MenuJC Concursos
Busca
Últimas Notícias | | Empregos | Sociedade | youtube jc | WEBSTORIES

Preço do gás natural e do querosene de aviação: Petrobras faz nova redução do valor

Saiba quem vai se beneficiar com a redução do preço do gás natural. Segundo a Petrobras, essa queda não afeta o gás de cozinha (GLP), envasado em botijões ou vendido a granel

Sede da Petrobras
Sede da Petrobras - Divulgação
Mylena Lira

Mylena Lira

redacao@jcconcursos.com.br

Publicado em 02/05/2023, às 21h53

WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmailGoogle News

A Petrobras fez uma redução média de 8,1% no preço do gás natural, em relação ao trimestre encerrado em abril. Segundo a estatal, a atualização do preço do gás natural, válida desde ontem (1º), não afeta o gás de cozinha (GLP), envasado em botijões ou vendido a granel.

Segundo a empresa, a redução foi possível porque o petróleo recuou 8,7% no período e o real teve uma valorização de 1,1%. Os contratos com as distribuidoras preveem atualizações trimestrais do preço do gás e vinculam os reajustes às oscilações do petróleo Brent e da taxa de câmbio.

A medida gera economia para as indústrias que fazem uso desse tipo de combustível e também para os consumidores que têm o kit gás e abastecem seus veículos com o gás natural. Com o novo reajuste, o gás vendido pela Petrobras às distribuidoras acumula redução de 19% no ano.

Ao anunciar a queda do valor, a empresa ressaltou, em abril, que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo preço de venda da companhia. O custo final leva em conta o "portfólio de suprimento de cada distribuidora, assim como por suas margens (e, no caso do GNV- Gás Natural Veicular, dos postos de revenda) e tributos federais e estaduais", explicou na ocasião.

+Recebe Bolsa Família? Aplicativo Caixa Tem ganha nova versão e simplifica acesso

Redução do preço do querosene de aviação

Além de diminuir o preço do gás natural, a Petrobras também reduziu em 11,5% o custo do querosene de avião QAV nas refinarias da empresa. Em todo o ano, a queda acumulada é de 25,6% nesse tipo de combustível.

Em importantes praças de vendas a distribuidoras, como Paulínia (SP) e Duque de Caxias (RJ), a redução foi de mais de 11%. O novo valor também passou a valer desde ontem, 1º de maio.

O QVA é utilizado por aviões de grande porte e é o principal responsável pelos custos das empresas do setor no Brasil. O combustível responde por cerca de 35% dos gastos das empresas aéreas brasileiras.

+Salário mínimo de São Paulo é fixado em R$ 1.550, maior que o nacional

De acordo com a Petrobras, os preços de venda de QAV buscam o equilíbrio com o mercado internacional e acompanham as variações do valor do produto e da taxa de câmbio, para cima e para baixo. Porém, representantes do setor afirmam que o preço poderia ser reduzido ainda mais se a Petrobrás não precificasse em dólar, já que o querosene é produzido no Brasil.

+++Acompanhe as principais notícias sobre Sociedade no JC Concursos.

Siga o JC Concursos no Google NewsSociedadeBrasil

JC Concursos - Jornal dos Concursos. Imparcial, independente, completo.