam ficar atentos às regras sobre cada tipo de investimento. A depender da aplicação, podem existir informações diferentes sobre os investimentos que devem ser informados em fichas específicas no programa do órgão federal. Entenda como realizar esse tipo de declaração. 

Por meio do portal oficial da Receita, o contribuinte pode ter acesso ao programa, informar os dados necessários e realizar o envio. Os contribuintes que desejam realizar a declaração do imposto de renda 2022 têm o prazo para Declaração de Renda de Pessoa Física (DIRPF) entre 02 de março e 30 de abril. Para realizar a operação é necessário estar atento aos dados de preenchimento, bem como informar todos os gastos realizados no ano anterior. A sonegação de informações pode resultar em fraude, gerando multa e outros problemas no futuro. 

+ Declaração do imposto de renda 2022: veja os prazos

Investimentos que precisam ser declarados na Receita Federal. Confira 

Os investimentos tributáveis pela Receita Federal precisam ser declarados, sejam eles de qualquer valor na Bolsa, de todas as classes que tenham em carteira na declaração do IRPF 2022. Também devem declarar todos os contribuintes que obtiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 ou valores não tributáveis acima de R$ 40 mil em 2021. Mesmo nas situações em que uma parcela dos recebimentos fique isenta da cobrança de impostos, o cidadão deve informar todos os investimentos de sua carteira no último ano. 

As aplicações devem ser informadas em seus campos específicos no sistema da Receita, os investimentos em títulos de renda fixa, fundos de investimentos, ações, fundos imobiliários, saldo de conta poupança, ETFs, investimentos no exterior e até mesmo valores em criptomoedas.

Afinal, como declarar os investimentos? 

As aplicações precisam ser informadas na ficha de “Bens e Direitos” da declaração. Mas os rendimentos destes investimentos entram em outras fichas. Os contribuintes precisam estar atentos, já que cada código é correspondente a um tipo de investimento diferente. 

No caso da Renda Fixa, em sua grande maioria tem incidência no IRPF, no entanto, essa tributação não irá acontecer no momento da declaração porque a tributação para renda fixa é feita de maneira automática pela instituição financeira no momento do resgate. 

Estão entre a renda fixa os investimentos que sofrem tributação do IRPF, como Debêntures (com exceção às incentivadas), RDB (Recibo de Depósito Bancário), Tesouro Direto, CDB (Certificado de Depósito Bancário), e  LC (Letra de Câmbio).

Já aqueles que optaram por fazer investimentos em ações, fundos imobiliários, ETFs, BDRs ou até mesmo em criptomoedas, precisam ficar atentos às regras do Fisco. 

Como fazer a declaração do IRPF 2022?

O contribuinte que pretende usar o sistema da Receita Federal para realizar a operação precisa seguir alguns passos. Veja como fazer: 

Por meio do portal, o contribuinte pode ter acesso aos seguintes serviços: declaração, instruções sobre o preenchimento, retificação, multa, download do programa, além de outras funções. Para realizar o preenchimento só é necessário ter acesso a um dispositivo móvel, computador ou certificado digital. 

+++Acompanhe as principais informações sobre os benefícios sociais no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil

Comentários

Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.