MenuJC Concursos
Busca
Notícias | | Aulas Grátis | Provas anteriores | Simulados | Empregos | Brasil

Rússia é condenada em reunião da ONU por guerra na Ucrânia. Veja como votou os países

Guerra na Ucrânia leva a Rússia a condenação por países ligados à ONU em sessão extraordinária nesta quarta-feira (2); veja como votou os países

Jean Albuquerque | redacao@jcconcursos.com.br
Publicado em 02/03/2022, às 17h10

Guerra na Ucrânia leva a Rússia a condenação por países ligados à ONU em sessão extraordinária nesta quarta-feira (2)
Guerra na Ucrânia leva a Rússia a condenação por países ligados à ONU em sessão extraordinária nesta quarta-feira (2) - Divulgação
WhatsAppFacebookTwitterLinkedinGmail

Os países ligados à Organização das Nações Unidas (ONU) se reuniram em sessão extraordinária nesta quarta-feira (2) para votar sobre a condenação da Rússia por promover a guerra na Ucrânia. A resolução que não tem poder legal pede que a Rússia retire suas tropas do país do Leste Europeu, mas possui poder político e evidencia o isolamento russo. 

O secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, falou sobre a resolução que condenou as fortes ofensivas militares na Ucrânia. Após a aprovação, o representante das Nações Unidas defende que a decisão repete uma verdade central: “o mundo quer o fim do sofrimento na Ucrânia".  

Líderes de países na ONU condenam ataque russo 

Líderes de países que integram o conselho da ONU têm condenado os ataques. O embaixador dos Estados Unidos na ONU, Linda Thomas-Greenfied, disse que a guerra teve início por uma decisão de um único homem, o presidente russo Putin, além de condenar os ataques aos civis promovidos pelo exército russo. "A Rússia bombardeou orfanatos, hospitais, jardins de infância, espalhou fome". Linda agradeceu aos países que estão recebendo refugiados da Ucrânia.

Já o embaixador da Ucrânia na ONU, Sergei Kislitsia, destacou que o povo ucraniano tem resistido em meio aos ataques e agradeceu a união, o apoio aos refugiados do seu país e condenou a guerra, ao classificar a ação dos russos como “crimes tão bárbaros que é difícil compreender. Ucranianos estão sendo mortos por mísseis e outros tipos de armas. Nós não provocamos essa escalada de tensão. Crimes internacionais continuam sendo cometidos na Ucrânia. Isso é um erro. A maldade nunca vai parar, vai avançar e avançar. Precisamos evitar que os russos vão adiante".

Já o embaixador de Belarus na ONU e apoiador de Putin, Valentin Rybakov, disse que a distribuição descontrolada de armas já levou ao aumento da violência e de roubos na Ucrânia. "Por que vocês estão silenciosos a esse respeito?", questiona o embaixador ao defender que os ucranianos estão matando civis estrangeiros.

Rússia é condenada por guerra na Ucrânia. Veja como votou os países 

Das nações presentes na reunião, 141 países votaram a favor da resolução que condena a Rússia na guerra na Ucrânia, cinco votaram contra e 35 países se abstiveram. Neste caso, o Brasil votou a favor da condenação, já a China se absteve. 

Votaram contra a resolução: Rússia, Bielorrússia, Síria, Coreia do Norte e Eritreia.

*Com Agência Brasil 

+++ Acompanhe as principais informações sobre Sociedade e Brasil no JC Concursos

Siga o JC Concursos no Google News e acompanhe nossos destaquesSociedadeBrasil
Voltar ao topo

+Mais Lidas

JC Concursos, o seu Jornal dos Concursos de sempre. Imparcial, independente, completo.